Procure no JP

terça-feira, 30 de outubro de 2007

Bragantino continua líder do Octogonal Final da Série C

Fala povo!

Depois do jogo do sábado, fiquei sem saber o que iria assistir no domingo, graças à famosa falta de verba que assola os nossos bolsos. Como diriam os Beatles, consegui seguir para uma rodada genial "com uma pequena ajuda dos meus amigos" (escutem "With A Little Help From My Friends"). Então segui para um jogo que eu diria que era imperdível pelo Campeonato Brasileiro da Série C.

Seguimos para a cidade de Bragança Paulista para a partida entre o Bragantino e o glorioso Nacional AC de Patos, na Paraíba, válida pelo Octogonal Final da Terceirona. Mais do que um jogo em que o Braga não poderia pensar em perder pontos, a partida nos trouxe o time da Paraíba até São Paulo, coisa que pelo menos em jogos oficiais acredito que nunca tenha acontecido. E com a nossa famosa Lista ganhando mais um time, fomos autorizados a entrar no gramado do Estádio Marcelo Stéfani para as fotos, exclusivas, das equipes e do trio de arbitragem:


CA Bragantino - Bragança Paulista/SP. Foto: Fernando Martinez.


Nacional AC - Patos/PB. Foto: Fernando Martinez.


O quarteto de arbitragem da partida. Foto: Fernando Martinez.

Além da caravana da coragem que foi comigo pela Fernão Dias (Jurandyr, Fernando Correia e Mílton), o Estevan deu as caras por lá, num breve interlúdio da sua nova vida litorânea e o Victor, recém-chegado demais uma aventura pela segundona mineira. E o jogo valia muito, já que se ganhasse, o alvinegro se manteria na liderança isolada do Octogonal, após sua quinta rodada.

Das numeradas do Marcelo Stéfani vimos um primeiro tempo simplesmente arrasador do time da casa. O Nacional não passou do meio-campo durante toda a primeira etapa e o Bragantino encurralou os paraibanos para o campo de defesa, sem dar tempo para respirar.


Lance no meio-de-campo no jogo entre Bragantino e Nacional/PB. Foto: Fernando Martinez.

Mas o Braga teve um pequenino problema no primeiro tempo: não acertou suas finalizações. O time teve bola na trave, gol perdido na pequena área, chutes de longe... mas todos os lances foram desperdiçados, para desespero do bom público presente por lá.


Sem mais ninguém na foto, zaga do Bragantino afasta bola num lance isolado no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Ataque perdido pelo Braga no primeiro tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

Conforme o tempo ia passando, ficava mais claro que o time precisava acertar o pé para poder ganhar o jogo. E mesmo com o jogo indo para o intervalo sem a abertura de contagem, ficava a certeza que no segundo tempo a coisa poderia ser diferente. Nesse intervalo fomos em busca das tradicionais guloseimas e achamos um salgadinho extremamente artificial de bacon por lá, amplamente aprovado pelo pessoal do JP.

Bom, e na volta do segundo tempo, não demorou nada para o Braga finalmente fazer a festa da torcida. Logo no primeiro minuto, o jogador Davi recebu passe pela direita e chutou colocado da entrada da área. A bola entrou calmamente no canto esquerdo do goleiro do Nacional e levou a torcida à loucura.


Mais uma disputa de bola no meio-de-campo. Foto: Fernando Martinez.

O Nacional então tinha que tentar melhor sorte, e deu seu primeiro chute contra o gol dos anfitriões aos 9 minutos, isso para calma defesa de Gléguer. E o time paraibano até tentou algo, mas o time não estava em um dia inspirado. O Bragantino, por sua vez, perdeu mais gols e a chance de ficar tranquilo no jogo. E o jogo seguiu nesse panorama até seu final, aonde o placar não foi mais alterado.


Boa defesa do goleiro do Nacional/PB no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Bragantino 1-0 Nacional/PB. Mesmo sem fazer saldo de gol, foi uma boa vitória do Bragantino, que perdeu a chance de construir um melhor saldo de gols. Mas mesmo assim o time ainda é líder isolado do Octogonal Final após cinco rodadas. E depois do jogo foi só voltar por uma incrível Fernão Dias sem trânsito para ficar de boa até a madrugada... já pensando no que fazer para comemorar nosso terceiro aniversário na quinta-feira!

Até mais

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário