Procure no JP

quarta-feira, 10 de maio de 2006

JOGOS PERDIDOS no Chile

Olá,

Como voces já devem ter visto no post, no último dia 21 de abril eu contraí matromônio e no dia seguinte segui minha viagem de lua-de-mel com destino às cidades de Santiago e Buenos Aires. A primeira parada foi na capital chilena e dentre todas as atividades que fiz a que mais nos interessa é em relação ao futebol.

No domingo, dia 23 de abril, haviam quatro jogos que poderia escolher, sendo dois da primeira divisão, entre eles o clássico Universidad Católica e Colo-Colo, e dois da terceira. É claro que a partida escolhida foi da quarta divisão, sendo ela Deportes Cerro Navia X Club Social y Deportivo Cristiano Hosanna, um verdadeiro jogo perdido.


Em primeiro lugar procurei me informar a localização exata do Estádio Modelo de Pudahuel (um bairro na periferia de Santiago). O recepcionista do hotel onde eu estava ainda tentou me convencer a não ir ao local, pois se trataria de uma região perigosa da cidade. Obviamente eu nem dei bola para o aviso e segui até o estádio sem maiores problemas, que por sinal tem ume bela vista da Cordilheira dos Andes ao fundo.


Vista geral do estádio de Pudahuel, com a Cordilheira dos Andes ao fundo. Foto: Victor Minhoto.

Cabe aqui esclarecer que o Hosanna é uma equipe de futebol fundada por uma Igreja Evangélica, daí seu nome. Já Cerro Navia é o nome de um bairro de Santiago vizinho a Pudahuel, onde manda seus jogos. Como este é o primeiro ano do Cerro Navia, nem mesmo o site http://www.terceradivision.cl/ tem o escudo da equipe. Ou seja, o escudinho do time é uma exclusividade na internet que o JOGOS PERDIDOS leva a vocês.


Agora no tamanho GG e em primeiríssima mão, o escudinho do Cerro Navia do Chile. Foto: Victor Minhoto.


Detalhe do uniforme do Hosanna. Foto: Victor Minhoto.

Ao chegar no estádio já imaginava que seria um jogo fácil para a equipe do Hosanna, afinal o Cerro Navia havia perdido seus dois primeiros jogos, incluindo uma derrota de 7x1 para a Universidad de Chile-B. Entretanto, logo na sua primeira jogada, aproveitando uma desatenção da defesa do Hosanna a equipe mandante abriu o marcador.

Porém, foi só, pois um minuto depois o Hosanna empatou a partida após seu atancante entrar na área adversária sem nenhuma marcação e chutar rasteiro pelo meio das pernas do goleiro do Cerro Navia.

Daí em diante o que se viu foi um completo domínio das ações por parte do Hosanna, não tanto pela sua razoável qualidade (para os padrões de uma terceira divisão), mas sim pela total ausência de capacidade técnica e tática da equipe mandante. O Cerro Navia parecia mais um time formado por amigos de um bairro que se reunem aos domingos do que uma equipe que disputa um campeonato oficial.


Bola com jogador do Cerro Navia, em uma disputa de bola na lateral. Foto: Victor Minhoto.

Alguns minutos depois, em uma bela cobrança de falta o Hosanna virou a partida e somente não ampliou o marcador ainda no primeiro tempo em razão de ter tentado várias vezes entrar tabelando pelo meio da área adversária, onde havia um bolo de jogadores do Cerro Navia, além do que a qualidade do gramado também é não ser lá essas coisas. Assim, o jogo foi para o intervalo apontando 2x1 para o Hosanna.


Detalhe do segundo gol do time do Hosanna, muito superior ao Cerro Navia. Foto: Victor Minhoto.

No segundo tempo o Hosanna voltou um pouco mais organizado em campo e o Cerro Navia, além de mais perdido, apresentava evidentes sinais de cansaço, o que tornou o jogo ainda mais fácil.

Mesmo em ritmo de treino o Hosanna foi fazendo seus gols em jogadas trabalhadas pelo meio da área, e não pelas pontas, o que demonstra a péssima qualidade da time da casa. Para se ter uma idéia, os jogadores do Cerro Navia erravam praticamente todos os passes, até mesmo os de curta distância, mal conseguiam dominar e até mesmo erravam a bola no hora do chute.

Logo no início do segundo tempo o Hosanna marcou seu terceiro gol após o baixinho goleiro do Cerro Navia soltar uma bola facilmente defensável nos pés do atancante da equipe visitante. Como o jogo estava muito fácil o técnico do Hosanna fez todas as modificações permitidas, sendo que os atletas que entraram em campo mostraram mais ânimo, e na metade do segundo tempo marcaram dois gols seguidos em jogadas semelhantes, como já dito, em tabelas na frente da zaga do Cerro Navia.


Lance do quarto gol do time visitante, mostrando que os donos da casa são bastante limitados tecnicamente. Foto: Victor Minhoto.

Já tendo feito cinco gols o Hosanna diminuiu o ritmo e passou a tocar a bola, mesmo assim ainda acertou duas vezes a trave adversária, e no finalzinho da partida marcou o último gol. Resultado final Cerro Navia 1x6 Hosanna.

Como esta foi apenas a terceira rodada do campeonato podemos concluir que a torcida (se é que ela existe) do Cerro Navia terá muitos sofrimentos pela frente, sendo o favorito para terminar não só em último lugar no grupo 4, como também na classificação geral. Fazendo uma comparação com o futebol brasileiro, podemos afirmar sem dúvida nenhuma que o Hosanna não teria condições de disputar com intenção de vencer a 2º divisão do Campeonato Paulista. Já o Cerro Navia dificilmente jogaria de forma honrosa qualquer campeonato amador do Brasil.

Em seguida voltei completamente satisfeito para o hotel e fiquei no aguardo da segunda parte futebolística da minha lua-de-mel, agora na Argentina como contarei em breve.

Victor

Nenhum comentário:

Postar um comentário