Procure no JP

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Vitória dramática do Atibaia pela Segundona

Olá,

No primeiro dia do horário de verão, caí da cama bem cedo para novamente pegar a Rodovia Fernão Dias e seguir até a aprazível cidade de Atibaia. Lá chegando fui ao Estádio Salvador Russani para acompanhar ao jogão S.C. Atibaia x S.E. Itapirense válido pela quarta rodada da terceira e decisiva fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

Essa partida era de suma importância para as duas equipes que pertencem ao Grupo 12, uma vez que a vitória representaria um largo passo ao acesso à Série A3 em 2.008 num grupo tão equilibrado e indefinido como esse e daí a enorme expectativa junto aos torcedores e dirigentes dos dois times.

Como manda a tradição do JOGOS PERDIDOS, inicio apresentando as equipes e o quarteto de arbitragem nas fotos abaixo que são EXCLUSIVAS:


S.C. Atibaia - Atibaia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


S.E. Itapirense - Itapira/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem composto por Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, seus assistentes Sérvio Antônio Bucioli e Márcia Simionato Viana, além do quarto árbitro Rafael Porcari com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

A partida teve um começo animador com os dois times mostrando muita voluntariedade, além de algumas boas jogadas. O primeiro gol não demorou muito a sair, pois logo aos 7 minutos, o excelente ala Diouzer, cobrando falta com perfeição, colocou o Atibaia em vantagem.


Bola no fundo da meta da Itapirense em cobrança de falta. Foto: Orlando Lacanna.

Após o placar ter sido inaugurado, a partida ficou ainda mais acirrada, com as duas equipes lutando bravamente em busca da bola e dos espaços para armarem jogadas que pudessem criar perigo ao adversário. Mesmo com todo esforço, o placar não foi alterado até o final dessa etapa, com o Atibaia saindo em vantagem.


Marcação da Itapirense ao atacante do Atibaia. Foto: Orlando Lacanna.

Depois de um intervalo com muita bronca do técnico Paulinho Ceará da SEI, a partida recomeçou com o Atibaia dando mostras de que queria liquidar a fatura nos primeiros minutos, tanto que o atacante Hernani, logo aos 3 minutos, fez uma jogada sensacional pela meia direita e carimbou o poste direito do bom goleiro Evandro, com a bola percorrendo toda extensão do gol e caprichosamente não entrando, levando ao desespero os torcedores locais.


Oportunidade perdida por Ernani do Atibaia. Foto: Orlando Lacanna.

Não demorou muito e o mesmo Hernani marcou o segundo gol do "Falcão" aos 6 minutos em outra bela jogada, dessa vez pela meia esquerda. Depois desse gol, a Itapirense foi para o tudo ou nada na tentativa de diminuir a vantagem atibaiense. Tudo caminhava a favor do time da casa, quando o seu atleta Renatinho foi expulso de maneira infantil aos 24 minutos, deixando seus companheiros no sufoco para manterem o resultado, que acabou sendo diminuído com o gol da Itapirense aos 31 minutos marcado por Lecão em cobrança de falta que acabou traindo o goleiro da casa.


Bola no fundo do gol do Atibaia. Foto: Orlando Lacanna.

A partir daí, a partida ganhou contornos de dramaticidade, com os visitantes dando um verdadeiro sufoco no Atibaia que jogava com um atleta a menos. Era um perigo atrás do outro rondando a meta dos donos da casa. Dava para perceber a tensão nos rostos dos atletas e dos torcedores e a cada minuto que passava aumentava o desespero da Itapirense em empatar e do Atibaia em manter o resultado.


Um dos lances de perigo na área do Atibaia. Foto: Orlando Lacanna.

A partida se tornou dramática, num verdadeiro teste para cardíacos, sendo que no finalzinho o Atibaia ainda teve a oportunidade de marcar o terceiro gol que selaria a vitória, mas a bola mais uma vez caprichosamente raspou o poste e não entrou, aumentando ainda mais a adrenalina do público e dos atletas. Ufa!

Final de partida com o placar Atibaia 2 - 1 Itapirense que colocou os donos da casa na liderança do seu grupo e com a perspectiva do Atibaia dar mais um grande passo rumo ao acesso, pois o seu próximo jogo será em casa contra o Penapolense que também luta para subir. Quanto à Itapirense, nada está perdido, uma vez que ainda restam dois jogos para cada equipe e todas dependem só de si para chegarem à Série A3 no próximo ano. A luta promete ser sensacional e muito disputada.

Depois de tudo acabado, retornei de imediato a São Paulo, já enfrentando o tradicional congestionamento na Rodovia Fernão Dias por causa da volta do feriadão e isso retardou um pouco o meu almoço dominical, mas nada que estragasse a alegria por ter visto um baita jogo. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário