Procure no JP

segunda-feira, 1 de agosto de 2005

Paulista 2ªdivisão em Campinas e Capivari

Fala povo!

Conforme disse no post anterior, ontem tivemos mais uma rodada do Clube dos Doentes. E posso considerar que esse foi um dos ESPECIAIS DO ANO, já que estivemos em Campinas e depois, correndo para poder chegar na hora, em Capivari. Tudo para acompanhar a nossa querida Segunda Divisão do Paulistão.


Tickets de pedágios, passagens de ônibus, ingressos antigos... tudo para poder incluir mais um time novo na Lista.

Na sessão matinal estavam eu, o Emerson e o David. Na sessão vespertina só eu e o David continuamos no esquema, já que o Emerson teve que voltar pra capital. Nessa brincadeira perdemos a exibição ao vivo da nossa fantástica reportagem no Esporte Espetacular. (Amanhã tem um post especial com imagens da magnânima matéria).

Caindo da cama cedinho, fomos até a cidade de Campinas para acompanhar o jogo entre Campinas e Jabaquara, válido pela Segunda Fase da 2ª Divisão. Sempre é o maior prazer acompanhar algum jogo no maravilhoso estádio da Mogiana, atualmente conhecido como CERECAMP. Respirando história, ainda ficamos ao lado da cabine (?) da Rede Vida, que transmitiu o jogo ao vivo.


Lance no meio de campo ainda no primeiro tempo do jogo. Foto: Fernando Martinez.

O jogo foi bem sem graça. O Jabaquara ainda começou a partida bem, equilibrando as forças com a equipe de Campinas, mas aos poucos foi perdendo espaço e com isso o Campinas acabou dominando por completo as ações até o final do primeiro tempo. O goleiro Adriano ainda fez duas belíssimas defesas.

Na segunda etapa a situação foi EXATAMENTE a mesma: Campinas no ataque e Jabaquara se defendendo como podia. Pena que aí, aos quarenta minutos eu e o David tivemos que ir embora para poder pegar o ônibus para Capivari, que saía a uma da tarde da rodoviária. Como tinha cantado a bola durante toda a semana, perdemos o gol (merecido) do Campinas, aos 45 minutos. Final de jogo: Campinas 1-0 Jabaquara, e o Jabuca quase eliminado.


Lance do Segundo tempo do jogo entre Campinas e Jabaquara. Foto: Fernando Martinez.


Zaga do Campinas afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez. [110411]

Bom, aí vamos para a segunda parte. Eu e o David fizemos uma agradabilíssima viagem para a cidade de Capivari, para acompanhar o jogo entre Capivariano e Osvaldo Cruz. O time visitante era uma pedra no sapato desse que vos escreve, já que o perdi no ano passado e achei que esse ano a história seria a mesma... ainda bem que eles acabaram se classificando.

A viagem de Campinas para Capivari é tranqüila, e ainda por cima passamos dentro da cidade de Monte Mor. Cidadezinha mais do que agradável e tranqüila. Mas o fato que merece destaque é que o ônibus passa na frente do estádio do Monte Mor. O Milton já viu esse time, num jogo contra o Parque da Moóca no campo do Vila dos Operários, aqui na capital.


Entrada da cidade de Capivari/SP. Foto: Fernando Martinez.


Placa indicando o grande clássico. Acredito que era a única na cidade. Foto: Fernando Martinez.

Bom, chegando em Capivari e com um calor chatíssimo, andamos por alguns bons minutos numa subida para chegar ao belo Estádio Carlos Colnaghi. Já tinha ido lá uma vez, em 2001, numa rodada perdida da Copa SP de Juniores e desde então não tinha mais voltado. O David já tinha ido esse ano para ver o jogo Capivariano x Radium. E, mais uma vez, já chegamos e entramos no campo, para tirarmos as belas fotos dos times posados:


Capivariano F. C. – Capivari / SP. Foto: Fernando Martinez.


Osvaldo Cruz F. C. – Osvaldo Cruz / SP. Foto: Fernando Martinez.

Detalhe para o fato que os jogadores do Osvaldo Cruz nos reconheceram por causa da reportagem no EE! Genial, daqui a pouco estaremos dando autógrafos por aí...(he he!)

Falando em relação ao jogo, apesar do resultado final, ele foi muito, mas muito bom. Inúmeras chances perdidas dos dois lados, e a cada dez minutos o domínio das ações mudava de lado... esses dois times mostraram bem a que vieram nessa fase e ambos tem boas chances de classificação.


Bola na trave do Osvaldo Cruz, numa bela chance perdida pela equipe do Capivariano no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Chegada do time local pela direita. Foto: Fernando Martinez. [110411]

No intervalo aproveitamos e fomos nos abastecer com suquinhos Pitchula, sorvetes naturalíssimos de nata, refrigerantes Xereta e salgadinhos que nem marca tinham. Aqui aproveito e deixo uma dica, faça igual ao Clube dos Doentes, só consuma produtos naturais.

No segundo tempo a levada do jogo foi a mesma, mas os gols perdidos foram ainda mais absurdos. Pelo menos por duas vezes cada time perdeu gols feitos, para desespero das comissões técnicas, torcidas e até para os repórteres, que ficam torcendo e gritando o jogo todo. Genial!


Escanteio para o time da casa no segundo tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

E ficou assim mesmo, 0 a 0. Mas poderia ter sido um 3 a 3 ou até mesmo um 4 a 4. Resultado final da viagem: 330 km percorridos, 50 pilas gastas, canseira até agora e nenhum gol visto. A volta foi aquela coisa... cansados e exaustos ainda tivemos que fazer o caminho inverso de Capivari até Campinas, e depois voltar num ônibus lotado até SP. Saímos daqui às nove da manhã e chegamos às nove da noite... mas posso garantir que valeu a pena!

Então é isso, mais um ESPECIAL DO ANO aqui do Clube dos Doentes para vocês. Nesse fim-de-semana ainda teremos mais. E quarta e sexta temos rodadas do Brasileiro séries A e B. Fiquem ligados.

Abraços

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário