Procure no JP

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Bragantino estréia vencendo no octogonal final da Série C

Olá,

Após um final de semana futebolístico diferente, acompanhando quatro jogos do Distrito Federal, voltei aos gramados de São Paulo, indo no início da noite do sábado até a simpática cidade de Bragança Paulista para conferir, no Estádio Marcelo Stéfani, ao jogo C.A. Bragantino x ABC F.C. de Natal/RN que valeu pela primeira rodada do octogonal final do Campeonato Brasileiro da Série C.

Esse jogo foi realizado com portões fechados em cumprimento da pena imposta pelo STJD da CBF ao Bragantino por conta de um torcedor ter arremessado um copo d'água ao gramado quando da partida contra o Roma de Apucarana. Para não perder o costume, começo apresentando as equipes e o trio de arbitragem nas fotos abaixo:


C.A. Bragantino - Bragança Paulista/SP. Foto: Orlando Lacanna.


ABC F.C. - Natal/RN. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem composto por Célio Amorim e seus assistentes Claudemir Maffessoni e Fernando Lopes, todos de Santa Catarina. Foto: Orlando Lacanna.

Com o estádio vazio, a partida começou meio devagar com as jogadas se concentrando entre as duas intermediárias. Com o passar do tempo, o Massa Bruta foi tomando conta do jogo, forçando mais as jogadas de ataque pelos lados do campo, em especial pelo lado direito com a participação de Somália na execução da maioria dos cruzamentos que não foram aproveitados.


Cobrança de escanteio pelo Braga. Foto: Orlando Lacanna.


Tentativa de ataque do Braga pela direita. Foto: Orlando Lacanna.

O time potiguar se limitou a congestionar o seu campo de defesa e tentava sair em contra-ataques que acabaram não sendo produtivos, sendo que os seus atletas reclamaram muito do estado do gramado, alegando dificuldades para armarem jogadas ofensivas. Quando tudo indicava que o primeiro tempo terminaria sem abertura de contagem, eis que numa jogada pela meia direita, sem muito perigo, o zagueiro Bruno Lourenço do ABC se precipitou e cometeu pênalti desnecessário que foi convertido aos 39 minutos por Valdir Papel, colocando o Braga em vantagem até o término dessa etapa.


Detalhe do gol do Bragantino em cobrança de pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo, saí do estádio e fui conferir a festa que a galera local estava fazendo na rua que circunda o campo do Bragantino. Lá estavam pelo menos 300 pessoas, tomando umas cervejinhas, fazendo as tradicionais batucadas e assistindo ao jogo em dois telões que foram disponibilizados pela Diretoria do clube.

Voltando ao futebol, logo no início da segunda etapa, o Bragantino criou duas ótimas chances de ampliar o placar, mas não foram aproveitadas, sendo que numa delas a bola se chocou contra o poste esquerdo do goleiro Raniere do ABC.


Saída do goleiro potiguar neutralizando ataque paulista. Foto: Orlando Lacanna.


Mais um avanço dos donos da casa. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos trinta minutos o jogo deu uma caída e entrou num ritmo meio sem graça, com poucas jogadas de perigo, até que aos 43 minutos o ABC quase chegou ao empate, na sua única jogada real de perigo, com a bola se chocando contra o travessão do goleiro Gleguer do Bragantino.

Final de partida com o placar mostrando Bragantino 1 - 0 ABC que colocou o time paulista entre os primeiros colocados, dando esperança a sua torcida de conseguir uma das quatro vagas à Série B em 2.008. Com relação ao ABC, pelo menos nesse jogo, deixou muito a desejar não apresentando um bom futebol, tendo que melhorar muito seu desempenho para sonhar com o acesso.

Após o apito final, dei início ao meu retorno a São Paulo para algumas horas de descanso, pois no domingo cedo iria fazer uma breve viagem a outra cidade paulista para acompanhar a um jogo importantíssimo pela Segundona, mas isso é para depois. Até lá.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário