Procure no JP

quinta-feira, 29 de março de 2007

"JP Tour" pelo Rio Grande do Sul (parte 8 de 10)

Fala pessoal!

Passando minhas últimas horas em Porto Alegre, dou sequência aos posts da minha turnê pelo Rio Grande do Sul. Depois da rodada dupla espetacular do domingo passado, a segunda foi um dia em branco na folhinha e o jogo seguinte só rolou na terça-feira. Tudo bem que não era um jogo perdido e muito menos estaria num estádio com gatos pingados, mas sempre temos espaço na agenda para se matar um time, certo?

É, e a pedida da vez foi acompanhar meu primeiro jogo de Libertadores fora de São Paulo. O jogo em questão rolou no Estádio Olímpico, e foi entre o Grêmio e o fantástico Deportes Tolima, da Colômbia. Ter a chance rara de incluir esse time na Lista é algo que não se pode perder, então lá fui eu, com um calor insuportável na cabeça, para curtir a partida.


Times alinhados para o início da partida no Olímpico. Foto: Fernando Martinez.

Pensando com meus botões, achei que o Tolima iria jogar com um uniforme branco sem graça, já que o Grêmio jogaria com seu uniforme tradicional. E qual não foi minha surpresa quando o time colombiano entrou em campo, com seu genial uniforme amarelo e grená, em combinação que é difícil de se encontrar por aí. Realmente só no Brasil temos times com uniformes padrão e totalmente sem inspiração. Acho que times com o uniforme 2 todo branco, quando se tem várias cores, deveriam ser punidos pela falta de originalidade.


Detalhe do jogo entre Grêmio e Deportes Tolima. Destaque para o lindo uniforme do time colombiano. Foto: Fernando Martinez.

Bom, dessa vez não fiquei nas arquibancadas, pois já previa a muvuca no local. Fiz uma força nas provisões da turnê e adquiri um ingresso de cadeira lateral, no anel de cima do estádio. Mais uma vez fiquei embasbacado com a beleza das mulheres por lá. Outra coisa que me chamou bastante a atenção foi o fato de termos mulheres em grupo, ou mesmo sozinhas indo nos jogos e torcendo bastante. Isso é algo que praticamente não existe em São Paulo.

Isso era uma coisa que poderia acontecer com mais frequência né? Eu acharia interessante...


Visão geral de um Estádio Olímpico lotado para um jogo perigoso para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez.

Bom, agora falando do jogo, o Grêmio precisava urgente da vitória, caso contrário o time ficria em situação delicadíssima no seu grupo, já que perdeu o jogo para o Tolima em terras colombianas. O time começou a partida meio capenga, jogando sem inspiração e com o Tolima tocando a bola de forma inteligente, sem se preocupar com o fator campo.

Mas na primeira chance do time da casa, o atacante Tuta marcou um belo gol, de puro oportunismo e fez a festa dos quase 34 mil torcedores presentes no estádio. O gol aliviava um pouco o nervosismo e deixava um alento de esperança para que o time pudesse mostrar um bom futebol. Mas até o final do primeiro tempo, mais se viu um jogo truncado sem tantas chances de gol. O jogo foi para o intervalo com a vantagem mínima gremista.


Escanteio para o Tolima no final do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo fiquei curtindo a paisagem do local e me deparei com um lance engraçado. Quem foi em jogo de Libertadores manja daquelas meninas bonitas que entram no intervalo e jogam bolas para a platéia. Acontece que em São Paulo, e por força da cor do patrocinador do campeonato, a roupa que elas usam é vermelha. Mas o vermelho é uma cor que não exixte dentro do templo azul de Porto Alegre. E então elas usam uma calça grená (!!!). É, o Jurandyr ficaria feliz com a cor juventina sendo lembrada na Libertadores. Engraçadíssimo!


O Tolima no placar do Olímpico e as garotas com as calças grenás dando bola para a platéia... vermelho, nem pensar! Fotos: Fernando Martinez.

Na volta do segundo tempo, o Grêmio voltou com tudo e obrigou o goleiro colombiano a praticar defesas importantíssimas. Mas mesmo depois dessa blitz inicial, o time encontrou várias falhas de passe, marcação e muita inoperância no seu ataque. Sorte que o Tolima não estava em noite inspirada, caso contrário, a história da partida poderia ter sido outra.


Falta para o Tolima no segundo tempo de partida. Foto: Fernando Martinez.

E sem muitas emoções, o jogo acabou assim mesmo: Grêmio 1-0 Deportes Tolima. Os dois times possuem 7 pontos, com o mesmo número de gols feitos e sofridos, e agora dependem das duas próxims rodadas para definirem suas sortes. Eu saí do Olímpico na paz, voltando para meu QG e já fazendo planos para a minha rodada dupla a quarta-feira com times novos na Lista e um antigo sonho de consumo visto em campo...

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário