Procure no JP

segunda-feira, 7 de agosto de 2006

Copa FPF: Portuguesa 0-1 Santacruzense

E aí?

Depois dos jogos de sábado, tivemos um domingo com poucas opções de partidas, e como os jogo de domingo à tarde foram praticamente extintos nos campeonatos da FPF, só ficamos com chances reais de ver jogos pela manhã. Tínhamos algumas alternativas, mas depois de tanta canseira pela semana, e de acordar cedo todos os dias, acabei optando por uma alternativa fácil de ser realizada. Fui no Estádio do Canindé, para ver mais um jogo da Copa FPF, dessa vez entre Portuguesa e Santacruzense. Não posso falar por aqui, mas se não foi a primeira vez que o time de Santa Cruz do Rio Pardo jogou no Osvaldo Teixeira Duarte, pelo menos fazia tempo que ele não aparecia por lá.

Abdiquei das fotos dos times posados em função de que não estava muito afim de conversar com os fiscais e muito menos afim de ir de calça comprida (pois só assim a entrada no campo é liberada) por causa do calor que fazia no horário do jogo. Por falar em horário do jogo, mais uma vez a diretoria lusitana se mostra preocupada com seus torcedores, abrindo as bilheterias faltando quase cinco minutos para o começo da partida. Custava alguma coisa abrir faltando quinze ou vinte minutos?


10:55 e o Mílton esperando pacientemente a abertura das bilheterias para o jogo que começaria às 11 horas. Ê diretoria da Lusa, é cada vez uma pior que a outra! Foto: Fernando Martinez.

Lá dentro, e instalados numa sombra nas arquibancadas do Canindé, ainda encontramos o Seu Natal perdido por lá, depois de ter optado por lá, ao invés do Parque São Jorge (aonde rolou Corinthians x Independente). O primeiro tempo foi recheado de conversas sobre futebol (para variar), pois os jogadores dentro de campo assasinavam a pobre bola.


Ataque da Portuguesa no primeiro tempo da partida contra a Santacruzense. Foto: Fernando Martinez.

O jogo não teve praticamente nenhuma chance de gol, e o que ficou claro foi a fragilidade tremenda do time da Portuguesa. O time deveria olhar melhor para a Copa FPF, já que é a única chance de disputar um torneio de ponta em 2007, a Copa do Brasil. Com o time na A2 e na Série B (partindo do princípio que ele não sobe no Brasileiro) é a chance de ouro do time, e aonde a diretoria poderia apostar suas fichas. Mas nessa primeira etapa, o que de melhor aconteceu foi o apito final para o intervalo.


Vista geral do jogo entre Portuguesa e Santacruzense, no Canindé. Foto: Fernando Martinez.

O segundo tempo já contou com a nossa presença nas numeradas do Canindé, abertas para o público. O jogo até melhorou um pouco, mas só por parte da Santacruzense. O time viu que o bicho não era tão feio e partiu pra cima da Lusa, mesmo sem assustar demais. A Portuguesa, perdida em campo, nada produzia.

Mas o time do interior chegou ao seu gol numa bela jogada armada pelo seu ataque. Depois de jogada ótima pela direita, a bola só foi rolada para o jogador Edu Magri, que com calma fez o seu. Depois do gol ainda os visitantes tiveram mais duas chances, não aproveitadas.


Chance perigosa para a Santacruzense em cobrança de falta no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

A Portuguesa só acordou para o jogo no final da partida, mas aí já era tarde, e a derrota já era definitiva. Final de jogo: Portuguesa 0-1 Santacruzense. A Portuguesa ainda continua só com vitória no primeiro jogo, depois só foram decepções. Vamos acordar, diretoria da Portuguesa, ainda dá tempo! O time da Santacruzense mostrou um futebol apenas suficiente para ganhar esse jogo, e também tem que jogar mais visando uma classificação.

Depois fui curtir o resto do domingo na boa, já pensando nos jogos dessa semana e do próximo fim de semana. Tem Canindé na terça, e semana que vem começa a Segunda Fase da Série C do Brasileiro. Americana e Barueri (esperamos que com um jogo no sábado e outro no domingo) são as nossas próximas paradas. Se a CBF ajudar.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário