Procure no JP

domingo, 21 de janeiro de 2007

Eliminação grená na Copinha

Bom dia!

Apesar do atraso, motivado por compromissos sociais importantes nesse final-de-semana, eu - The Watcher - posto agora, com muita honra, o segundo jogo em que estive presente na sexta passada. Depois de uma parada no Baetão, aonde o São Bernardo eliminou o Vila Nova, fui direto à cidade de Embu das Artes, para mais uma partida da Copa SP de Juniores.

No Estádio Hermínio Esposito, acompanhei a partida entre Juventus e Fluminense. Não cheguei a tempo de tirar as fotos dos times posados, mas mesmo assim cheguei com folga para ver o jogo desde seu início. Lá encontrei o JR (ex-Jandir) e o David, suando pela arquibancada do estádio.

Vi um bom jogo, em que o time da Móoca começou muito melhor, e com cinco minutos já tinha perdido duas ótimas chances, uma com Denílson e outra com Bruno Andrade. As duas chances tiveram grande participação do goleiro do Flu, Alessandro.


Falta para o Juventus no primeiro tempo de partida. Foto: The Watcher.

O Fluminense era dominado pelo onze grená, e não dava mostras de um grande futebol. Nem de sombra era o time que tinha ganho seus quatro jogos até ali no campeonato. O Juventus fazia um bom jogo, mas como estamos falando de Juventus, criar chances e não marcar pode se tornar algo muito complicado.


Ataque grená no começo do segundo tempo. Foto: The Watcher.

O jogo foi para seu intervalo sem a abertura de contagem. Aproveitamos o tempo livre para jogarmos conversa fora, já que não encontrava meus amigos do JP fazia tempo. Fica registrado que muita água foi consumida nesses 15 minutos, graças ao insuportável calor por lá.


Cruzamento perigosíssimo dentro da área do Fluminense. Foto: The Watcher.

O segundo tempo começou com um castigo para o clube da Móoca. Logo no primeiro minuto, o jogador Felipe fez boa jogada pela linha de fundo, e cruzou na cabeça de Léo Itaperuna. Ele, de peixinho, deixou os cariocas na frente, no melhor estilo "quem não faz, toma".


Escanteio para o Juventus em que o goleiro do Flu, Alessandro, quase entrega o ouro. Foto: The Watcher.

O Juventus então se lançou de vez ao ataque e teve o amplo domínio territorial, mas não criava chances. Com um preciosismo irritante, os grenás perdiam e perdiam chances de empatar a partida, deixando toda a torcida - em um ótimo número - nervosa e pedindo a cabeça de alguns jogadores juventinos, mais preocupados em dar show do que jogar um futebol mais preciso.

O time do Juventus foi perdendo chances, e as poucas vezes em que a bola chegava no gol, o goleiro Alessandro fazia belas defesas e já deixava claro que era o nome do jogo. O tempo passava e a vitória parecia predestinada ao onze carioca.


Jogada de ataque do Juventus com a grande torcida presente acompanhando o lance. Foto: The Watcher.

Mas como no jogo de manhã, o final da partida nos reservava muitas surpresas. Aos 46 minutos, milagrosamente e dramaticamente, o Juventus empatou o jogo. Após escanteio, o jogador Júnior, com um belo chute, colocou a bola no ângulo de Alessandro, que ainda tocou na bola. Jogo empatado e mesmo perdendo mais uma boa chance para virar o jogo, a partida acabou sendo decidida nos penais.


Antes e depois da cobrança dos pênaltis: uma moça com blusinha minúscula e pernas de fora fazendo o pessoal até esquecer do jogo. E o placar final nas cobranças de pênaltis. Fotos: The Watcher.

Mas a estrela juventina parou de brilhar nessas cobranças. O time perdeu dois pênaltis, sendo o último deles desperdiçado pelo seu goleiro e o Fluminense, mesmo sem merecer tanto, acabou levando a vaga.

Final de jogo: Juventus 1 (3) - 1 (4) Fluminense. O time carioca se classificou à fase seguinte, mas nesse domingo acabou sendo eliminado perdendo seu jogo para o São Paulo. Pena para o onze grená, que se tivesse caprichado, poderia ter chegado mais longe na Copinha. Foi a segunda eliminação seguida do Juventus nos penais.

Por aqui me despeço dos amigos do JOGOS PERDIDOS, mais uma vez agradecendo o espaço!

Excelsior

The Watcher

Nenhum comentário:

Postar um comentário