Procure no JP

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Red Bull Brasil e Oeste ficam no empate pela Copa Paulista

Olá,

Em pleno feriado nacional, dia propício para dormir até mais tarde, curtir uma preguiça e fazer um programa diferente, o JOGOS PERDIDOS manteve o pique e se fez presente em três cidades diferentes, acompanhando três partidas válidas pela segunda rodada da segunda fase da Copa Paulista de Futebol 2.011 além também de ter visto um jogo do Brasileirão à noite. Esse que vos escreve caiu da cama bem cedo e voltou a botar o pé na estrada, seguindo até a importante cidade de Campinas, indo ao Estádio Moisés Lucarelli, com o propósito de cobrir o jogo Red Bull F.E.L. x Oeste F.C.

Vale lembrar que essa competição dará ao vencedor, uma vaga à Copa do Brasil de 2.012, sendo que na segunda fase, ainda permanecem na disputa 16 times, que estão lutando por 8 vagas à terceira fase, que será disputada no sistema de mata-mata até apurar o Campeão.

Na rodada inaugural, o Red Bull Brasil conseguiu um empate (1 x 1), fora de casa, contra o Juventus, enquanto o time de Itápolis, começou com o pé esquerdo, pois foi derrotado, em casa, pelo Velo Clube por 3 x 1. Como o Oeste está embalado na disputa da Série D do Brasileirão, com ótimas chances de subir para a Série C, vem disputando a Copa com um elenco alternativo e, por conta disso, entrou em campo com apenas um titular (Serginho), que está suspenso na competição nacional.

Apesar do feriado, a viagem foi supertranquila, me permitindo chegar ao meu destino com tempo suficiente para armar o esquema das fotos oficiais, bem como conversar com representantes dos dois times. Em mais uma cortesia do JP, abaixo estão as fotos dos protagonistas do espetáculo:


Red Bull F.E.L. - Campinas/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Oeste F.C. - Itápolis/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de árbitros comandado por Tiago Silva Egídio e seus assistentes Celso Barbosa de Oliveira e Leandro Matos Feitosa ao lado dos capitães. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo não entrando com o seu time titular, o Oeste veio a campo com um time de respeito, pois entre os onze que iniciaram a partida, estavam incluídos o meio-campista Rogério, aquele mesmo que jogou no Palmeiras, Corinthians, etc e o centroavante Fabrício Carvalho (ex-São Caetano, etc), atletas com vasta experiência no futebol.

Tão logo o jogo foi iniciado, o Red Bull tomou a iniciativa de ir ao ataque, sendo que, aos 2 minutos, criou o primeiro bom momento, através de uma escapada do camisa 2 Dedé, pelo lado direito, que acabou num cruzamento para a área, não sendo aproveitado pelo centroavante Selmir, uma vez que a zaga conseguiu ser mais rápida que o atacante e acabou com o perigo.


Arrancada do Red Bull pela direita logo no começo da partida. Foto: Orlando Lacanna.

A resposta do Oeste foi imediata, com o camisa 8 Michel, desperdiçando uma chance incrível, quase dentro da pequena área, mandando por cima do travessão uma bola recebida da direita. A partida começava num bom ritmo. Com o passar do tempo, o Red Bull foi assumindo o controle das ações, tanto que, aos 14 minutos, chegou outra vez com perigo, agora através do camisa 8 Baiano, que arrematou com perigo, mandando a bola rente ao travessão da meta defendida por Renato.


Ataque perigoso do Red Bull ainda no início da primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

As jogadas de ataque do time da casa continuaram, até que, na marca dos 37 minutos, o zagueiro Dão desviou de cabeça um cruzamento vindo da direita em cobrança de escanteio e inaugurou o placar a favor "Touro Vermelho".


Desvío de cabeça do camisa 4 Dão.... Foto: Orlando Lacanna.


....e a bola entrando no canto baixo direito da meta do Oeste. Foto: Orlando Lacanna.

Dois minutos após a abertura da contagem, o camisa 11 do Red Bull, Luciano Sorriso, infantilmente, recebeu o segundo cartão amarelo e foi tomar banho mais cedo, deixando sua equipe com um homem a menos, faltando quase 10 minutos para o encerramento da primeira etapa. Com um atleta a mais, o Oeste foi pra cima e, nos acréscimos, chegou ao empate, num gol anotado pelo camisa 9 Fabrício Carvalho, também de cabeça, aproveitando cruzamento vindo da cobrança de escanteio.


Lance que originou o escanteio que resultou no gol de empate do Oeste. Foto: Orlando Lacanna.

Mais alguns segundos de bola rolando e o primeiro tempo foi encerrado com a igualdade no placar (1 x 1),numa partida bem movimentada, apesar do forte calor. Por conta do sol forte, deixei o gramado e fui acompanhar os últimos 45 minutos, lá do alto, acomodado numa das cabines de imprensa. Logo nos primeiros minutos, foi possível observar que o ritmo da partida não seria o mesmo, em decorrência do forte calor, mas, mesmo assim, as equipes procuravam chegar ao ataque, como aconteceu aos 11 minutos, quando o experiente Fabrício Carvalho, em outro cabeceio, assustou o goleiro Gustavo, que "tirou com olhos" uma bola venenosa, que passou rente ao travessão da sua meta.


Jogada de ataque do Red Bull pela esquerda no início da segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.


Goleiro Gustavo ajoelhado e "tirando com os olhos" uma cabeçada de Fabrício Carvalho. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o segundo tempo, até por volta dos 30 minutos, as ações ficaram mais concentradas entre as duas intermediárias, com poucos lances mais agudos. Aos 31 minutos, o Oeste chegou com perigo, através de uma arrancada pela direita do camisa 18 Getterson, mas o cruzamento foi muito forte, não permitindo a Fabrício Carvalho chegar a tempo para desviar. O troco do Red Bull veio aos 35 minutos, num bom arremate de Juan, que foi desviado pelo goleiro, mandando a bola para escanteio.


Jogada de ataque do Red Bull pelo lado direito. Foto: Orlando Lacanna.

O grande momento do Oeste aconteceu aos 38 minutos, quando o camisa 11 Serginho, disparou um foguete, defendido espetacularmente pelo goleiro da casa, desviando para córner. No finalzinho da partida, aos 44 e 46 minutos, o camisa 17 do Red Bull, Aleison, poderia ter definido o resultado a favor da sua equipe, porém as chances não foram aproveitadas.


Defesa do goleiro Gustavo do Red Bull no final da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de jogo com o placar eletrônico apontando: Red Bull Brasil 1 - 1 Oeste, resultado que colocou o time da casa na segunda colocação com 2 pontos e que garantiu o primeiro ponto aos visitantes, deixando-o na 3ª posição, com 1 ponto. Como ainda restam 4 partidas para cada equipe e a diferença de pontos é mínima, a definição dos dois classificado do grupo tende a ocorrer nas últimas rodadas. Vamos aguardar.

Assim que a partida foi encerrada, deixei o estádio e fui fazer um rápido lanche ainda em Campinas, pois iria embarcar em direção a outra cidade da região, visando conferir o segundo jogo do dia, valendo pela mesma competição, mas esse papo fica pra depois. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário