Procure no JP

segunda-feira, 22 de maio de 2006

União Suzano' Overdose (parte 2 de 3)

Fala aí!

Bom, depois do primeiro jogo entre Corinthians e União Suzano pelo Campeonato Paulista sub-15, agora era a vez do jogo da categoria sub-17. Tentei mais uma vez as exclusivas fotos dos times posados, mas dessa vez não consegui por algo estranho e que não entendi direito: na hora em que os times entraram no campo, e que estavam prontos para posar, começou a conferência dos registros dos jogadores por parte dos auxiliares. Na correria, não consegui as fotos, pois senão o jogo atrasaria demais.

Só achei esquisito a conferência na hora em que os times se alinhavam em campo. Fica a dúvida: Não daria pra isso ter sido feito no vestiário? Antes dos times entrarem em campo? Em algum outro momento? Mas faz parte, e eu e o Mílton fomos garantir o nosso lugar nas cheias arquibancadas do CT de Itaquera.


Cruzamento corintiano para dentro da área do União Suzano, no segundo tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Como todo mundo já estava escolado pela primeira partida, o faro de goleada de todos os torcedores alvinegros ficou meio comprometido. Só melhorou um pouco logo no primeiro gol corintiano, antes do primeiro minuto de jogo. Mas pelo resto do primeiro tempo o faro falhou, e o time nada fez para que achássemos que nosso faro estava bom. Mesmo com a marcação do segundo gol, o time fez uma partida péssima.

O intervalo veio para nos animar um pouquinho, regados à Guaraná Convenção e Biscoitos de Polvilho sensacionais. Tudo isso num vendedor improvisado na entrada do CT. Mais tosqueira impossível.


Bola em que o time alvinegro quase marca mais um no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

No segundo tempo, quando ninguém esperava mais nada do jogo, o time corintiano voltou com o 220 ligado e mostrou como se joga uma belíssima partida. Eles devem ter tomado uma bronca fantástica nos 15 minutos, pois com cinco minutos dessa segunda etapa, o time já tinha marcado três gols e queria mais.


Jogadores corintianos possuídos por alguma força no segundo tempo, tentam mais gols, sem dó do time suzanense. Foto: Fernando Martinez.

De um jeito que não estamos acostumados, o time se lançou de forma insaciável ao ataque, deixando o União Suzano perdido em campo, e sofrendo demais com os atacantes do alvinegro. De forma mais do que natural, o time do Parque São Jorge foi marcando seus gols, um atrás do outro, e sem desmorecer por nenhum momento.

Quatro, cinco, seis, sete, oito... os gols eram marcados de forma fácil e mesmo perdendo boas chances não havia desânimo. Aos 32 minutos marcou o nono gol, mas o Mílton (que em 36 anos e 3 mil jogos nunca viu algum time marcar 9 gols numa partida de futebol no estádio) não tinha esperanças de que acabaria com esse tabu. E não acabou mesmo, pois aos 36, o time marcou o décimo gol.


Lance do nono ou décimo gol (impossível lembrar) do Corinthians no massacre acontecido no CT de Itaquera contra o União Suzano. Foto: Fernando Martinez.

Eu, que nunca vi um time marcar 10 gols numa partida, já estava comemorando a MINHA quebra de tabu. Mas depender disso com a vontade de gols do time alvinegro era difícil. E nos acréscimos, faltando 30 segundos para o término do meu jejum, o time marcou o décimo-primeiro gol e fechou o massacre.

Final de jogo: Corinthians 11-0 União Suzano. Isso mesmo, 11 a 0 ! Igualei (junto com o Mílton) o segundo maior placar já visto em estádio (NR: O maior foi no jogo Corinthians 14-0 Barcelona pelo sub-15 de 2005, e o segundo o Corinthians 11-0 Elosport também pelo sub-15 do ano passado. Ambos os jogos devidamente registrados aqui no blog). Valeu a pena. Mesmo com essa bucha na moleira, mais uma vez o USAC mostrou hombridade, não batendo e nem perdendo a esportiva. Nota 10 para o comportamento dos atletas do time suzanense!

Voltando de lá, estava tudo pronto para curtir o duplo acesso do GRB e do Guaratinguetá, mas forças ocultas impediram a minha presença nesse jogo histórico. à noite também perdi o acesso do Rio Claro, já que tive show com o The Jenniffers.

Voltei a campo no domingo, para fechar a minha trilogia pessoal com o União Suzano. Até lá...

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário