Procure no JP

domingo, 25 de março de 2007

"JP Tour" pelo Rio Grande do Sul (parte 3 de 10)

Fala pessoal!

Continuando com a JP Tour pelo Rio Grande do Sul, hoje posto aqui a história do jogo que vi na última quinta-feira. Como não tinha nada no QG de Porto Alegre, fui "obrigado" a visitar uma cidade que também visitei na minha turnê em 2006. Fiquei de boa por Porto Alegre durante a tarde e depois peguei um ônibus rumo à linda cidade de Lajeado, distante cerca de 120 km da capital gaúcha. Não preciso falar da beleza do caminho, das paisagens e da tranquilidade que é visitar o local.


Paisagem linda de dentro do ônibus que vai de Porto Alegre até Lajeado e detalhe da rodoviária local. Fotos: Fernando Martinez.

Cheguei na cidade a tempo de tomar alguma coisa e seguir para o fantástico Estádio do Florestal, aonde fui acompanhar o jogo entre o CE Lajeadense e o EC Avenida, de Santa Cruz do Sul. Os dois times precisavam urgentemente da vitória, em virtude de suas péssimas colocações no ano. Nenhuma das equipes ainda tinha ganho partida no Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão.


Escudinhos do CE Lajeadense e do EC Avenida, direto de seus uniformes oficiais. Fotos: Fernando Martinez.

Entrando no gramado, fui buscar as escalações oficiais dos times e já conseguir a famosa autorização para as fotos dos times posados. De forma exclusiva, seguem as fotos das equipes por aqui:


CE Lajeadense - Lajeado/RS. Foto: Fernando Martinez.


EC Avenida - Santa Cruz do Sul/RS. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem junto com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Depois de autorizado, fui ficar dentro do gramado para acompanhar o jogo. Vi um jogo muito, mas muito disputado mesmo, com os dois times jogando de forma séria para tentar sair do desespero. Logo no primeiro minuto, o Lajeadense perdeu um gol na pequena área, em confusão na área do Avenida. No segundo momento de perigo do jogo, o Avenida acabou abrindo o placar. Aos 5 minutos, o jogador Alexandre corbou uma falta com perfeição no canto direito do goleiro, que ainda tocou na bola antes de entrar.


Logo no primeiro minuto, confusão na área do Avenida e o Lajeadense perde gol claro. Foto: Fernando Martinez.

O Avenida tinha no seu camisa 10 Alexandre um grande nome, e aos 9 minutos ele perdeu chance em rápido contra-ataque. Num toma-lá-dá-cá magistral, o time da casa perdeu duas chances ótimas em sequência aos 10 e aos 13 minutos. Mas finalmente aos 19 minutos, o time chegou ao empate. Numa jogada rápida, o jogador Dinei recebeu dentro da área e só teve o trabalho de tirar do goleiro e fazer a festa para os anfitriões.


Escanteio para o Lajeadense no primeiro tempo de partida. Foto: Fernando Martinez.

Depois do empate o jogo ficou mais disputado no meio-de-campo, com faltas mais ríspidas do time do Avenida e muita irritação nas arquibancadas. O jogo ficou parelho sem grandes chances. A partida só se movimentou de novo aos 37 minutos, quando o Avenida teve um pênalti a seu favor. Na cobrança, o camisa 11 Roger fez com categoria. Avenida 2 a 1. O jogo ficou mais fácil para o time do Avenida então aos 41 minutos, quando o jogador Aírton, do Lajeadense, foi expulso. Jogo no intervalo então com a vantagem do time de Santa cruz do Sul.

No intervalo fui curtir o bar do estádio. Diferente de São Paulo, a tradição mesmo nos estádios gaúchos é o pastel de carne. Não se vêem os tradicionais "amendoinzeiros", que infestam cada estádio do estado de SP, mesmo os mais distantes. Tomei um guaraná Fruki - muito bom por sinal - e fui para as tribunas curtir o segundo tempo.


Times alinhados para o início do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

O segundo tempo começou morno, com os dois se estudando mais. Só aos 11 minutos a emoção voltou à partida. Na primeira chance do segundo tempo, a bola foi rebatida pela zaga do Lajeadense e sobrou para o camisa 9 do Avenida Alex entrar pela direita e chutar para o gol. O goleiro Val ainda tocou na bola, mas ela foi parar no fundo das redes. Avenida 3 a 1. Mas não deu nem tempo de comemorar, já que aos 13 minutos foi marcado um pênalti para o Lajeadense. Na cobrança, Adriano Baiano com categoria diminuiu para os donos da casa.


Segundo gol do Lajeadense, em cobrança de pênalti aos 13 do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


Torcida do Lajeadense apreensiva com a derrota parcial da equipe. Foto: Fernando Martinez.

Depois do gol, o jogo passou por novo momento de morosidade e ficou sem emoções fortes até os 30 minutos. Os dois times então criaram chances reais de gol, desperdiçadas pelos seus atacantes. E tentando empatar o jogo a todo custo, o Lajeadense deixou o contra-ataque aberto para os visitantes. E aos 39 minutos, o Avenida matou o jogo num desses contra-ataques. A finalização foi de Vantuir, sozinho na pequena área depois de cruzamento da direita.


Falta para o Lajeadense na busca por mais um gol durante o segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas no final não teve jeito: Lajeadense 2-4 Avenida. Grande resultado do Avenida que agora tem 4 pontos na Chave 2 da Segundona. O Lajeadense fica com seu único ponto e ainda sem ter vencido na competição. Depois do jogo, voltei correndo para a Rodoviária para pegar o ônibus de volta para Porto Alegre. Chegando na capital fui curtir uma boa refeição na rodoviária local.

Nesse final-de-semana terei mais partidas incríveis, com muito mais times para Lista aqui no Rio Grande do Sul.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário