Procure no JP

segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

JP no Grupo D da Copinha em Araraquara (2ª partida do dia)

Olá, amigos!

Dando continuidade à cobertura da primeira rodada do grupo D da 38ª Copa São Paulo, apresentamos o relato do confronto entre Santos FC e a fantástica AA Guarany, de Porto da Folha/SE, acompanhado por Jurandyr, Emerson e Seu Natal, além deste que vos escreve. Se a preliminar transcorreu sob nuvens, o jogo de fundo teve lugar sob uma fria chuva de verão, que custou a cessar. Vamos às fotos oficiais:


Santos FC (sub-19) - Santos/SP. Foto: Emerson Ortunho.


AA Guarany (sub-19) - Porto da Folha/SE. Foto: Emerson Ortunho.


Trio de aritragem, liderados pelo árbitro José Roberto Marques e os auxiliares Douglas Lopes e Rogério Zanardo com os capitães. Foto: Emerson Ortunho.

Novamente, houve tentativa de troca de flâmulas, mas quem faltou foram os nordestinos, uma vez que a equipe santista entregou uma singela peça aos sergipanos, que não retribuíram. Melhor do que nada, valeu a boa intenção, e fica mais uma vez registrado nosso voto saudosista de reativar esse costume. E também fomos prontamente reconhecidos pelo simpático árbitro José Roberto Marques, que fez questão de nos mostrar a moeda "fair play" da FIFA, muito bonita, por sinal, utilizada no tradicional sorteio anterior à partida.


Entrega da flâmula e detalhe da moeda "fair play" da FIFA, usada pelo árbitro José Roberto Marques para fazer o sorteio do jogo. Fotos: Emerson Ortunho.

O Peixe teve um início avassalador, e aos 13 minutos vencia por 2x0: aos 9 minutos, após bela jogada de Alex pela direita, o atacante Tiago Luís abre o marcador; quatro minutos depois, o goleiro Mateus falha incrivelmente após uma cobrança de falta da intermediária, e deixa passar por entre suas mãos um frango histórico.


Em lance de muito azar o goleiro sergipano deixa a bola passar por entre suas mãos com destino às redes. Foto: Estevan Mazzuia.

Quando uma goleada homérica parecia se anunciar, um pênalti é marcado para o Guarany. Geovani bate, mas Samuel impede o gol em um primeiro momento. Consciente, Geovani não desperdiça o rebote e diminui, para susto da maioria santista presente no estádio.


Lance do gol do Guarany. Foto: Emerson Ortunho.

Por volta dos 30 minutos da etapa inicial, o Guarany já havia equilibrado a partida, e quase conseguiu o empate. Na segunda etapa, o jogo permaneceu equilibrado e, por várias vezes, a equipe pauista esteve perto de sofrer o gol. Aos 25 minutos, Bruno amplia de cabeça, trazendo um pouco de alívio à Torcida Jovem.


Ainda no primeiro tempo o eficiente goleiro Samuel evita o empate verde. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 32 minutos, o Santos perde a chance de ampliar, em um gol incrivelmente perdido pelo atacante que, com o goleiro já batido, carimba a bola na trave direita. Aos 35, é a chance do Guarany perder duas chances seguidas: o excelente goleiro Samuel aparece para espalmar, e conta com o auxílio do travessão na conclusão do lance. Aos 40, mais um gol perdido pela equipe alvinegra: cara a cara com o goleiro, atacante santista chuta fraco para a defesa de Mateus.


Bola parada no segundo tempo e calções marrons da equipe santista. Foto: Estevan Mazzuia.

Números finais da partida, Santos 3x1 Guarany, resultado justo que deixa a equipe paulista em condições de amplo favoritismo para a conquista da vaga do grupo. Apesar do susto inicial, entretanto, os garotos sergipanos mostraram força e potencial para surpreender. Afinal, em um torneio de tiro curto como esse, é importante estar de olhos bem abertos para evitar surpresas, que podem ser fatais às equipes mais bem estruturadas, que entraram no torneio para efetivamente conquistar o título.


Vista geral da partida. Foto: Estevan Mazzuia.

Com mais um estádio fantástico, e dois times incríveis na lista, parti com meus amigos em retorno a nossos lares, com a certeza de mais um dever cumprido. A "Copinha" está só começando, e ainda há muitos Jogos Perdidos pela frente.

Abraços

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário