Procure no JP

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

JP no Sul-Americano Feminino sub-17: Vitória boliviana em cima do Equador

Fala pessoal!

Na quinta-feira tivemos a quarta rodada do Grupo A do Campeonato Sul-Americano Feminino sub-17 no Estádio Nicolau Alayon, campo do Nacional AC. O campo do time paulistano foi palco do duelo entre as Seleções da Bolívia e do Equador, e dessa vez acompanhei a rodada sem a presença de mais nenhum membro do JP.

Para evitar problemas nos sempre complicados serviços de transporte de São Paulo, saí muito cedo de casa e cerca de meia hora antes do horário marcado para a partida já estava nas dependências do clube. E como tem acontecido nesse campeonato, fiz as fotos das equipes sem nenhum problema:


Seleção Feminina da Bolívia (sub-17). Foto: Fernando Martinez.


Seleção Feminina do Equador (sub-17). Foto: Fernando Martinez.

Depois de tomar 15 gols na moleira na partida anterior contra o Brasil, as equatorianas esperavam apagar um pouco da má impressão deixada nessa partida contra as bolivianas. Mas o time da terra de Evo Morales dependia de uma vitória para continuar com o sonho da classificação ainda vivo. Para o primeiro tempo, aproveitando que o sol ficou escondido por uma chuva caiu fora de hora, fui acompanhar o ataque da Bolívia.


Ataque boliviano pela direita no começo de partida. Foto: Fernando Martinez.


Zaga do Equador afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez.

A seleção boliviana foi superior ao time do Equador durante todo o primeiro tempo, mas as suas atacantes perderam gols demais, principalmente com a jogadora Sdenka, que perdeu duas oportunidades incríveis. As equatorianas não esboçaram nenhuma boa jogada e só não foram para o intervalo com a derrota pela incompetência ofensiva do time verde.


Uma das boas chances desperdiçadas pela Bolívia na primeira etapa, com a atacante Sdenka. Foto: Fernando Martinez.


Escanteio para a Bolívia no final do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo o sol ardido voltou ao Nicolau Alayon e fui assistir o segundo tempo das cabines de imprensa do estádio. O amigo Rodrigo Colucci também me acompanhou até lá e vimos um tempo final bastante animado no gramado. E de tanto insistir, a Bolívia chegou ao seu gol aos 13 minutos dessa segunda etapa, em chute forte da jogadora Zenteno, vencendo a arqueira Gladys Montoya.


Cruzamento para dentro da área do Equador feito pela melhor jogadora do time, a camisa 10 Zenteno. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe de lance no meio de campo. Foto: Fernando Martinez.

Após o 1x0 no marcador, a Bolívia continuou tentando fazer mais gols, que poderiam ajudar muito para o saldo de gols numa eventual disputa de vaga contra a seleção do Paraguai. O Equador se limitava a tirar as bolas de dentro da sua área, e mesmo assim as bolivianas não conseguiram aproveitar o momento graças à já citada inoperância ofensiva. A equipe ainda correu o risco de sofrer o empate num rápido ataque equatoriano pela direita, aonde a jogadora Torres chutou e a bola passou raspando a trave direita da goleira Del Carmem.


A única chance do Equador no jogo, em bola que tirou tinta da trave direita. Foto: Fernando Martinez.

Mas no final da partida não tivemos surpresas: Bolívia 1-0 Equador. O resultado deixou as bolivianas com seis pontos na tábua de classificação, e agora o time torceria por uma derrota paraguaia, de preferência por uma grande margem de gols, contra as brasileiras para jogar o confronto direto do sábado com vantagem. E justamente o jogo da seleção canarinho veio após a vitória da Bolívia.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário