Procure no JP

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

São José consegue primeira vitória na Série A2

Olá,

Depois de ter acompanhado a partida Atlético Sorocaba x Linense, realizada no último sábado à tarde em Sorocaba, no domingo pela manhã rumei com destino à segunda maior cidade do estado de São Paulo, que é Guarulhos, para conferir a partida A.A. Flamengo x São José E.C., realizada no Estádio Antônio Soares de Oliveira, valendo pela quarta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2

Essa partida reuniu duas equipes que não conseguiram bons resultados nas três primeiras rodadas, sendo que o Flamengo estava na 14ª posição com 3 pontos, frutos de uma única vitória, tendo sido derrotado nas outras duas partidas. A posição do São José era pior, pois estava na 17ª colocação com apenas 2 pontos, conseguidos com dois empates. Diante desse quadro, a conquista dos três pontos por uma ou outra equipe, era de suma importância para tentarem embalar na competição e brigarem pela classificação para a segunda fase. 

Cheguei ao estádio com muita rapidez e depois dos cumprimentos de praxe, me postei à beira do gramado, aguardando a entrada dos times e dos árbitros que posaram para as lentes do JP, cujas fotos estão abaixo: 


A.A. Flamengo - Guarulhos/SP. Foto: Orlando Lacanna.


São José E.C. - São José dos Campos/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Anderson Andrade Pires, os assistentes Gustavo Chacon Moreno e Alexandre David e o quarto árbitro Vinícius Gonçalves Araújo junto com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Tão logo o árbitro autorizou o início da partida, as equipes se lançaram com muita disposição na busca do primeiro gol e, quem quase chegou a abrir a contagem, aos 14 minutos, foi o São José, nos pés de Cleberson que perdeu um dos gols mais feitos que eu já vi, pois recebeu um presentão do goleiro Paulão, ao soltar uma bola à sua frente e, com a meta escancarada, chutou contra o poste esquerdo. Ninguém acreditou no que tinha acabado de ver. Foi incrível.


Goleiro Paulão fazendo a defesa, mas depois largou a bola nos pés de Cleberson. Foto: Orlando Lacanna. 

A partida vinha numa boa movimentação, com o time do Vale do Paraíba demonstrando mais apetite para ir ao ataque, tanto que, aos 18 minutos, o mesmo Cleberson desperdiçou outra boa chance, ao fazer o giro em cima da zaga no interior da área, porém na hora da conclusão, mandou a bola por cima do travessão.

Apesar do esforço do Flamengo, o gol do São José estava amadurecendo, sendo que na marca dos 22 minutos, o camisa 11 Rodriguinho cobrou pênalti com perfeição e colocou a "Águia do Vale" à frente no marcador. Sete minutos depois, a vantagem joseense quase foi aumentada, com o avante Cleberson colocando outra bola no poste esquerdo da meta flamenguista. Parece que não era dia do atacante.


Cobrança de pênalti por Rodriguinho abrindo o placar para o São José. Foto: Orlando Lacanna. 


Bola voltando para o campo de jogo após se chocar contra o poste esquerdo da meta de Paulão. Foto: Orlando Lacanna.

Com o passar do tempo, o Flamengo foi se assentando no campo de ataque e, aos 40 minutos, chegou à igualdade no marcador, através de um gol marcado pelo camisa 11 Luiz Carlos. Não houve tempo nem para comemorar, uma vez que, aos 42 minutos, o São José voltou a ficar à frente no placar, com mais um gol marcado por Rodriguinho, sendo que agora foi o São José que não teve tempo de comemorar, pois o Flamengo voltou a empatar, aos 44 minutos, em outro gol anotado por Luiz Carlos, levando para o intervalo o empate em dois gols, fechando um primeiro tempo emocionante que teve no seu final, a marcação de três gols em apenas quatro minutos. 


Ação ofensiva do Flamengo no fim do primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo pensei em ir à lanchonete do estádio para tomar uma água, mas quando estava deixando o gramado, me dei conta da falta de um acessório da máquina fotográfica que estava usando. Mudei meus planos e saí procurando o que havia perdido e, para minha sorte, encontrei o bendito acessório caído num canto do gramado. Ainda bem que achei, mas fiquei sem tomar a minha água.

Bem, voltando ao jogo, a segunda etapa começou quente, tanto que, logo aos 4 minutos, o avante Rodriguinho marcou pela terceira vez, recolocando o São José em vantagem. Até aquele momento, haviam sido marcados cinco gols, todos pelo dois atletas que envergavam a camisa 11 do seu respectivo time. 


Bola estufando a rede flamenguista no terceiro gol joseense. Foto: Orlando Lacanna. 

Do vigésimo minuto em diante, a segunda etapa passou a ser disputada num ritmo menos veloz, provavelmente por conta do forte calor, combinado com o início de temporada e, dessa maneira, as jogadas de ataque não ocorreram com tanta frequência, mas ainda aconteceram algumas, tendo o time do São José, criado dois bons momentos, aos 22 e 46 minutos, através de conclusões de Roberto e Renato Santiago que levaram perigo à meta guarulhense. O melhor momento do Flamengo ocorreu aos 35 minutos, numa jogada que nasceu de um cruzamento rasante da esquerda, com o avante Bruninho chegando atrasado no lance.


Cruzamento na área do São José na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.


Agora uma tentativa de ataque do São José também no segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna. 

No finalzinho da partida, o Flamengo teve o atleta Marquinhos expulso por ter recebido o segundo cartão amarelo. Depois de mais alguns minutos de bola rolando, o jogo foi encerrado com o marcador mostrando Flamengo 2 - 3 São José, que representou a primeira vitória do time joseense na competição, deixando-o na 11ª colocação com 5 pontos. Quanto ao Flamengo, a derrota piorou a sua posição na tabela de classificação, pois permaneceu com os mesmos 3 pontos, mas agora na 15ª colocação, se aproximando perigosamente da zona de rebaixamento.

Fim de jogo e rápido retorno a São Paulo para um bom descanso, uma vez que, no feriado da segunda-feira pela manhã, iria rolar a decisão da Copinha no Pacaembu e, obviamente, o JP não poderia faltar. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário