Procure no JP

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Grande estréia do Nacional na A2

Opa,

Vamos agora com o único jogo em que estive presente nesse final-de-semana. Depois de algumas doideiras na Copa São Paulo, o sábado e o domingo foram dias para recarregar as baterias, e a única partida vista acabou sendo uma grata surpresa. Numa tarde extremamente agradável na capital paulista, fomos acompanhar a abertura (pelo menos de acordo com a tabela) do Campeonato Paulista Série A2. Na sempre espetacular Comendador Souza, vimos o jogo entre Nacional e Rio Preto.

Junto comigo o Jurandyr, David, Mílton e o Seu Natal. E além do pessoal do JOGOS PERDIDOS, os amigos Paolo Gregori, Guilherme (o "Frango selvagem" do Rock and Roll") e o Rafael Lusitano deram as caras por lá. Tudo para vermos como seria a estréia do time do Nacional e o que podemos esperar da equipe em 2007. E dessa vez consegui as fotos oficiais da partida... genial!


Nacional AC - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Rio Preto EC - São José do Rio Preto/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem com o árbitro Marcelo Duarte e os assistentes Junivan Rodrigues de Souza e Fábio Aparecido Ribeiro acompanhado dos capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

E o jogo começou animador para o time ferroviário. Jogando bem, não deu espaços ao Rio Preto e, numa cobrança de falta belíssima aos 7 minutos, o zagueiro Júnior não deu chances ao experiente goleiro Pitarelli e abriu o marcador. Mas como sempre, o Nacional parou de jogar e o Rio Preto equilibrou o jogo. Sem muitas chances efetivas para os dois lados.


Em uma das melhores fotos da minha vida, esse é o lance do primeiro gol do Nacional. Notem a expressão dos jogadores olhando para a bola e a mesma ao lado da trave, antes de estufar as redes do Rio Preto. Foto: Fernando Martinez.

Com o equilíbrio em campo, o Rio Preto acabou empatando a partida aos 37 minutos, com o jogador Clayton aproveitando falha da zaga nacionalina. E com esse resultado, a partida foi para o intervalo. Nesse intervalo foi uma festa só, com todos nós tomando fantásticos sorvetes nas arquibancadas e os primos do Seu Natal - que vieram diretamente de São José do Rio Preto para o jogo - fazendo a alegria de todos.


Confusão na área do Rio Preto e dois jogadores fazendo um malabarismo em campo. Foto: Fernando Martinez.

Na volta para o segundo tempo, o Nacional passou a dominar levemente a partida, sem criar tantas chances. O Rio Preto, satisfeito com o empate, parecia querer que o relógio passasse cada vez mais rápido, para levar um pontinho para casa.


Jogador do Nacional tentando não deixar a bola sair pela linha de fundo. Foto: Fernando Martinez.

E quando o jogador André entrou em campo, o jogo ficou fácil para o Nacional. O jogador infernizou a zaga do Rio Preto e com a atuação soberba do atacante Rafinha, o jogo foi decidido. Aos 22 minutos, o jogador André sofreu pênalti, que foi muito bem cobrado pelo camisa 10 Éverton. Nacional 2 a 1. Nove minutos depois, isso quando o Naça já tinha perdido mais duas chances, mais um pênalti e nova cobrança de Éverton. Nessa, o goleiro Pitarelli adivinhou o canto e fez a defesa, mas no rebote o mesmo Éverton marcou o terceiro.


Segundo gol do Nacional, na clássica cobrança de pênalti "bola de um lado, goleiro do outro". Foto: Fernando Martinez.


O goleiro Pitarelli defende a cobrança de pênalti, mas no rebote, o Nacional faria seu terceiro gol no jogo. Foto: Fernando Martinez.

Como uma máquina, o Nacional não dava sossego à zaga do Rio Preto. Aos 38 minutos, em grande jogada individual, o jogador Rafinha driblou o zagueiro do Rio Preto e tocou na saída de Pitarelli... era o quarto gol. Para fechar o massacre, aos 43 minutos, o jogador Dinho fechou a goleada, marcando o quinto gol da equipe ferroviária.


Paolo Gregori, seu filho Lorenzo e o David comemoram a vitória nacionalina, e o Guilherme mostra o "cinco" para comemorar a bela estréia do Naça! Fotos: Fernando Martinez.

Final de jogo: Nacional 5-1 Rio Preto. Foi a melhor estréia do Nacional pelo menos desde 1985, superando as estréias de 1996, 1998 e 2000 quando ganhou seu primeiro jogo por 4 a 1 (da Matonense, Taquaritinga e XV de Jaú respectivamente). Isso deixa uma impressão super positiva com o time, e esperamos que pelo menos ele faça um campeonato digno de suas tradições.


Placar final do jogo: Nacional 5-1 Rio Preto. Belíssima estréia do time ferroviário. Foto: Fernando Martinez.

E foi só... nessa semana voltamos à mil com jogos de tudo o que está rolando por São Paulo... fiquem ligados

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário