Procure no JP

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Bragantino vence a Ulbra pela Série C

Olá, amigos, salve salve!

O domingo JP começou animado, mas nada futebolístico, com o batizado da pequena Isabela, filha do Jurandyr Pilantrão. Parabéns a ele e toda a sua família por este golaço, e sucesso à pequena. Mas como domingo sem futebol não é um domingo JP, sequestrei o David e corremos para a terra da lingüiça, encontrar o Victor e acompanhar o confronto entre C.A. Bragantino e S.C. Ulbra, pela quinta rodada da terceira fase, do Campeonato Brasileiro da Série C.


C.A. Bragantino. - Bragança Paulista / SP. Foto: Estevan Mazzuia.


S.C. Ulbra - Canoas / RS. Foto: Estevan Mazzuia.


Quarteto de arbitragem da partida. Foto: Estevan Mazzuia.

Precisando desesperadamente da vitória, o Braga foi para o abafa e, logo aos dois minutos, David acertou a trave depois de fazer água na defesa vermelha.


David prepara o tiro que acertaria a trave. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 9 minutos, Valdir Papel fez boa jogada pela direita, cruzou para a área e encontrou o mesmo David, que fez a bola subir com um toque e fuzilou o quíper gaúcho com outro. Atrás no placar, o Ulbra encontrava chances em bolas paradas, como em uma falta cobrada por Ricardinho, aos 17 minutos, levando perigo ao gol de Gléguer.


Lance do primeiro tempo da paritda. Foto: Estevan Mazzuia.

Mas o Leão estava implacável, e marcou o segundo aos 26 minutos, novamente após jogada pela direita, dessa vez com André Gaspar, que cruzou para Vanderlei cabecear e ampliar.


Detalhe do segundo gol do Bragantino marcado por Vanderlei. Foto: Victor Minhoto.

Com 2 a 0 no placar, tranqulidade no jogo e apoio da torcida, o Braga seguiu no intuito de ampliar diante de seu concorrente direto pela segunda vaga do grupo. Ainda no fim da primeira etapa, David perdeu boa oportunidade de marcar o terceiro, depois de receber um longo lançamento em contra ataque, mas chutou por cima do gol de Gilmar. Na segunda etapa, o Braga tomou um susto aos nove minutos, com Gléguer defendendo um bom chute da intermediária.


Gléguer se estica todo para impedir o gol dos visitantes. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 18 minutos, um lance curioso: André Gaspar cobrou falta com muito perigo, fazendo Gilmar se jogar no chão para evitar o gol; na sequência, vários jogadores do Braga vão pra cima do goleiro ainda caído, a bola sai pela llinha de fundo, e uma grande confusão se instala. O árbitro, durante alguns segundos, surpreendentemente coloca as mãos nas costas e observa o bafafá. Tudo acabou bem, felizmente.


André Gaspar cobra falta para o Bragantino. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 36 minutos, David, o nome do jogo, recebeu um lançamento e tentou encobrir o guarda-redes, sem sucesso. Aos 47 minutos, Hudson, que acabara de entrar, recebeu um cruzamento na área e deixou passar a última oportunidade dos anfitriões, que ainda viram o Ulbra perder boa chance de diminuir no último lance, após escanteio.


No último lance do jogo o Ulbra perde a chance de descontar. Foto: Estevan Mazzuia.

Fim de jogo: Bragantino 2-0 Ulbra. As duas equipes disputam a segunda vaga do grupo, sem favoritismo a nenhuma delas, e com o América/RJ correndo por fora, com chances bem menores. Festa em Bragança, pois a equipe ressurgiu das cinzas e chega viva a última rodada. tristeza entre os gaúchos, que perderam a terceira seguida, e não dependem mais de si para se classificarem.

Abraços!

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário