Procure no JP

segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

O grande clássico da primeira fase da Copinha 2007: Gurupi x Rio Branco/AC

Fala povo!

Completando a rodada do JOGOS PERDIDOS do último final-de-semana, tivemos no domingo o grande clássico esperado desde a confecção da tabela da 38ª Copa São Paulo. Pela última rodada do Grupo T, o duelo dos dois times já desclassificados levou oito dos membros do blog à Rua Comendador Souza, para o jogo entre os times do Gurupi/TO e do Rio Branco do Acre.

Foi a "coroação" da primeira fase da Copa São Paulo para todos nós. Com esse time visto, eu particularmente completei 86 times vistos dos 88 participantes da Copa 2007 (em tempo, só não vi jogos do CENE e do Genus/RO, de resto todos já estão na minha Lista). Quase todos nós "matamos" as duas equipes. Antes de qualquer coisa, mais uma vez vamos com as fotos dos dois times posados:


Gurupi EC (sub-19) - Gurupi/TO. Foto: Fernando Martinez.


Rio Branco FC (sub-19) - Rio Branco/AC. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem da partida entre Gurupi e Rio Branco/AC: o árbitro Luciano Silva, a bela Graziele Crizol e Luís Fábio de Almeida como auxiliares e Paulo Roberto Amorim sendo o quarto árbitro. Foto: Fernando Martinez.

Em mais um jogo que só a Copinha pode proporcionar, vimos dentro do campo vimos um escudinho diferente da equipe acreana. Enquanto isso, o Mílton curtia sua volta ao campo do Nacional depois de um tempo de ausência.


Detalhe do escudo do Rio Branco na camisa do time, diferente do emblema que estamos acostumados. E o Mílton segurando o pavilhão nacionalino! Fotos: Fernando Martinez.

Nós pudemos ver uma partida extremamente movimentada, com o time tocantinense fazendo uma belíssima exibição. Diferente dos nove gols que sofreu no jogo do meio de semana contra o Bahia, a equipe do Gurupi foi superior ao Rio Branco durante toda a partida. Com um calor razoável, o time do Tocantins só sofreu mais durante o jogo no seu início, quando o Rio Branco ainda tentou alguns ataques, mas sem o sucesso planejado.


Jogador do Rio Branco tenta passar por marcador do Gurupi no começo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Quem acabou abrindo o placar foi o time acreano. Depois de uma cobrança de falta da esquerda pelo jogador Geovani, a bola entrou sem ninguém encostar. Rio Branco 1 a 0, e os vários torcedores (por incrível que pareça) do Gurupi ficaram assustados nas arquibancadas. Mas mesmo depois do gol o time do Tocantins melhorou buscando o empate.


Detalhe do único gol do Rio Branco na partida. Foto: Fernando Martinez.

Não demorou muito para o time do Gurupi empatar o jogo e o jogador Raylon mostrar o seu ótimo futebol. De cabeça ele empatou a partida e logo surgiram nas arquibancadas a informação de que o jogador está contratado pelo São Paulo. Aos poucos fomos vendo que o time paulista pode ter feito um ótimo negócio. Antes do jogo terminar, em uma bela cobrança de falta, o jogador Michel virou o jogo para os tocantinenses.

Durante o intervalo, como sempre, muitas programações para a próxima semana e para os primeiros meses do ano foram feitas, além do já tradicional trio sorvete-água-refrigerante para nos refrescar do insuportável calor paulistano em janeiro/fevereiro.


Escanteio para o Rio Branco e o goleiro do Gurupi sobe para afastar. Foto: Fernando Martinez.

No segundo tempo o Gurupi voltou disposto a apagar a má impressão deixada na derrota de 9 a 1 para o Bahia. com a liderança do craque Raylon, o time do Tocantins criou várias chances para ampliar o placar, deixando poucos espaços para o time do Rio Branco fazer algo no jogo. Não durou muito para o time tocantinense ampliar a vantagem, em um belíssimo gol de categoria do atacante Raylon.


Dentro da área, jogador do Rio Branco tenta manter a bola longe do marcador do time tocantinense. Foto: Fernando Martinez.


Tentativa de ataque do Gurupi no segundo tempo de partida. Foto: Fernando Martinez.

O time ainda faria o quarto gol, com o mesmo Raylon e perderia chances para fazer o quinto e o sexto gols. O Rio Branco, totalmente perdido em campo, não esboçou quase nenhuma reação e se mostrou presa fácil para os tocantinenses. Outra atração durante esse segundo tempo foi acompanhar a bela auxiliar de arbitragem, Graziele Crizol, com seu trabalho. Já acompanhamos o trabalho dela faz tempo, e por algumas vezes ela já apareceu aqui no JP com toda a sua beleza e simpatia.


A assistente Graziele Crizol observando atentamente a partida entre Gurupi e Rio Branco. É uma das grandes amigas do JOGOS PERDIDOS. Foto: Fernando Martinez.

No final do jogo tivemos o placar de Gurupi 4-1 Rio Branco/AC. Bela despedida do time tocantinense da Copa São Paulo, e ainda por cima eu fui presenteado com a camisa 11 do Gurupi, do craque Raylon, no final da partida. Mais uma para a coleção, e já são três as camisas conseguidas com a Copa São Paulo desse ano.

Até o próximo jogo...

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário