Procure no JP

sexta-feira, 23 de março de 2007

JP girando por Sergipe

Olá,

Após um domingo futebolístico sensacional acompanhando a partida Lagartense 0 - 1 América de Propriá, entrei no esquema de turista e fui conhecer as belezas sergipanas, curtindo muita praia, sol e frutos do mar, mas como a principal razão que me levou à Sergipe foi o futebol, não demorou muito e lá estava eu de volta aos estádios.


Portal da cidade de São Cristóvão e a simpaticíssima estação de trem da cidade. Fotos: Cris Maschio e Orlando Lacanna.

Na última quinta-feira, acompanhei a dois jogos que valeram pela décima quarta rodada da primeira fase do equilibrado Campeonato Sergipano da Série A1. Comecei à tarde indo até a histórica cidade de São Cristóvão, primeira capital da província e a quarta cidade mais antiga do Brasil. A distância entre Aracaju e São Cristóvão é de apenas 25 km e a sua população é de 65.000 habitantes.


Escudos das equipes. Reprodução: Orlando Lacanna.

Depois de uma visita aos pontos turísticos da cidade, me dirigi ao Estádio Municipal Gileno Barreto, popularmente conhecido como Estádio O Limão, com capacidade para acomodar 3.000 pessoas entre sentadas e em pé para acompanhar ao jogo São Cristóvão FC x Olímpico EC de Itabaianinha. Lá chegando fui muito bem recebido e pude sentir novamente a hospitalidade sergipana.


Fachada do Estádio Municipal Gileno Barreto. Foto: Orlando Lacanna.

Partida importantíssima, pois envolvia, até então o segundo colocado na tabela de classificação (o Olímpico) que briga para se classificar à segunda fase e o oitavo colocado (o São Cristóvão), que luta para permanecer na Primeira Divisão e, quem sabe, sonhar com a classificação ao quadrangular final. Como aperitivo, começo apresentando as equipes e o trio de arbitragem nas fotos abaixo:


São Cristóvão F.C. - São Cristóvão / SE. Foto: Orlando Lacanna.


Olímpico E.C. - Itabaianinha / SE. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Apesar de o gramado ser muito irregular, deu para presenciar um jogo bem movimentado, cujo placar foi inaugurado logo no primeiro minuto de partida pelo time da casa, através de Baia de cabeça que aproveitou cruzamento vindo da esquerda. O Olímpico não se abateu e empatou em seguida, aos 5 minutos por intermédio de Fio em lance que nasceu de uma cobrança de falta pelo lado direito.


Gol de empate do Olímpico logo no comecinho da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Com o empate era de se esperar que o favorito, no caso o time visitante, fosse deslanchar no jogo, certo? Errado, pois o "Gigante Águia da Cidade Histórica" tomou conta da partida dominando inteiramente o "Dragão da Zona Sul" e foi marcando seus gols com naturalidade, tanto que aos 14 e 41 minutos, Baia e Capela assinalaram o segundo e terceiro gols, levando para o intervalo o placar de 3 a 1 para o São Cristóvão de forma merecida.


Disputa de bola na partida São Cristóvão x Olímpico. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo tive a oportunidade de conhecer o estádio em detalhes e também de consumir muito líquido, pois o calor estava mais para praia. Além disso, deu para ter um contato mais de perto com os torcedores locais que são bem fanáticos pelo seu time e estavam confiantes numa goleada.


Lance da partida com vista do bom público na arquibancada. Foto: Orlando Lacanna.


Cobrança de escanteio para o Olímpico com destaque para a grama. Foto: Orlando Lacanna.

Como a voz do povo é a voz de Deus, não deu outra e, na segunda etapa o São Cristóvão foi construindo um placar inimaginável antes do início da partida. O domínio da equipe vermelha, branca e cinza foi total e aos 17, 22, 39 e 47 minutos por intermédio de Marcelo, Mazinho, Valdir e Didi fechou a maior goleada do campeonato até o momento. O time visitante não chegou uma única vez com perigo ao gol do time da casa que por sua vez construía as jogadas de ataque e as concluía com êxito.


Em cobrança de pênalti o São Cristóvão marca o seu quinto gol. Foto: Orlando Lacanna.

Final de jogo com o surpreendente placar de São Cristóvão 7 - 1 Olímpico que mostrou mais uma vez que em futebol tudo pode acontecer, pois ninguém imaginava que o vice-líder iria tomar um "chocolate" desse tamanho. Apesar da derrota e da goleada, o time azul de Itabaianinha ainda permanece na zona de classificação, mas terá que tomar muito cuidado para não ficar de fora da segunda fase, pois a diferença de pontos para o quinto colocado (Itabaiana), o sexto (Pirambu) e o sétimo (São Cristóvão) é muito pequena e ainda restam quatro rodadas para conclusão da primeira fase.

Após o apito final do árbitro voltei voando para Aracaju, pois à noite ainda iria acompanhar no Baptistão a mais uma partida eletrizante do Sergipano 2007, mas isso é assunto para o próximo post. Aguardem.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário