Procure no JP

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

JP no duelo entre Paraná e Audax na segunda fase da Copinha

Opa, 

Depois da enorme maratona que o JP fez na primeira fase da 44ª Copa São Paulo de Futebol Júnior, o fato de rolar inúmeras partidas marcadas no mesmo dia e horário a partir da segunda fase impossibilita que a gente esteja em vários lugares diferentes. Logo, estivemos presentes apenas na partida realizada no Estádio Nicolau Alayon entre Paraná Clube e Audax


Audana? Audaxa? Qual foi o adversário do Paraná Clune na segunda fase da Copinha mesmo? Fotos: Fernando Martinez. 

Após vencer o Grupo Z do certame, o time paranaense enfrentou o sétimo melhor segundo colocado. A equipe paulista garantiu vaga na bacia das almas por ter um gol a mais do saldo do que a Ponte Preta. Já tinha visto as duas equipes in loco, e mesmo com uma campanha inferior, achava que o Audax era levemente favorito. 


Paraná Clube (sub-20) - Curitiba/PR. Foto: Fernando Martinez. 


Audax EC (sub-20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez. 

Em vários jogos que vi nessa Copinha, tivemos jogos pegados e emoção apenas no decorrer do segundo tempo. Longe de saber o motivo disso, nesse confronto entre Paraná e Audax aconteceu a mesma coisa. O primeiro tempo foi fraco e com as duas agremiações apresentando um futebol bastante burocrático. 


Lance pelo alto. Foto: Fernando Martinez. 

Quando o tempo final começou, nada indicava porém que o panorama fosse alterar. Embora jogando um pouquinho melhor, o Audax não conseguia engatar nenhum ataque perigoso, e o camisa 9 Jorge era o mais xingado pelo pessoal presente na Comendador Souza. O Paraná também não criava pois a bola não ultrapassava a parede montada pela zaga paulistana. 


Futebol ou balé? Jogadores do Audax e do Paraná ensaiando ousados passos de dança no ataque paulista. Foto: Fernando Martinez. 

Somente a partir da metade do tempo final que finalmente os atletas acordaram da sonolência e passaram a deixar a partida cheia de emoções. Numa jogada rápida do ataque do Audax, o contestado camisa 9 Jorge foi derrubado por trás dentro da área. Sem pestanejar o árbitro marcou pênalti. A cobrança ficou por conta do camisa 10 Caio, que bateu tranquilamente e abriu o marcador aos 25 minutos. 


Jorge entrando na área do Paraná. Segundos depois, ele seria derrubado... Pênalti. Foto: Fernando Martinez. 


Penalidade máxima no primeiro gol do Audax contra o Paraná Clube. Foto: Fernando Martinez. 

O gol acordou definitivamente o time, que encurralou o Paraná no campo de defesa. Aos 32, após uma jogada rápida pela direita, Murilo entrou na área e tocou na saída do goleiro. O revés parcial obrigou o time paranaense a ir para o ataque tentando um improvável empate. Improvável pois a equipe não mostrou futebol suficiente para chegar à igualdade. 


Bola levantada na área do Audax. Foto: Fernando Martinez. 


Ataque paranista pela direita. Foto: Fernando Martinez. 

Como prêmio por ter ocupado o campo de defesa do time paulista nos 10 minutos finais da peleja, aos 46 minutos o tricolor do sul do país ainda conseguiu a chance de diminuir o marcador num pênalti que não aconteceu. O camisa 5 Neto bateu firme e fez o primeiro. Mas não havia tempo para mais nada... 


Gol de honra do Paraná contra o Audax, marcado pelo camisa 5 Neto. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Paraná 1-2 Audax. A vitória classificou a equipe paulista para fazer um confronto contra a Ferroviária na terceira fase. Já o tricolor voltou para casa decepcionado, pois sabia que poderia ter chegado mais longe. 

Até a próxima! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário