Procure no JP

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Linense goleia Atlético Sorocaba pela Série A2

Olá,

Na primeira quinzena de janeiro, teve início o Campeonato Paulista da Série A2, com a participação de 20 equipes, que disputarão quatro vagas para a Série A1 em 2.011. Como essa competição também tem a cara do JP, no último sábado à tarde, voltei a transitar pela Rodovia Castello Branco, rumando até a importante cidade de Sorocaba, indo ao Estádio Walter Ribeiro, para conferir a partida C.A. Sorocaba x C.A. Linense, válida pela quarta rodada da primeira fase da competição.

Chegando ao meu destino, após rever alguns amigos da região e de Lins, fui conversar com os capitães das duas equipes, visando acertar o esquema para fazer as fotos oficiais da partida, as quais são exclusivas e estão apresentadas abaixo:


C.A. Sorocaba - Sorocaba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C.A. Linense - Lins/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Milton Etsuo Ballerini, os assistentes Carlos Augusto Nogueira Junior e Junivan Rodrigues de Sousa e o quarto árbitro Sérgio Ricardo de Oliveira junto com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Em razão das campanhas das duas equipes nas três primeiras rodadas, o Linense entrou em campo na condição de favorito, porém, nos minutos iniciais, foi o Atlético que forçou mais as jogadas ofensivas, exigindo pelo menos, uma boa intervenção do experiente goleiro Paulo Musse. O lance mais agudo ocorreu aos 14 minutos, quando o Galo local abriu a contagem, através do atacante Léo Souza.


Cruzamento do ataque sorocabano no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Após o gol inaugural, o Atlético continuou tendo mais posse de bola, porém já era possível notar que o Linense começava a se soltar na partida e, a qualquer momento, poderia igualar o marcador. Não demorou muito e, na marca dos 22 minutos, o artilheiro Fausto empatou, num belo gol de cabeça, após receber um cruzamento perfeito vindo da esquerda, executado por Tarracha.


Bola no fundo da meta do Atlético e os zagueiros desolados pelo gol de empate do Linense. Foto:Orlando Lacanna.

Depois do empate, o Linense assumiu o controle das ações, mas, mesmo assim, acabou permitindo ao Atlético marcar outro gol, aos 30 minutos, porém não foi validado pela arbitragem que assinalou impedimento. O curioso nesse lance, foi que o operador do placar eletrônico não se ligou que o gol havia sido anulado e manteve o placar de 2 a 1 a favor dos locais por quase cinco minutos, gerando muita gozação por parte de vários torcedores.

Quando tudo indicava que a primeira etapa fosse terminar empatada, eis que, aos 40 minutos, o Elefante da Noroeste passa à frente no marcador, graças a outro gol de cabeça do artilheiro Fausto, levando para o intervalo a vantagem de 2 a 1 favorável ao time de Lins.


Redondinha indo para o fundo da rede do Atlético no segundo gol de Fausto. Foto: Orlando Lacanna.

A bola voltou a ser movimentada e, nos primeiros minutos, o Atlético deu impressão que assumiria o controle das ações, mas, aos 10 minutos, teve o seu atleta Léo Cruz expulso ao receber o segundo cartão amarelo, por ter cometido uma falta mais dura. Na cobrança, o meia Guaru, mandou um balaço que explodiu no travessão da meta defendida pelo goleiro Bruno Bueno que já estava batido no lance.


Bola saindo por cima após explodir no travessão sorocabano. Foto: Orlando Lacanna.

O Atlético, com um homem a menos, passou a encontrar mais dificuldades para penetrar na defesa dos visitantes que se mostrava muito segura, principalmente em razão da ótima atuação do zagueiro e capitão Rocha (ex-Guaratinguetá). O Linense seguia mostrando um futebol eficiente, tanto que, na marca dos 23 minutos, para variar um pouco, o artilheiro Fausto anotou o terceiro gol dele e da sua equipe e, por incrível que pareça, mais uma vez de cabeça. Talvez tenha surgido um outro "Cabecinha de Ouro", lembrando o saudoso atacante Baltazar que jogou no Corinthians e na Seleção Brasileira nos anos 50.


Escanteio cobrado pelo Linense no segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Ao estabelecer a vantagem de 3 a 1, o Linense passou a tocar mais a bola, fazendo o tempo passar, mas, ainda assim, chegou ao seu quarto gol, nos acréscimos, anotado contra através de Wanderson. Aliás, não consegui ver direito esse gol, pois naquele momento, estava desabando uma chuva torrencial que me deixou todo ensopado, me obrigando a encontrar um abrigo, uma vez que o meu guarda-chuva foi simplesmente destuído pelo forte vento.


Mais um ataque do Linense na segunda etapa com nuvens carregadas ao fundo. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de partida com o placar eletrônico indicando corretamente Atlético Sorocaba 1 - 4 Linense, que colocou o time de Lins na quarta posição com 10 pontos, dando sinais claros que será um candidato forte a conquistar uma das oito vagas para a próxima fase. Quanto ao Atlético, a situação é preocupante, pois ficou na penúltima colocação (19ª) com apenas um pontinho ganho. Se não reagir rápido, é sério candidato ao rebaixamento.

A partida foi encerrada, mas eu não conseguia deixar o estádio, uma vez que a região em volta ficou toda alagada, não permitindo qualquer tipo de movimentação por parte dos pedestres e até mesmo de alguns carros. Graças à boa vontade de um dos fiscais da FPF, consegui uma providencial carona que me deixou no Terminal Rodoviário e, de lá, embarquei de volta para São Paulo. Mesmo todo molhado, comecei a planejar a cobertura de mais uma partida válida pela Série A2, que seria realizada no domingo pela manhã, mas isso é outra história que será contada mais tarde. Aguardem.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário