Procure no JP

quinta-feira, 22 de março de 2007

"JP Tour" pelo Rio Grande do Sul (parte 1 de 10)

Fala povo!

Hoje começo aqui uma série especialíssima com mais uma das viagens mágicas e misteriosas da história do JOGOS PERDIDOS. É, inicio hoje os relatos da histórica "JP Tour" pelo Rio Grande do Sul, os posts dos jogos que acompanharei aqui no estado mais ao sul do Brasil. A minha base é Porto Alegre, mas a idéia é sair daqui a ver partidas perdidaças pelo interior gaúcho também. Bom, saí de São Paulo na madrugada de terça para quarta-feira rumo à capital dos pampas. Vôo tranquilo, sem maiores complicações.


Detalhes da viagem até o Rio Grande do Sul: o aeroporto de Guarulhos vazio, um pouco depois das quatro da matina, e visão da minha janela no avião. Genial, até a minha casa eu vi do alto! Fotos: Fernando Martinez.

Cheguei em Porto Alegre por volta da sete da manhã e fui logo para um hotel. No hotel, cheguei e dormi. Mas acabei dormindo demais e isso quase me fez perder o horário para meu primeiro jogo do ano em terras gaúchas. Mas nada que um táxi não pudesse resolver. Para não perder as fotos, o taxista que me levou pegou até contra-mão na estrada. Surreal!


Escudinhos do Porto Alegre e do Garibaldi, que disputaram a primeira partida da JP Tour em 2007. Fotos: Fernando Martinez.

O jogo em questão foi em um lugar já conhecido pelos leitores mais antigos do blog, o Lami Parque. O jogo foi válido pelo Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão, e reuniu os times do Porto Alegre FC e do AE Garibaldi. O local do jogo fica no bairro do Lami, longe uns 30 km do centro de Porto Alegre. Lá jogava o antigo Lami EC, que vi em 2003. Desde o ano de 2006, o time azul e vermelho que faz seus jogos lá, na antiga estrutura do Lami. E, mais uma vez para o deleite dos nossos leitores, seguem as fotos posadas dos times:


Porto Alegre FC - Porto Alegre/RS. Foto: Fernando Martinez.


AE Garibaldi - Garibaldi/RS. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem da partida junto com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Para acompanhar a partida, fiquei junto à linha lateral, do lado do banco dos times. De lá vi um belo jogo de futebol, com o Porto Alegre dominando as ações desde o começo de partida. Nos primeiros 10 minutos o time não chegou com tanto perigo ao gol do Garibaldi, mas tinha maior posse de bola. A primeira chance efetiva foi aos 11 minutos, com cabeçada perigosa por cima do gol. Mas logo em seguida o time abriu o placar. O camisa 7 Lucas - disparado o melhor em campo - chutou de longe e o goleiro Sidnei do AEG aceitou. Porto Alegre 1 a 0.


É para lá ou para cá? Fica a dúvida no gramado do Lami Parque. Foto: Fernando Martinez.

Numa blitz sem dó nem piedade, aos 14 minutos o jogador Jackson perdeu gol cara-a-cara e aos 15 o time da casa marcou o segundo. De novo com o meia Lucas, que chuta depois que a bola sobrou para ele. Aos 19 e aos 26 o mesmo Lucas teve a chance de matar o jogo, mas as duas chances passaram raspando o travessão do time do Garibaldi.


O técnico do Porto Alegre, Júlio Rodrigues, observa atentamente a partida. Foto: Fernando Martinez.

Aos 29 minutos, o time do Porto Alegre marcou seu terceiro gol. O jogador Sávio recebeu na entrada da área e bateu com categoria. A bola ainda bateu na trave direita antes de entrar, mansa, no gol do time do Garibaldi. Com três a zero no placar, o que todos podem pensar é que o time iria diminuir o ritmo... pelo contrário! O time continuou com maior posse de bola do que o Garibaldi, que nitidamente tinha sentido os gols.


Detalhe do terceiro gol do time da casa, quase matando o jogo já no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Até o final do primeiro tempo não houve mais alteração no placar. No intervalo rolaram algumas mensagens via celular, com links inéditos entre SP/RS e o mais legal de todos, SE/RS. Pela primeira vez no JP, dois membros em dois estados longe de São Paulo vendo jogos.

Voltando para o segundo tempo, o Garibaldi ainda tentou esboçar alguma reação, mas o time não estava nos seus melhores dias. A chance verdadeira do time fazer o primeiro gol foi aos 3 minutos, com bom chute por cima do gol. O Porto Alegre ficava nos contra-ataques, e em alguns deles o time perdeu gols incríveis.


Disputa de bola entre jogadores do Porto Alegre e do Garibaldi. Foto: Fernando Martinez.

O time da casa chegou à marcação de mais um gol aos 20 minutos. O jogador Moisés recebeu bola longa, se livrou do zagueiro e tocou com categoria no canto direito do goleiro do Garibaldi. Vitória garantida e mais três pontos para a conta. Mesmo assim, o time perdeu gols demais. Só com o atacante Moisés foram três chances ótimas desperdiçadas. Com o Garibaldi vendido em campo, o time poderia ter feito uma goleada histórica.


Tentativa de ataque do time do Porto Alegre no final do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas no final o time visitante ainda reuniu forças para marcar o gol de honra. O camisa 15 Marquinhos, para mim o melhor em campo do Garibaldi, recebeu a bola sozinho dentro da área e com categoria ele ainda driblou o goleiro e marcou seu gol aos 45 minutos. O lance foi bastante contestado pelo time do Porto Alegre, com os jogadores alegando impedimento.

Bom, e sem tempo para mais nada, o jogo acabou em Porto Alegre 4-1 Garibaldi. Boa vitória dos donos da casa, que agora estão em primeiro lugar da Chave 1 da Segundona com 7 pontos ganhos. O Garibaldi com a derrota cai para o 4º lugar, com 6 pontos ganhos.

Depois do jogo, corri para pegar o ônibus que me levaria para o jogo da noite. É, mais um time novo para a Lista me aguardava, em um jogo não tão perdido assim.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário