Procure no JP

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Mecão sucumbe em partida emocionante em Édson Passos

Salve, amigos!

De volta ao Rio de Janeiro, para um final de semana prolongado, aproveitei a tarde de sábado para voltar ao belo Estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos, Mesquita/RJ, para acompanhar mais uma partida válida pela Copa Rio, desta vez pela sexta rodada da segunda fase. Em campo, America FC (assim sem acento mesmo, pois o nome é todo inglês: America Football Club) e Serra Macaense FC. Comigo, minha guerreira namorada Bruna, que mal havia dormido, mas encarou o passeio.

Apesar de conseguir chegar ao local com alguma antecedência, e ter conversado com dirigentes americanos e com o delegado da federação, não consegui fotografar o time da casa, que simplesmente ignorou os pedidos para posar. Mas não posso deixar de agradecer a excelente e atenciosa recepção dos Srs. Adílson e Fábio, além do colega do FutRio, Vitor, que também trabalha na divulgação do clube carioca. Desanimado, nem falei com a arbitragem... De todo jeito, consegui uma foto da equipe visitante, no retorno para a segunda etapa.


Serra Macaense FC - Macaé/RJ. Foto: Estevan Mazzuia.

Com um pequeno atraso (em virtude da preliminar entre America e São Cristóvão, pelo Torneio OPG) A partida começou bem quente, com o Mecão disposto a conseguir os 3 pontos. Rodrigo, do Serra, recebeu cartão amarelo logo nos primeiros lances, ao tentar barrar um ataque vermelho. E, aos 5 minutos, Da Costa cobrou uma falta pelo lado direito e a bola não desviou em ninguém, sacudindo o filó do arqueiro Guilherme.


Detalhe do primeiro gol. Foto: Estevan Mazzuia.

A tarde parecia ser mesmo dos donos da casa, que seguiram atacando, com apoio dos 254 presentes (havia uns 20 torcedores de Macaé), mas aos 14 minutos, a equipe sofreu o empate: após uma boa jogada da equipe pela esquerda, Pimenta recebeu no bico da grande área, cortou para o meio e bateu de direita, para o fundo das redes de Roberto.


Lance do empate serrano. Foto: Estevan Mazzuia.

O empate foi um balde de água fria na equipe rubra. Daí em diante, os visitantes conseguiram anular todas as jogadas da equipe vermelha, e ainda tiveram algumas boas chances de gol. Aos 40 minutos, o Sangue quase retomou a frente do placar, por intermédio de Da Costa, um dos destaques da equipe. Aos 42, o craque ainda cobrou uma falta, de ponto muito próximo ao que deu origem ao gol: o cruzamento encontrou Vinícius, que cabeceou para fora.


Lance da primeira etapa. Foto: Estevan Mazzuia.


Da Costa lamenta a oportunidade perdida pelo companheiro Vinícius. Foto: Estevan Mazzuia.

Como o America não fez, levou: a defesa vacilou em reposição de bola do Serra, e Marquinho apareceu sozinho na cara do gol, deslocou o arqueiro e marcou o tento da virada, fechando os números da primeira etapa.


Visão panorâmica de trás de um dos gols. Foto: Estevan Mazzuia.

O segundo tempo começou com muita disposição do Rubro, e a primeira boa chance foi americana: Da Costa, novamente ele, cruzou da esquerda para o cabeceio de Jean, cortado para escanteio. Aos 19 minutos, nova chance para o Mecão, com Yuri batendo da entrada da área. A bola bateu na zaga, e Deivison desperdiçou o rebote.


Tiago Bastos (2) observa confusão após cobrar escanteio. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 25 minutos, Da Costa acertou o poste direito em cobrança de falta. No rebote, Edivaldo perdeu um gol de Inacreditável Futebol Clube, sozinho, de frente para o gol vazio. Todo esse volume de jogo foi premiado com o merecido empate: aos 26 minutos, Deivison fez um belo corta-luz no zagueiro e bateu da entrada da área no ângulo, marcando um lindo gol.


Detalhe do gol desperdiçado por Edivaldo. Foto: Estevan Mazzuia.

Com o empate, os donos da casa seguiram endiabrados e chegaram a marcar o tento da virada, após o goleiro Guilherme bater roupa, mas a arbitragem assinalou impedimento no lance após o rebote do arqueiro. Aos 32 minutos, a torcida pediu a marcação de um pênalti em lance no qual o zagueiro Tenente recuou a bola de mau jeito para o goleiro. Eu estava atrás do gol, e achei que o jogador tocou apenas o ombro na bola. O árbitro estava perto do lance e não observou irregularidade.


O lance do “pênalti”. Foto: Estevan Mazzuia.

O Serra resolveu mostrar que estava vivo e, aos 34 minutos, em rápido contra-ataque quase retomou a ponta do placar, mas a bola cruzou a área e passou por perto do poste direito do goleiro, sem que ninguém empurrasse a pelota para dentro. Aos 41, Anderson fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Tenente arrematar. Um golpe de misericórdia para a sofrida torcida rubra, que estava muito perto da vitória.


Ataque do Serra na segunda etapa. Foto: Estevan Mazzuia.


Anderson (17), jogando pela esquerda, começou a desenhar o terceiro gol. Foto: Estevan Mazzuia.

Com muita raça, o Brasinha reconquistou o empate, aos 44 minutos, com Roger se aproveitando de um bate-rebate na área após cobrança de escanteio. Mas o jogo não tinha terminado, e o excelente segundo tempo reservava uma última emoção.

Jean recebeu a bola no meio de campo e tentou lançar um companheiro na esquerda, mas a jogada foi interceptada por Marins, que encontrou Anderson sozinho no ataque. A zaga americana pediu a marcação de impedimento, o goleiro Roberto saiu do gol, caçou borboletas e Anderson deu números finais à partida. Muita emoção, e muita tristeza na movimentada peleja em Édson Passos. Placar final, America 3x4 Serra Macaense, o que deixa a equipe carioca em maus lençóis no certame.


Detalhe do terceiro empate na partida. Foto: Estevan Mazzuia.


Desolado, o goleiro Roberto deixa o campo, com o placar final ao fundo. Foto: Estevan Mazzuia.

Ainda deu tempo pra dar carona a um simpático casal de americanos, que estavam mais preocupados em lamentar do que em dizer exatamente para onde iam, ou onde queriam ficar. Um agradável passeio de duas horas pela Cidade Maravilhosa. Quando os dois resolveram ficar no Grajaú, descobrimos que havíamos passado perto de suas casas. Mas isso é tema para um livro de histórias pitorescas que quem sabe um dia sairá do campo das idéias.

Foi isso!!

Abraços

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário