Procure no JP

sexta-feira, 4 de agosto de 2006

Brasileiro Série C: Juventus 1-2 Ipatinga

Olá,

Depois de um longo tempo ausente, retornei a um dos templos do nosso futebol que fica localizado no bairro da Mooca em São Paulo. Estou me referindo ao lendário Estádio Conde Rodolfo Crespi, mais conhecido como "Rua Javari" e lá, junto com o Víctor e JR, acompanhei ao jogo do Grupo 12, Juventus x Ipatinga, válido pela segunda rodada do returno da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C.


Equipes saudando a torcida. Fotos: Orlando Lacanna.

Partida decisiva para o Moleque Travesso, que vinha de derrota no último domingo em Vitória/ES e necessitava desesperadamente vencer, pois os três pontos seriam fundamentais para continuar mantendo as esperanças para seguir na competição. Para surpresa geral, o Juventus começou jogando muito lentamente, com uma apatia que ninguém entendeu, dando a impressão que não queria nada com nada. Em se tratando de uma partida que decidiria a classificação, no mínimo esperava-se mais ação e empenho.

A apatia foi tamanha que, o primeiro e único chute juventino ao gol mineiro ocorreu somente aos 43 minutos. O Ipatinga que já liderava o grupo 12, por sua vez, ficava na dele, fazendo o tempo passar e só saía em uma ou outra jogada. Foi um primeiro tempo monótono e o placar não poderia ter sido outro a não ser a igualdade sem gol.


Disputa de bola no meio de campo. Foto: Orlando Lacanna.


Goleiro do Ipatinga defende tentativa de ataque juventino. Foto: Orlando Lacanna.

Na etapa final o panorama da partida continuava o mesmo até que, num ataque isolado, o Ipatinga abriu o marcador aos 7 minutos, através de Camanducaia que desviou de cabeça cruzamento vindo da direita. Com esse gol, a torcida juventina esperava que a sua equipe fosse com tudo tentar a virada, mas para tristeza geral dos 285 pagantes, não foi o que aconteceu, pois o Juventus continuou sem vibração e, nos últimos 10 minutos de jogo, deu a louca no Moleque Travesso, e numa jogada de ataque mais lúcida, por pouco não marca seu gol de empate, com a bola explodindo no poste direito do goleiro Rodrigo Posso.

Aos 42 minutos, o time da Mooca voltou a dar esperanças a sua torcida, marcando seu gol de empate em bela cobrança de falta, por intermédio de Sidnei. Depois do empate, o time grená foi para o abafa, mas acabou sofrendo o segundo gol numa cobrança de falta muito bem executada por Márcio Guerreiro, aos 49 minutos.


Gol de empate juventino marcado em cobrança de falta. Foto: Orlando Lacanna.


Aos 49 minutos o Ipatinga marca o gol da vitória. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de jogo com o resultado final de Juventus 1 - 2 Ipatinga que sacramentou a classificação dos mineiros e decretou a eliminação do time paulista. Decepção geral para a torcida juventina, que não entendia o porquê da sua equipe não ter se apresentado durante a maior parte do jogo, da mesma maneira como o fez nos últimos dez minutos. Adeus Brasileirão e agora só resta a Copa FPF.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário