Procure no JP

quarta-feira, 9 de agosto de 2006

Brasileiro Série B: Portuguesa 2-4 Paulista-J

Fala povo!

Nessa terça-feira à noite, tivemos mais um joguinho (não tão perdido assim) com presença de parte do pessoal aqui do JOGOS PERDIDOS. Saindo do ponto de encontro #26, que fica no Metrô Vila Madalena, eu me encontrei com o Jurandyr e com o Orlando para seguirmos rumo ao bairro do Pari, mais precisamente no Estádio do Canindé, aonde rolou mais um jogo pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Mais um sofrimento em vista, com o jogo entre Portuguesa e Paulista de Jundiaí.

Um bom público compareceu no Canindé para a partida, animados com a boa apresentação do sábado e com a volta do grande Alex Alves ao ataque rubro-verde. E a Portuguesa começou o jogo dando pinta que estava com o ataque mais entrosado e que faria uma boa partida. Pena que o ataque está melhor com o Alex, mas a defesa continua um lixo total.


Ataque da Portuguesa não aproveitado no primeiro tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Mas a Lusa teve chances não aproveitadas que fizeram falta. Até os 35 do primeiro tempo o jogo serviu como pano de fundo para uma boa conversa entre nós, com muitas revelações sendo colocadas na mesa. Mas dali para frente, o jogo melhorou bastante. Aos 36, depois de graaande jogada do Alex Alves, o Cleisson marcou o primeiro da Portuguesa. Sem dar tempo de comemorar, o Paulista empatou graças à avenida que é o lado direito da defesa rubro-verde. Aos 42, a Lusa ficou de novo na frente, depois de golaço com ótima jogada individual do jogador Joãozinho.


Ataque rápido nos eletrizantes dez minutos finais do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo, mal sabíamos o que estava nos esperando para o segundo tempo. No começo dessa etapa, a Portuguesa começou com tudo e conseguiu a proeza de criar ótimas chances, mas desperdiçá-las de forma absurda. Parece que o time acabou sentindo esse desperdício e parou de atacar por volta dos dez minutos. O Paulista, que até então era mero espectador no jogo, começou a gostar da partida.


Bola cruzada na área do Paulista e grande intervenção do goleiro jundiaiense. Foto: Fernando Martinez.

O jogo, que estava na mão da Portuguesa, começou a virar aos 24 minutos, quando o Paulista empatou. O gol foi marcado pelo veteraníssimo Dauri e teve a grande colaboração do goleiro da Lusa. Assustadíssima, a Portuguesa se entregou completamente, e aos 27 o Paulista virou, depois de cruzamento da direita e que de novo o Dauri concluiu.

Com a virada sofrida, a Portuguesa até tentou algo, mandando uma bolaça na trave em boa jogada do jogador Diogo, mas foi só. O time ainda tentou mais gols, mas pecou pelo preciosismo e pela afobação dos atacantes.


Boa jogada do ataque da Lusa no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Com a torcida extremamente indignada, o time foi se entregando até que o goleirão da Lusa deu mais um gol ao Paulista aos 47 minutos. Depois de cobrança de falta, ele espalmou para o alto e colocou a bola na cabeça do jogador Marco Aurélio, que fechou a virada e a goleada. Final de jogo: Portuguesa 2-4 Paulista. Boa vitória do Paulista, mais em função da incompetência da Lusa do que outra coisa. A Portuguesa que abra o olho, por muito menos, times maiores caíram para a Série C.


Duas imagens dos nossos correspondentes: o Jurandyr, chapado com o jogo, caindo de sono pelas arquibancadas. E o Orlando no meio dos irados torcedores lusitanos no final do jogo, com uma carecaça na sua frente. Fotos: Fernando Martinez.

E foi só. Agora volto aos gramados no final de semana. Série C e sub-15 e sub-17 estão na pauta! Fiquem ligados!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário