Procure no JP

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Mais uma vacilada rubro-verde pela Série B

Opa,

Continuando com os posts do final-de-semana, e mesmo sem ter visto jogos do naipe que o Orlando viu na sua fantástica viagem pelo Distrito Federal, sexta à noite eu e o Jurandyr seguimos até o Estádio do Canindé para mais um jogo do Campeonato Brasileiro da Série B. A pedida da vez era seguir a saga lusitana rumo à Série A em 2008. Entraram em campo então os times da Portuguesa e do Santa Cruz, fazendo uma campanha mediana no campeonato.

O jogo era crucial para as pretensões rubro-verdes, já que o time praticamente perdeu dois pontos na terça-feira anterior jogando com o Paulista em Jundiaí. Três pontos em casa eram essenciais para a campanha continuar boa. E o time começou animado com o grande público presente no estádio e logo aos 7 minutos abriu o placar em gol do jogador Erick.


Visão geral do jogo entre Portuguesa e Santa Cruz. Foto: Fernando Martinez.

A Portuguesa continou em cima do time pernambucano e não dava espaços aos visitantes. Apenas em poucos contra-ataques o Santa Cruz chegava, mas sem perigo ao gol dos anfitriões. E aproveitando a boa partida, o time da Portuguesa logo chegou ao segundo gol, marcado por Romeu (contra) aos 27 minutos. Parecia que o jogo seria um dos mais tranqüilos no Canindé... parecia!

Depois do segundo gol o time perdeu claras chances de ampliar o placar com seus atacantes. E seguindo e aproveitando essa certa inoperância lusitana, o Santa teve suas chances e chegou ao seu primeiro gol nos acréscimos do primeiro tempo. Em pênalti cometido de forma completamente desnecessária e sem cabimento, o jogador Nildo fez a sua parte e levou o jogo para o intervalo com a vantagem mínima para os mandantes em 2 a 1.


O Santa faz o primeiro gol, de pênalti, nos acréscimos do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo, vimos realmente que o público estava animado com o tradicional bandeirão e muita cantoria. Também pudera, já que esse é o ano que a Portuguesa tem mais chances de retornar ao lugar que merece na série A do Brasileiro.


Escanteio para a Portuguesa no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas quando o jogo recomeçou, a velha sina de perder gols em casa estava de volta, e o time fazia uma pressão efêmera, sem objetividade e irritando sua torcida. E para desespero de todos o Santa Cruz então chegou ao inesperado empate. Isso aconteceu aos 15 minutos, e a jogada do gol começou, a nosso ver, em lance irregular, já que a bola claramente saiu pela linha lateral e o auxiliar número 2 não viu. E para piorar o astral, quem marcou foi ojogador Johnson, ex-atleta da Lusa e que cansou de perder gols na sua estada no Canindé.


Mais um escanteio e mais uma chance perdida pela Lusa. Foto: Fernando Martinez.

Depois do gol o panorama foi o famoso "ataque contra defesa", com a Portuguesa perdendo chances demais e perdendo a preciosa chance de somar três pontos em casa. E o jogo seguiu nesse esquema furado até seu final. Final de jogo: Portuguesa 2-2 Santa Cruz. Péssimo resultado lusitano que tira o time do G-4 e faz com que sua torcida se preocupe de novo com o desfecho do campeonato.

Bom, e depois de tudo isso voltei para casa para ficar de boa para aguardar a rodada do sábado.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário