Procure no JP

sábado, 9 de janeiro de 2010

Primeira Camisa mantém liderança do Grupo F da Copinha

Olá,

Dando prosseguimento à cobertura da 41ª Copa São Paulo de Futebol Júnior, trilhando na linha de apresentar o maior número possível de participantes e grupos, a pedida dessa vez foi seguir, na última quinta-feira à tarde, até a importante cidade de São Bernardo do Campo, mais precisamente ao Estádio Humberto de Alencar Castelo Branco, popularmente conhecido como "Baetão", para acompanhar a segunda rodada dupla do Grupo F da competição. A partida de abertura colocou frente a frente as equipes do F.C. Primeira Camisa da cidade paulista de São José dos Campos e o tradicional Fluminense F.C. do Rio de Janeiro.

Como tem sido uma marca registrada do JP, começo apresentando os craques que iniciaram a partida e o trio de arbitragem, através das fotos abaixo:


F.C. Primeira Camisa (Sub-18) - São José dos Campos/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Fluminense F.C. (Sub-18) - Rio de Janeiro/RJ. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Essa partida envolvia os dois times que venceram na primeira rodada, sendo que o time paulista derrotou o São Bernardo por 3 a 0, enquanto os cariocas venceram o XV de Jaú por 1 a 0. Dessa maneira, o time joseense entrava em campo como líder do grupo por possuir um melhor saldo de gols. Como o Tricolor das Laranjeiras tinha que vencer para assumir a liderança do grupo, saiu com tudo para o ataque, visando a abertura do placar no início da partida, tanto que, nos dez primeiros minutos, praticamente só deu Fluminense atacando, tendo conseguido três escanteios consecutivos.


Um dos ataques carioca no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Passando o sufoco inicial, o Primeira Camisa foi equilibrando as ações e passou a incomodar a defesa carioca. Aos 18 minutos, os paulistas abriram a contagem, através do zagueiro Dênis que desviou para o fundo da meta carioca uma bola ajeitada de cabeça pelo seu companheiro Gabriel, após cobrança de escanteio pela direita.


Momento exato do desvio de Dênis no primeiro gol paulista. Foto: Orlando Lacanna.

O Fluminense reagiu rapidamente, pois em apenas seis minutos, conseguiu virar o placar, graças aos gols marcados aos 21 e 24 minutos, por intermédio de Wellington e Gean respectivamente em jogadas desenvolvidas pelo lado direito do ataque.


Segundo gol carioca anotado por Gean. Foto: Orlando Lacanna.

A partida rolava num ritmo super agradável, com os dois times apresentando um bom futebol e jogando para frente. Nesse contexto o placar poderia ser alterado a qualquer momento e, não deu outra, uma vez que, na marca dos 36 minutos, o Primeira Camisa chegou ao empate, num bonito gol do avante Yago, que se antecipou ao zagueiro e, com muita categoria, desviou do goleiro uma bola cruzada da esquerda.

Apesar dos quatro gols marcados, o jogo continuava lá e cá, com as chances se sucedendo de lado a lado, sendo que a maior delas ocorreu aos 43 minutos, a favor do Fluminense que só não marcou, graças ao goleiro Pedro Henrique que praticou dois verdadeiros milagres, conseguindo defender um chute e uma cabeçada desferidos próximos à pequena área e de frente para a meta. Dessa forma, o empate perdurou até o fim do primeiro tempo, quando começou uma chuva torrencial que me obrigou a deixar o gramado e procurar um abrigo na parte coberta.

Durante o intervalo, a chuva não parou, encharcando demais o gramado sintético, mas mesmo assim, a partida foi reiniciada e, com isso, as dificuldades das equipes para organizarem alguma jogada eram imensas, pois a bola parava nas inúmeras poças de água. Com apenas sete minutos de bola "rolando", o árbitro paralisou a partida, uma vez que não havia mínima condição para continuar.


Visão das condições do gramado no início do segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Após uma espera de mais de 40 minutos, São Pedro deu uma trégua e aí entraram em ação vários "rodo-boys" que ficaram passando os rodos no gramado com o objetivo de levar a água para as canaletas laterais. Nesse momento retornei ao gramado.


Confabulação após paralisação da partida e "rodo-boys"enxugando o gramado .Fotos: Orlando Lacanna.

Depois da operação de enxugamento do gramado, a partida recomeçou e, logo aos 10 minutos, o Primeira Camisa voltou a comandar o placar, ao anotar o seu terceiro gol, através do goleador Yago, aproveitando uma bola puxada para trás pelo seu companheiro Douglas que aproveitou uma bobeira da zaga do Fluminense que parou na jogada esperando a marcação de saída de bola pela linha de fundo. O assistente andou bem nesse lance, pois a bola de fato não saiu, sendo que a jogada ocorreu a poucos metros à minha frente. Três minutos após, o time paulista poderia ter ampliado a vantagem, numa bate-rebate no interior da área carioca, mas a zaga foi mais esperta e acabou com o perigo.


Momento exato da puxada que originou o terceiro gol do Primeira Camisa. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo com o gramado em más condições, as equipes continuavam criando jogadas perigosas, como aconteceu aos 24 minutos, quando o zagueiro tricolor Brayan escorou de cabeça uma bola vinda da esquerda em cobrança de escanteio, mandando-a contra o travessão.

O Fluminense continuou apertando e conseguiu, na marca dos 28 minutos, chegar ao empate através de um gol marcado por Matheus, ao aproveitar um rebote do goleiro Pedro Henrique.


Ataque perigoso do Flu na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Depois do empate, as equipes continuaram buscando o gol da vitória, que esteve muito perto de acontecer a favor dos paulistas, nos pés de Douglas ao chutar por cima do travessão uma bola recebida na altura da marca do pênalti. Esse lance aconteceu nos acréscimos. Após essa jogada, a partida foi encerrada com o placar Primeira Camisa 3 - 3 Fluminense/RJ que manteve o time paulista na liderança da chave pelo critério de saldo de gols, deixando para a última rodada a definição quanto a classificação para a próxima fase, até porque, ainda seria realizado o segundo jogo da rodada (São Bernardo x XV de Jaú), cujo resultado também teria influência na definição da(s) equipe(s) classificada(s). Vamos aguardar.

Jogo encerrado e lá fui eu novamente para a beira do gramado esperar a entrada dos times e dos árbitros da partida de fundo, mas isso é história para mais tarde.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário