Procure no JP

segunda-feira, 17 de abril de 2006

Paulista Segunda Divisão: União Mogi 1-1 Jacareí

Fala pessoal!

Minha idéia inicial para o jogo de domingo era seguir até a cidade de Campo Limpo Paulista. Mas como estava em Itaquá, era humanamente impossível fazer tal viagem. Então, aproveitando que já estava na porção Leste da Grande São Paulo, acabei indo de trem mesmo (via Estação Manoel Feio - Estação Mogi das Cruzes) até o Estádio Francisco Ribeiro Nogueira, o Nogueirão, para ver o jogo entre União de Mogi e Jacareí, pela Segunda Divisão do Campeonato Paulista.

Já aproveitei a deixa para ver esse jogo do União em casa. Chegando lá, encontrei o David zanzando pelas arquibancadas do local. Como faltavam poucos minutos para o início do jogo, já fui procurar entrar em campo para as fotos posadas. Então, elas estão abaixo:


União FC - Mogi das Cruzes/SP. Foto: Fernando Martinez.


Jacareí AC - Jacareí/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem liderados pelo árbitro Guilherme Carlos da Silva, juntamente com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Devidamente autorizado pelo árbitro Guilherme Carlos da Silva - que já conhecia o nosso trabalho e foi extremamente simpático comigo - me postei junto ao ataque do União. E para minha surpresa, o time nessa primeira etapa foi melhor no jogo.

Depois de alguns anos com times que nada significaram para a história do União, dá a impressão que o time desse ano pode fazer alguma coisa visando classificação. Claro que o time ainda está desentrosado e não se acertou 100% em campo, mas as perspectivas são boas.


Escanteio para o União no primeiro tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Nesse primeiro tempo o União foi melhor, mas de uma forma absurda a equipe não conseguiu marcar o seu gol. Foram muitas chegadas no ataque mas nenhuma aproveitada. O Jacareí começou tímido, mas nos contra-ataques levava perigo à zaga do União. Dele foram as duas melhores chances, as duas com boas defesas do goleiro do time da casa. O jogo foi para o intervalo em 0 a 0 mesmo.

No segundo tempo os dois times voltaram no mesmo esquema: o União dominando e tendo mais chances, mas não tão agudas assim, e o Jacareí com menos chances, mas ao mesmo tempo mais perigosas.


Cabeçada que levou bastante perigo ao gol do JAC, ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Nessa toada, a quantidade de gols perdidos pelas duas equipes foi enorme. Se o jogo tivesse ficado em 3 a 3 ou 4 a 4 não teríamos nenhum absurdo. os ataques dos dois times perderam gols que até eu faria (sem exagero). Todos em bolas debaixo das traves, sem nenhum zagueiro por perto.

Ah, e vale registrar aqui que no meio desse segundo tempo, um torcedor - que não consegui distingüir se era da Bélgica ou da Lituânia - atirou um copo cheio d-água em direção ao auxiliar 1. O copo passou perto e o árbitro acabou relatando isso na súmula. E o pior foi que, ao invés de apuparem o besta, a torcida em volta aplaudiu o retardado. Provavelmente eles nem imaginam que o time possa perder alguns mandos de campo.


Lance de ataque do União no segundo tempo. Aqui o goleirão do Jacareí quase entrega o ouro. Foto: Fernando Martinez.

Bom, nesse ritmo do jogo, o 0 a 0 era o placar mais plausível de se imaginar por lá. E justamente quando a torcida já tinha desencanado, tivemos um "upgrade" de emoções fantástico nos últimos 5 minutos.

Numa jogada bela pela esquerda, aos 41 minutos, o JAC abriu o placar através do jogador William, que só escorou depois de cruzamento. O desânimo entre todos por lá foi evidente, mas isso não desanimou o União. Logo aos 43, o time empatou a partida, em boa jogada pela direita e que terminou com a finalização do jogador Gilberto.


Bola no fundo das redes do Jacareí. O União empatava na bacia das almas.... Foto: Fernando Martinez.

Nos três minutos restantes tivemos mais duas chances claríssimas de gol, uma para cada equipe, mas que não foram concluídas com sucesso. E o jogo acabou assim mesmo. Final de jogo: União 1-1 Jacareí. Os dois times tem times medianos e que podem perfeitamente se classificar à próxima fase. Mas em relação ao acesso para a A3 em 2007, a história é outra.


Dois momentos felizes pelas ruas de Mogi das Cruzes: eu, num dos bares da minha megacorporação "Fernando Martinez Incorporated.", bem no centro de Mogi. E o David fazendo seu lendário positivo na estação de trem de Mogi das Cruzes, pertinho do estádio. Fotos: David Libeskind e Fernando Martinez.

Depois foi só voltar para Itaquá, curtir mais um pouco por lá e zarpar em direção ao glorioso bairro do Pari à noite. Já pensando na rodada do meio da semana. Por enquanto é só.

Até mais

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário