Procure no JP

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

JP em Brasília na Série B do Brasileirão

Olá,

Depois de acompanhar um jogo interessante pela Segundona do Distrito Federal, na cidade satélite do Guará, na sexta-feira à noite permaneci em Brasília e fui ao belo Estádio Manoel Francisco dos Santos, conhecido nacionalmente como Mané Garrincha, para conferir ao jogo S.E. Gama x Criciúma E.C. válido pela vigésima nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Por não ser um jogo tão perdido, inicialmente essa partida não estava na minha programação, mas como tive um tempo sobrando e, o horário do jogo ajudou, aproveitei a acabei presenciando um belo jogo que era importantíssimo para as pretensões das duas equipes na seqüência da competição. Como não poderia deixar de ser, as tradicionais fotos das equipes e da arbitragem estão abaixo:


S.E. Gama - Gama/DF. Foto: Orlando Lacanna.


Criciúma E. C. - Criciúma/SC. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem composto por Antônio Hora Filho (SE), seus assistentes Luiz Fernando Irineu da Silva (MT) e Katiúscia Mayer Berger Mendonça (ES), além do quarto árbitro Sandro Meira Ricci (DF). Foto: Orlando Lacanna.

O jogo começou super movimentado, com as duas equipes mostrando muita disposição e, com isso a partida se tornou emocionante, agradando ao público presente que foi de 2.659 pagantes. O Criciúma jogava bem plantado no seu campo de defesa e saía com rapidez ao campo de ataque, tanto que, logo aos 16 minutos, o bom atacante Jean Coral abriu o placar para os catarinenses em ótima jogada pela meia esquerda que culminou com um cruzamento para trás e o atacante do Tigre só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol do Gama.


Ataque dos catarinenses pelo lado esquerdo. Foto: Orlando Lacanna.

Após o gol do Criciúma, o time candango saiu para o abafa tornando o jogo mais emocionante ainda, levando o público à permanente expectativa do empate que acabou não acontecendo até o término da primeira etapa.


Cruzamento perigoso na área do Gama. Foto: Orlando Lacanna.


Zagueiro do Gama impede ação ofensiva do Criciúma. Foto: Orlando Lacanna.

No período do intervalo, tive o prazer de conhecer pessoalmente o Presidente da Federação Brasiliense de Futebol, o Sr. Paulo César de Araújo que faz questão de ser chamado de Paulinho que expôs os projetos da FBF que visam incrementar ainda mais o futebol brasiliense que vem num crescendo.

Como o papo estava ótimo, quase não percebi o reinício da partida. O Gama saiu com tudo para o campo de ataque e logo conseguiu um pênalti que foi muito contestado pelos jogadores do Criciúma que acabou ficando com um atleta a menos por conta da expulsão de Thiago. A cobrança foi feita pelo artilheiro da Série B, que é Val Baiano que marcou seu 22º gol após rebote do bom goleiro Zé Carlos, tudo isso acontecendo com apenas quatro minutos de bola rolando.


Jogada de ataque do Gama. Foto: Orlando Lacanna.

Como o Criciúma não estava morto na partida e conta com um atacante oportunista, chegou ao seu segundo gol aos 21 minutos, novamente através de Jean Coral que aproveitou bobeira geral da defesa do Gama, após cobrança de escanteio pela direita. Vale ressaltar que o Criciúma vinha jogando a segunda etapa com um atleta a menos desde o seu início e, mesmo assim conseguiu se colocar em vantagem no marcador. O time da casa sentiu o golpe, porém continuou lutando bravamente em busca de um melhor resultado que acabou não acontecendo.


Armação de jogada ofensiva do Gama. Foto: Orlando Lacanna.


Ataque candango pela esquerda. Foto: Orlando Lacanna.

Jogo encerrado com o placar mostrando Gama 1 - 2 Criciúma que serviu para mostrar que os catarinenses continuam firmes na briga para retornar à Série A, se mantendo entre os quatro primeiros colocados. Quanto ao Gama, apesar da boa apresentação, ficou mais difícil pensar em conseguir o acesso, uma vez que esse resultado o deixou na nona posição na tabela de classificação.

Após o apito final do árbitro, mais uma vez com a providencial carona do Sr. Célio retornei ao hotel para jantar e finalmente poder descansar, mas sem deixar de pensar no jogão da Segundona de Brasília que iria rolar no dia seguinte valendo vaga para a Primeirona no ano que vem. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário