Procure no JP

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

No primeiro jogo de 2010, vitória do Cruzeiro na abertura da Copa São Paulo

Fala pessoal!

E começou o ano de 2010 aqui no JOGOS PERDIDOS! E como sempre, mais um ano se inicia com a genial Copa São Paulo de Futebol Júnior, esse ano na sua 41ª edição. Para a primeira rodada dupla do campeonato e do ano, seguimos até a cidade de Taboão da Serra, aonde o Grupo A tem sua sede. Na primeira peleja do dia, Cruzeiro e São José de Porto Alegre, o famoso "Zequinha", duelaram em busca dos primeiros três pontos. O palco dos jogos desse grupo é o Estádio Vereador José Ferez.

Esse ano a Copa São Paulo tem seu recorde de participantes, 92 divididos em 23 sedes. Temos presença de equipes de todos os estados do Brasil e a volta de um time estrangeiro ao Brasil, o Al Hilal, da Arábia Saudita. Particularmente eu acho que deveríamos ter mais sedes na capital paulista, mas o que vale é que todos os anos na Copinha temos chance de matar times nunca antes imaginados. Graças ao fantástico torneio, já tive a chance de ver pérolas como o Santa Inês/MA, Oratório/AP, Cachoeiro/ES, Auto Esporte/PB, entre outros.

E para a primeira jornada, o Orlando, o David e o "quase-aposentado-em-2010" seu Natal também foram junto comigo para a cidade da Grande São Paulo. Chegamos cedo, e em virtude disso já conseguimos facilmente nosso credenciamento dentro do campo para as fotos oficiais dos times e do trio de arbitragem. Antes dessa primeira partida também tivemos um evento que marcou a abertura oficial da Copinha. O prefeito da cidade e mais figuras políticas da região discursaram e também tivemos o já tradicional Hino Nacional Brasileiro, na voz de uma cantora presente no estádio, junto com o Hino da FPF.


Cerimônia de abertura da Copa São Paulo 2010 com o hasteamento das bandeiras de São Paulo, do Brasil e do Taboão da Serra. Ao lado, o Hino Nacional Brasileiro sendo executado por uma bela cantora local. Fotos: Orlando Lacanna.

Depois de toda a cerimônia, e com muita dificuldade, os times finalmente posaram para as lentes do blog. Mas graças ao atraso da partida, se não estivéssemos em dois dentro do campo, não teríamos as duas fotos aqui. Graças a isso, a foto do time gaúcho é exclusividade do JOGOS PERDIDOS.


Cruzeiro EC (sub-18) - Belo Horizonte/MG. Foto: Orlando Lacanna.


EC São José (sub-18) - Porto Alegre/RS. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem da partida com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

O time cruzeirense entrava como absoluto favorito dessa partida, pois é um dos candidatos ao título desse ano. Nos últimos três anos, a equipe foi campeã em 2007, 10º lugar em 2008 e 6º lugar na edição do ano passado. Nesses últimos três torneios o time perdeu apenas uma partida, o que mostra a força da equipe na sua categoria de base. Já o Zequinha joga sua quarta Copa São Paulo consecutiva, e busca passar de fase pela segunda vez na sua história. A melhor colocação do clube até hoje foi o 26ºlugar em 2009.

Após as fotos, eu e o Orlando ficamos em lados opostos do campo, acompanhando o ataque das duas equipes. Dei sorte e acabei acompanhando o poderoso ataque da Raposa durante o tempo inicial. Desde os primeiros momentos o time do Cruzeiro dominou as ações da partida. A equipe gaúcha não conseguia parar o ataque adversário, mas faltava o time mineiro acertar o pé nas finalizações para chegar logo ao seu primeiro gol.


Chegada forte do Cruzeiro pela direita do seu ataque. Foto: Fernando Martinez.


Zagueiro cruzeirense protegendo a bola de investida de jogador gaúcho. Foto: Orlando Lacanna.

Mas finalmente aos 27 minutos a equipe cruzeirense marcou o primeiro em tento do camisa 17 Alan. Ele recebeu bom passe dentro da área e tocou na saída do goleiro para fazer o primeiro gol da Copa São Paulo 2010. Após sofrer o gol o São José tentou surpreender de alguma forma o time do Cruzeiro, mas somente aos 42 minutos teve sua primeira e perigosíssima chance de deixar tudo igual, numa cabeçada que tirou tinta da trave esquerda do goleiro Gabriel.


Única chance do São José/RS no primeiro tempo, mas que tirou tinta da trave defendida pelo goleiro Gabriel. Foto: Orlando Lacanna.

E passando esse susto, o Cruzeiro resolveu parar de perder gols e definiu a partida em três minutos. Aos 43, num belo cruzamento de Sebá pela esquerda, o jogador Élber se adiantou ao goleiro gaúcho e fez o segundo. Aos 45 um belo gol de Éber da intermediária fechou o placar da primeira etapa da partida.


Cruzamento do jogador Sebá que originou o segundo gol do Cruzeiro. Foto: Fernando Martinez.


Belo chute do camisa 8 Éber da intermediária, o terceiro do time mineiro. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo, eu fui me abastecer com muita, mas muita água mesmo, já que o tempo estava muito abafado em Taboão da Serra. E desisti de ficar dentro do campo de jogo logo nos primeiros minutos da segunda etapa graças ao forte sol que resolveu dar as caras por lá. Uma providencial sombra debaixo de uma árvore do lado de fora do campo me salvou e me ajudou a ficar na boa durante o restante do jogo.


Zaga do Zequinha afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez.

Logo aos 2 minutos do segundo tempo, mais uma vez o Cruzeiro chegou forte e acabou fazendo o quarto gol do jogo. E foi uma pintura de gol do camisa 16 Élber, que driblou dois zagueiros e o goleiro para tocar para o fundo das redes. Aos 15 mais um gol dos mineiros com o camisa 9 Sebá fazendo bela jogada individual pela direita e chutando sem defesa para o goleiro do Zequinha.


Momento do chute do jogador Élber, o quarto do time do Cruzeiro e o mais belo do dia. Foto: Fernando Martinez.


Cruzamento cruzeirense pela direita. Foto: Fernando Martinez.

E talvez para se poupar para as duas próximas partidas, a Raposa só administrou o jogo durante o restante do tempo. O São José se lançou ao ataque pelo menos para fazer seu gol de honra, mas o mais perto que chegou foi num gol aos 30 minutos que foi anulado pela arbitragem. Tirando isso, o jogo foi sossegado até o apito final.

Final de partida: Cruzeiro 5-0 São José/RS, Bela vitória do time mineiro por grande margem de gols. Definitivamente a equipe azul é uma das favoritas ao título da Copa São Paulo em 2010. Ao São José, resta levar seus dois jogos com a mesma seriedade que encarou o jogo contra os mineiros para talvez conseguir o milagre de uma eventual classificação. E após esse jogo foi a vez dos donos da casa estrearem no campeonato.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário