Procure no JP

segunda-feira, 9 de abril de 2007

Grande vitória grená na Javari

Fala pessoal!

Depois do post sobre a grandiosa estréia do Jabaquara pela Segunda divisão do Paulistão, agora é a vez do post do jogo da tarde do sábado. Depois de sair correndo do Ulrico Mursa, a caravana JP subiu a serra à 160 km por hora para que desse tempo de curtir mais um jogo do Campeonato Paulista. E ausente da especial Rua Javari desde a 1ª rodada do Campeonato, minha presença era obrigatória no jogo entre Juventus e Paulista de Jundiaí.

O Seu Natal me deixou na porta do Estádio Conde Rodolfo Crespi em cima da pinta, mas por causa da chuva não consegui entrar a tempo de ver o comecinho do jogo. Logo no começo o Juventus teve uma bola na trave, mas o time de Jundiaí - lutando desesperadamente pela classificação às semifinais - foi quem marcou o primeiro gol da partida. O gol surgiu aos 8 minutos, através do jogador Gilsinho, aproveitando rebote do goleiro Deola.


Falta perigosa para o Paulista no primeiro tempo de partida. Foto: Fernando Martinez.

O gol não assustou o time grená, que continuou em cima do time do interior, mostrando um futebol bastante competitivo. O time perdeu mais uma grande chance aos 13, mas chegou ao empate aos 20 minutos. O gol, marcado pelo jogador João Paulo, foi um golaço e animou os quase 2.000 torcedores presentes. Depois do gol o Juventus partiu para cima do Paulista buscando a virada. Nessa hora apareceu a estrela do goleiro Victor, do Paulista. Ele fez grandes defesas, e quando não pegava, a bola batia na trave.


Grande chance do Juventus no primeiro tempo, mas a bola insistia em não entrar. Foto: Fernando Martinez.

O Juventus seguiu com essa forte pressão até o final do primeiro tempo, mas deixava a certeza de uma ótima segunda etapa. No intervalo pude encontrar o Jurandyr e o Mílton, separados em virtude da muvuca no local e da chuva monstro que caiu. Também reencontrei os figuras de sempre, Sérgio Manjuillo, Édson Natali, Jorge Múcio, etc... Mas a grande presença por lá foi do Valentim, grande lenda que fazia tempo que não aparecia no templo grená. Alguém que tem o Irmãos Romano, Transauto e Meninos de São Bernardo na Lista não pode nunca ser esquecido.


Édson Natali, Sérgio Manjuillo, Valentim e Jurandyr, com o Jorge Múcio abaixado. Lendas-vivas na Javari. Foto: Fernando Martinez.

E já postados atrás do gol, graças à pausa na chuva, vimos um segundo tempo magnífico. O Juventus começou com tudo essa etapa com o único intuito de virar o jogo logo. O Paulista ainda tinha suas chances, e levou relativo perigo ao gol grená, mas o dia era mesmo para o Moleque Travesso.


Falta marcada para o Juventus, no início do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Dos 20 aos 30 minutos o Juventus perdeu pelo menos três chances para virar o placar. O Paulista também se empolgou e criou duas ótimas chances para o segundo gol, obrigando o goleiro Deola a praticar ótimas defesas. Mas o jogo seguia para um final feliz para a torcida grená. Aos 32 minutos, em falta clara na entrada da área, o jogador Ivan ajeitou com carinho e provavelmente ouviu o profeta Jurandyr: "Esse será o gol para a Série C". E com extrema categoria, ele colocou a bola no canto esquerdo do goleiro Victor, virando o jogo para a festa máxima dos presentes.


Cobrança de falta que originou o segundo gol do Juventus na partida. Foto: Fernando Martinez.

O Paulista ainda tentou empatar, mas não tinha sucesso nas finalizações. O Juventus por sua vez perdeu claramente chances para marcar o terceiro gol. E com uma calma e serenidade impressionantes para tudo que estamos acostumados a ver na Javari, o Juventus seguiu até o final da partida com muita correção e levou a vitória heróica!


Jogada disputada na linha de fundo. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Juventus 2-1 Paulista. Grande vitória grená, que faz o time dar um importante passo rumo à Série C desse ano e o mais importante: fugir do rebaixamento. Já o Paulista perde a chance de se aproximar das quatro primeiras colocações do campeonato, e agora fica mais difícil a chegada às semifinais.

Ainda teria uma terceira partida no sábado, mas a chuva que caiu no final do jogo minou qualquer ânimo em seguir para São Caetano. Depois então fui descansar para a rodada genial do domingo...

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário