Procure no JP

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Santos goleia o Grêmio Barueri em amistoso no Pacaembu

Opa, 

Dando um tempo na cobertura JP na Copa São Paulo, no meio da semana fui ao Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, para meu début em jogos profissionais na temporada 2013. E nada melhor do que fazer essa estreia assistindo um bom e velho amistoso estadual. No gramado do mais tradicional palco futebolístico da cidade, Santos e Grêmio Barueri desfilaram para pouco mais de 16 mil torcedores. 


Times perfilados para o Hino Nacional Brasileiro no gramado do Pacaembu. Foto: Fernando Martinez. 

É amigos, foi um AMISTOSO e não um horrendo jogo-treino. A diretoria do time santista merece uma salva de palmas por ter feito essa opção. Nada mais legal do que um joguinho de verdade para mostrar os novos contratados para a torcida, para matar a saudade do pessoal que esperou mais de um mês para ver novamente o seu time entrando em campo. 

O bizarro é notar que cada vez mais jornalistas, torcedores e pessoas dos próprios clubes não tem a menor noção de que amistoso é uma coisa e jogo-treino é outra. A cobertura desse jogo oficial do Peixe foi noticiada como um "jogo-treino" por vários sites importantes e por pessoas que se dizem "entendidas" no esporte. Vasculhando pela net a gente chega a ver repórteres usando as duas denominações para retratar uma coisa só. É assustador ver como as pessoas são cada vez mais desinformadas. 

Polêmicas à parte, me dirigi ao Pacaembu mesmo debaixo de uma chuva que insistia em não parar. Já nas dependências do estádio, encontrei amigos que marcam presença sempre na numerada coberta do estádio, como o Matheus Trunk, Ricardo Espina e dessa vez também o Renato Rocha. O mais genial é que nenhum ali torce para o time da Vila Belmiro. 


Reunião de amigos para torcer pelo Santos no primeiro profissional do alvinegro em 2013... Só que não. Foto: Transeunte. 

Para os verdadeiros torcedores do time, essa foi a chance de ver a estreia oficial do camisa 10 Montillo com o uniforme branco do clube. A torcida espera que ele possa fazer clássicas tabelinhas com o camisa 11 Neymar. Por sinal, a primeira chance de gol foi do argentino, cabeceando pra fora uma bola alçada da esquerda. 


Primeira chance de gol no amistoso foi do camisa 10 Montillo, que fazia sua estreia. Foto: Fernando Martinez. 

O público de quase 16 mil santistas viu um jogo tranquilo e sem sustos. O Grêmio Barueri nos dias atuais não pode ser considerado um adversário assim tãããão difícil, e se preparando para a disputa da Série A2, não foi um sparring à altura do poderio do time do litoral. 


Ataque pela direita comandado por Neymar. Foto: Fernando Martinez. 


Primeiro gol da peleja marcado pelo camisa 11 santista em cobrança de pênalti. Foto: Fernando Martinez. 

O Santos terminou a etapa inicial vencendo por 2x0, com gols de penalti de Neymar aos 25 e de Galhardo aos 46. Na segunda etapa, Murycy Ramalho recheou a formação com reservas e Miralles e Bill fecharam a goleada com tentos aos 6 e aos 11 minutos. Depois do quarto gol, emoções esparsas e muita apatia. 


Ataque do Grêmio no tempo final. Foto: Fernando Martinez. 


Placar final do genial amistoso no Pacaembu. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Santos 4-0 Grêmio Barueri. Resultado óbvio e tranquilo para a equipe da praia, favoritíssima ao título da Série A1 muito em virtude do trio de ferro estar mais preocupado com a disputa da Taça Libertadores do que com o inchado e mal-organizado estadual. 

Até a próxima! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário