Procure no JP

segunda-feira, 9 de abril de 2007

Começa a Segundona de São Paulo

Buenas!

Finalmente começou o grande Campeonato Paulista da Segunda Divisão, torneio esperado ansiosamente por todos os integrantes do JP. E pra estrear com chave de ouro, fomos assistir logo no sábado pela manhã a estréia da equipe mais tradicional do torneio contra um estreante no profissionalismo: Jabaquara x Pão de Açúcar. Na viagem, eu, Fernando, Orlando, Victor, David e o grande seu Natal, seguimos até a cidade de Santos.

Antes de chegar ao estádio da partida, demos uma passada na Caneleira, para ver como anda o campo do Jabuca, que está sendo arrumado para o campeonato. Por causa desse problema o jogo foi realizado no Estádio Ulrico Mursa, campo da Portuguesa. Com autorização da arbitragem, fizemos as fotos oficiais da partida, sendo a do Pão de Açucar a primeira da equipe como profissional numa exclusividade do JP:


Jabaquara AC - Santos/SP. Foto: Fernando Martinez.


Pão de Açúcar EC - São Paulo/SP (mas mandará seus jogos em Embu das Artes). Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Marcos Alves da Silva, os auxiliares Maurício Diacov e Marcelo Ferreira da Silva e os capitães do Jabaquara e do Pão de Açúcar. Foto: Fernando Martinez.

A partida começou com um esperado estudo inicial por parte das duas equipes, afinal isso é muito comum em início de temporada, pois pinta uma ansiedade geral. Aos poucos quem foi encontrando seu futebol foi o Leão da Caneleira, que começou a dominar a partida a criar as principais chances de gol.


Lance do jogo entre Jabaquara e Pão de Açúcar. Foto: Emerson Ortunho.

Com o domínio da partida, os gols surgiram até com certa facilidade, o primeiro foi depois de um escanteio para o Jabaquara, quando a bola sobrou para o jogador Edgard que tocou pressionado por um zagueiro. A bola ainda desviou em outro zagueiro do Pão de Açucar e entrou. Dois minutos depois, o mesmo Edgard, que fazia sua estréia pelo Jabuca, penetrou pela intermediária e bateu cruzado para marcar o segundo tento do Leão.


Detalhe do primeiro gol do Jabaquara na partida, marcado pelo jogador Edgard. Foto: Fernando Martinez.

Com os 2 a 0, o Jabuca deu uma diminuida de ritmo e aí o Pão de Açúcar aproveitou para conseguiu diminuir o placar. Após um cruzamento perfeito da esquerda, o jogador Wellington toca de pé direito para marcar o gol no canto esquerdo do goleiro Hebert. Primeiro gol da história do Pão de Açúcar Esporte Clube como profissional. E os 2 a 1 acabou sendo o placar do bom primeiro tempo.


De longe, mais um ataque do Jabuca no primeiro tempo de partida. Foto: Fernando Martinez.


Numa visão de dentro do campo, mais um detalhe do jogo Jabaquara e Pão de Açúcar, com a visão das "numeradas" no Ulrico Mursa. Foto: Fernando Martinez.

No segunda etapa, o jogo inverteu de dono e o Pão de Açúcar partiu para o ataque em busca do empate. O Jabaquara sentiu claramente a falta de um bom preparo físico, ocasionado pelos aproximadamente 20 dias de trabalho. O Pão de Açucar que se prepara desde o ano passado, fez valer o seu investimento na pré-temporada e com o time correndo muito, deu um sufoco no Jabuca, obrigando o jovem goleiro Hebert a praticar belas defesas.


Ataque perigosíssimo do time de São Paulo no segundo tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Já na metade do segundo tempo, o Pão de Açúcar teve um jogador expulso e com isso, a partida voltou a ter equilíbrio. Mas esse equilíbrio não durou muito, pois o Jabuca foi sentindo mais e mais o ritmo da partida. Assim, mesmo com dez em campo, o Pão de Açucar voltou a dominar e chegou ao empate através de Denílson, que recebeu livre na entrada área, driblou o zagueiro com categoria e tocou no canto direito do goleiro do Jabuca. Com o 2 a 2 as duas equipes sentiram que para uma estréia o placar não era ruim. O Jabaquara ainda tentou algumas vezes o ataque, mas o Pão de Açúcar se fechou bem e segurou o empate.

Final de jogo: Jabaquara 2 x 2 Pão de Açucar. O Jabuca mostrou esse ano que tem um bom elenco, com a volta do volante Ramirez campeão pela equipe em 2002, e com a bela estréia do atacante Edgar, que com 26 anos não era profissional e jogava na várzea de Santos. Já o Pão de Açucar tem um bom elenco, porém muito jovem. Mas a equipe deve fazer um bom campeonato.

Depois da alegria de voltar a ver o Jabuca e os jogos pela segundona, o jeito foi esperar a rodada de domingo.

Abraços!

Emerson

Um comentário: