Procure no JP

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Bahia na semi da Copinha após golear o Grêmio

Fala, pessoal! 

O último jogo válido pelas quartas-de-final da 44ª Copa São Paulo de Futebol Júnior aconteceu no Estádio Nicolau Alayon na tarde de domingo. Depois das classificações de Santos, Palmeiras e Goiás, o duelo tricolor entre Bahia e Grêmio definiria o quarto time que estaria nas semi-finais do certame. 

Para esse segundo confronto entre os dois na história da Copinha (o primeiro foi em 9 de janeiro de 2000 e terminou empatado em 1x1) eu considerava o time baiano favorito. Acompanhei ao vivo a estreia do time contra o Criciúma e vi que o Tricolor de Aço tem um time muito bem armado e com bastante qualidade individual. Até o apito inicial contra o time gaúcho, foram cinco jogos disputados e nenhum gol sofrido... Uma média sensacional. 


Grêmio FBPA (sub-20) - Porto Alegre/RS. Foto: Fernando Martinez. 


EC Bahia (sub-20) - Salvador/BA. Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez. 

Apostando minhas fichas nos baianos, fui acompanhar o ataque nordestino no começo da peleja. Só que perdi viagem, pois nos primeiros 20 minutos quem teve mais posse de bola foi o tricolor gaúcho. O Bahia ficou se segurando na defesa e o ataque não teve sucesso contra a bem postada zaga gremista. 


Zaga do Bahia roubando a pelota de atacante gremista. Foto: Fernando Martinez. 

Enquanto o relógio corria, o sol apareceu forte na Comendador Souza. Como "adoro" ficar fritando, saí do campo e fui para as cabines de imprensa. Ali, vários amigos estavam acompanhando o jogo, entre eles o Mílton, Nílton, Renato, Colucci e o Luiz. No esquema "pé-frio" que vem me seguindo em alguns momentos dessa Copinha, foi só sair do gramado que o primeiro gol aconteceu. 


Bola levantada dentro da área do Grêmio. Foto: Fernando Martinez. 


Ataque baiano pela esquerda. Foto: Fernando Martinez. 

Gol que saiu justamente no primeiro ataque perigoso do time do Bahia. Após falta pela direita, a bola foi alçada na área na cabeça de Railan, que se antecipou à zaga e fez o seu segundo gol na competição. No restante do primeiro tempo o jogo ficou mais embolado no meio-campo e o placar não foi mais alterado. 


Detalhe do primeiro gol do Tricolor de Aço, marcado aos 22 do primeiro tempo por Railan. Foto: Fernando Martinez. 


Ataque gaúcho no crepúsculo da etapa inicial. Foto: Fernando Martinez. 

Na volta para o segundo tempo, a primeira chance de gol aconteceu numa cobrança de falta maravilhosa de Fabian e que encontrou a trave do goleiro Renan. Nos cinco minutos seguintes, foi o Bahia que chegou perto de ampliar após criar duas ótimas oportunidades, mas que foram desperdiçadas por uma certa dose de preciosismo. 


Belíssima cobrança de falta de Fabian que encontrou a trave do arqueiro Renan. Foto: Fernando Martinez. 

A torcida baiana que lotava a parte coberta do Nicolau Alayon ficou preocupada após esses dois lances e uma voz sábia cravou: "ih, agora o Grêmio vai crescer". É, não deu outra, e aos 12, numa bela jogada individual de Diego Fabian, o tricolor gaúcho chegou ao empate. O arqueiro Renan perdu uma invencibilidade de 507 minutos após sofrer esse tento. 

Mesmo com a igualdade o Bahia continuou melhor. O Grêmio não conseguiu mais chegar próximo ao gol adversário. Com muito merecimento, o Tricolor da Boa Terra marcou o segundo aos 29 minutos praticamente num replay do primeiro gol. Maracás se antecipou ao goleiro e completou de cabeça bola vinda da esquerda. 


No meio da imagem, Maracás se antecipou ao goleiro gaúcho e fez o segundo dos baianos. Foto: Fernando Martinez. 

Sem sofrer sustos e se aproveitando do desânimo da estafada zaga gremista, o Bahia chegou a uma sonora goleada com gols aos 35 e 42 minutos. O terceiro foi marcado por Zé Roberto após ele driblar um zagueiro e o goleiro. Para fechar o caixão gaúcho, Ryder fez grande jogada e após duas tentativas, ele chutou forte e marcou o quarto. 


Comemoração de Zé Roberto no terceiro gol do Bahia. Foto: Fernando Martinez. 


Zaga do time nordestino cortando outro cruzamento gremista. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Grêmio 1-4 Bahia. Pela segunda vez em três anos o time baiano chega à semi-final da Copa São Paulo, podendo de certa forma ser considerado levemente favorito contra o Goiás. Já o Grêmio é eliminado pelo segundo ano seguido após sofrer um 4x1 no Nicolau Alayon. Para 2014, a equipe vai pedir à FPF para não jogar mais no estádio do Nacional AC. 


Placar final da peleja no Nacional na segunda eliminação seguida do Grêmio após sofrer um 4x1 na Copinha. Foto: Fernando Martinez. 


Camisa 2 do Bahia Railan comemorando a classificação junto com a fanática torcida. Foto: Fernando Martinez. 

Fiquei ainda um bom tempo nas dependências da Comendador Souza após o encerramento da fase de quartas-de-final da Copinha. Dali segui com parte dos amigos presentes para o abandonado centro de São Paulo e dali o destino foi meu lar, já que o domingo ainda reservava emoções pelas finais de conferência da NFL. 

Até a próxima! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário