Procure no JP

sexta-feira, 23 de março de 2007

Jogo noturno em Mogi das Cruzes

Olá!

Com parte do JOGOS PERDIDOS fazendo viagens fantásticas por aí, aos pobres mortais restou ficar aqui em Sampa conferindo as rodadas do paulistão. Mas não é que na última quarta-feira pintou um joguinho "tri-legal", "oh, chente"?. Fomos eu, o Victor e o seu Natal até Mogi das Cruzes para acompanhar uma partida noturna no Nogueirão. Por lá encontramos o sempre alerta Jurandyr e pudemos assistir União Mogi x SEV, pela série A3 paulista. Autorizados pelos fiscais fizemos as fotos oficiais da partida:


União F.C. - Mogi das Cruzes / SP. Foto: Emerson Ortunho.


Social Esportiva Vitória - Hortolândia / SP. Foto: Emerson Ortunho.


Quarteto de arbitragem formado pelo árbitro Flamarion David Volpe, os assistentes Eduardo de Jesus Conceição e Ricardo Garcia Genaro e o quarto árbitro José Paulo Canale. Foto: Emerson Ortunho.

O jogo começou com o União Mogi partindo com tudo para cima dos visitantes, e pelos bons ataques criados pela equipe da casa, não dava pra botar nenhuma fé na SEV. Mas não é que o velho ditado do quem não faz toma deu as caras lá em Mogi das Cruzes. É... num dos poucos ataques da equipe, a SEV abriu o placar com Dimitri, aos 39 minutos da etapa inicial.


Lance do primeiro tempo da partida. Foto: Emerson Ortunho.

E para desespero do ótimo público presente um Mogi, já nos descontos do primeiro tempo o União tomou mais um, em uma cobrança de pênalti convertida pelo jogador Marciano. E o time da casa foi com o placar de 2 a 0 adverso para intervalo


Momento da cobrança de pênalti, apesar de o batetor ter sumido do enquadramento. Foto: Emerson Ortunho.

Na segunda etapa, como era de se esperar, o União Mogi foi com tudo para buscar o empate. Nesse momento, a SEV tentou se fechar atrás para segurar o marcador. Mas a retranca começou a ruir após a expulsão de 2 jogadores, num pequeno intervalo de tempo, por jogadas violentas.


Ataque do União no segundo tempo. Foto: Emerson Ortunho.

Com vantagem no número de homens o União ficou martelando a defesa da SEV até que Tuti diminui. Com grande festa da torcida, dois minutos depois, Paulo César empatou levando todos a loucura. Com o rolo compressor que a equipe tinha formado, a público presente ficou crente que o União viraria o jogo, mas o time deu uma tirada de pé e a virada não veio.


Equipe do União busca o ataque no segundo tempo. Foto: Emerson Ortunho.

Final de jogo: União Mogi 2 x 2 SEV. O União continua na briga pela classifição, mas não pode mais bobear e perder pontos em casa, já a SEV ainda corre risco de rebaixamento, mas tem time para fugir da segundona.

Curti muito acompanhar pela primeira vez uma partida à noite em Mogi, experiência que meus colegas de viagem já tinham vivenciado. O retorno foi no carro do Jurandyr, já que o seu Natal seguiu para outras bandas.

Abraços!

Emerson

Nenhum comentário:

Postar um comentário