Procure no JP

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Portuguesa nas Quartas-de-Final da Copa São Paulo

Opa,

No último domingo tive a chance de ver mais um jogo da 41ª Copa São Paulo de Futebol Júnior, e pela primeira vez no ano - para o que vos escreve - na cidade de São Paulo. No Estádio Nicolau Alayon, casa do grande Nacional AC, Portuguesa e Botafogo/RJ deciciram uma vaga nas Quartas-de-Final da competição.

Como de praxe nesse torneio, cheguei cedo para não ter problemas no credenciamento e conseguir as fotos oficiais. E com uma grande ajuda do pessoal organizador que estava por ali, fiz as fotos sem problema algum, mesmo com a presença da TV, algo que sempre deixa a gente apreensivo devido aos apertados horários das grades de programação ao vivo.


A Portuguesa de D (sub-18) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Botafogo FR (sub-18) - Rio de Janeiro/RJ. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem na Comendador Souza. Foto: Fernando Martinez.

Tanto Portuguesa quanto Botafogo se classificaram em primeiro lugar nas suas chaves da Primeira Fase da Copinha. Na fase seguinte o Fogão teve mais dificuldades para se classificar, garantindo a vaga somente nas penalidades máximas contra o São Carlos. A Lusa teve mais facilidades contra o Rio Preto e vinha como favorita para esse confronto. Tão favorita que acabei escolhendo o ataque da Lusa para acompanhar de perto durante o peleja.

E logo no segundo minuto de jogo o time do Canindé abriu o marcador. O Fogão tentou começar com tudo, mas perdeu a bola e num rápido contra-ataque o jogador Gaúcho recebeu ótimo passe na direita e tocou com classe por baixo do goleiro. Era tudo que a equipe lusitana queria, e esse gol deixou o time mais cuidadoso no seu jogo. O alvinegro tinha mais posse de bola, mas não conseguia chegar com perigo no gol do time paulistano.


Lance do primeiro gol da Portuguesa na partida, logo no segundo minuto do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Goleiro do Fogão se esticando todo para tirar a bola de dentro da sua área. Foto: Fernando Martinez.

Após desperdiçar muito tempo com um jogo burocrático, os cariocas sofreram o segundo gol nos acréscimos. E ele saiu numa cobrança de pênalti precisa cobrada pelo jogador Gulherme Torres. Goleiro de um lado, bola do outro, Portuguesa 2x0 e intervalo de partida na Comendador Souza.


Cruzamento da Portuguesa para dentro da área do alvinegro carioca. Foto: Fernando Martinez.


Bola estufando as redes do Botafogo no segundo gol da Lusa na partida. Foto: Fernando Martinez.

Nesse intervalo a emoção não parou, graças a uma incômoda casa de marimbomdo no banco de reservas do Botafogo. Com algumas tochas olímpicas improvisadas na hora, um funcionário do Nacional conseguiu espantar os bichinhos e deixar que os jogadores reservas do time alvinegro não tivessem nenhum problema durante o segundo tempo.


Dois momentos em que uma casa de marimbondos foi queimada para que os reservas do Botafogo tivessem sossego durante o segundo tempo de partida, já que na primeira etapa sobrou picada para alguns que estavam ali. Fotos: Fernando Martinez.

Marimbondos à parte, fui novamente acompanhar o ataque lusitano nos 45 minutos finais de partida. E o time visitante voltou melhor para o campo e assustou bastante a defesa da Portuguesa. Mas o ataque deixou bastante a desejar, perdendo chances ótimas de gol. A maior delas veio aos 20 minutos, num pênalti claro marcado pela arbitragem. Mas a cobrança do jogador Carlos Tiago foi bisonha. Ele tentou bater com paradinha e só ajudou o goleiro Tom defender sem nenhuma facilidade.


Chegada forte da equipe paulistana pela direita do seu ataque. Foto: Fernando Martinez.


Péssima cobrança de pênalti e o Botafogo desperdiçava aqui a sua melhor chance na partida. Foto: Fernando Martinez.

O Fogão desanimou um pouco depois do pênalti perdido e a Portuguesa passou a acertar seus contra-ataques. A defesa carioca estava escancarada, mas somente aos 44 minutos o time rubro-verde marcou mais um e fechou o marcador. Após um lançamento de longe, o jogador Yago entrou sozinho, e vendo a saída desesperada de Luís Guilherme do gol, tocou com classe no canto esquerdo.


Detalhe agora do terceiro gol da Portuguesa, em belo e certeiro chute de Yago. Foto: Fernando Martinez.

Final de partida: Portuguesa 3-0 Botafogo/RJ. Com a vitória, a Lusa se classifica e é um dos oito melhores times da Copinha, algo que não acontecia desde 2004. Nas Quartas-de-Final o time enfrenta o Palmeiras, que eliminou o Desportivo Brasil nas penalidades máximas. O jogo será na cidade de São Carlos nessa quarta-feira, 20 de janeiro.

Após o apito final fui então para o centro de São Paulo passear um pouco, comer algo e voltar para meu doce lar, já pensando na programação da semana. Tem muito mais jogo aqui no JP!

Abraços

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário