Procure no JP

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

JP em ação na segunda à noite

Opa,

Na última segunda-feira à noite, o JOGOS PERDIDOS foi acompanhar mais um jogo perdido para a coleção. Tudo bem que era um jogo do Campeonato Paulista, e do alvinegro da Vila Belmiro, mas sair de São Paulo numa segunda, com trânsito, chuva e muito cansaço, é algo extremamente "perdido".

Eu, o Emerson e o David seguimos até a cidade de Santos, para acompanhar o jogo antecipado entre Santos e Sertãozinho, na casa do Peixe. Mais do que o primeiro jogo de Paulistão visto na Vila, valeu pela alternatividade da partida em questão.


Emerson, David e Fernando, com o jogo Santos e Sertãozinho ao fundo. Foto: Emerson Ortunho.

Saímos atrasados de São Paulo em virtude do insuportável trânsito e de eu ter entrado num ônibus lotado, em que as pessoas desafiam as leis da física e dois corpos tentam ocupar o mesmo lugar no espaço. E entrando numa Via Anchieta carregada, com muita neblina e chuva, chegamos na cidade praiana.

Lá foram mais alguns minutos para estacionar e comprar ingresso, e como se tivessem nos esperado, o Santos abriu o placar no minuto que conseguimos adentrar os portões monumentais no Urbano Caldeira. O gol saiu depois de cobrança de escanteio, quando o jogador Jonas marcou o seu.


Vista geral do jogo entre Santos e Sertãozinho. Notem ao fundo refletores acesos... Foto: Fernando Martinez.

Mas sem tempo para comemorar direito, o Sertãozinho empatou a partida. o jogador Paulo Santos recebeu bola e chutou se chances para o goleiro Fábio Costa. Nesse meio-tempo estávamos tentando buscar um lugar para assistir o jogo de forma - mais ou menos - sossegada. Tivemos que dar a volta na Vila, buscando um lugar ao lado da torcida organizada.

Tomamos uma chuva monstro, levemente protegida por uma capa de chuva que compramos com muita barganha na porta do estádio. E depois de estarmos protegidos e com um lugar garantido, vimos ainda o time santista fazer o segundo gol, jogando muito bem, no final da primeira etapa. Após chute do Cléber Santana, o jogador Fabiano só teve o trabalho de empurrar para as redes do time do interior. Intervalo e Santos 2 a 1 no placar.


Lance perigoso para o time do interior no segundo tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

O intervalo foi tranquilo, e a maior constatação que fizemos foi de que REALMENTE o Estádio Ulrico Mursa, da Portuguesa, é do lado do estádio santista. Já sabíamos disso, mas não que dava para ver as arquibancadas do Ulrico das arquibancadas da Vila. Refletores acesos nos deixaram curiosos, que jogo poderia estar rolando lá?


Placar da Vila Belmiro e ao fundo o estádio Ulrico Mursa com seus refletores acesos e algumas pessoas na arquibancada. O que estava rolando lá? Foto: Emerson Ortunho.

No segundo tempo, o Santos continuou melhor e chegou fácil a uma goleada. O terceiro gol foi marcado numa cobrança de pênalti, pelo Cléber Santana e o quarto tento também foi marcado por ele, numa belíssima jogada individual e que terminou com um certeiro chute de fora da área, que entrou no ângulo esquerdo do goleiro do Sertãozinho.


Falta para o Sertãozinho no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas a maior emoção do segundo tempo foi ver a torcida santista ficar xingando parte da torcida do Sertãozinho que se encontrava nos camarotes da Vila. Genial! Final de jogo: Santos 4-1 Sertãozinho. E depois do jogo ainda fomos curtir uma volta na beira da praia, com a paisagem linda de Santos ao fundo...

E logo mais tem mais...

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário