Procure no JP

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Taboão e Red Bull empatam em partida agitadíssima

Salve amigos!

A Fênix Perdida segue viva, e esteve presente no esperadíssimo combate do último sábado, pela Segundona Paulista, entre Taboão da Serra e Red Bull, disputado no Estádio Vereador José Ferez. Após as fotos de praxe, dirigi-me às tribunas de imprensa atendendo convite do simpaticíssimo amigo e Presidente do Taboão, Eduardo, para fugir da fria garoa que se abateu sobre o estádio.


C.A. Taboão da Serra - Taboão da Serra / SP. Foto: Estevan Mazzuia.


Red Bull F.E.L. - São Paulo / SP. Foto: Estevan Mazzuia.


Trio de arbitragem e capitães das equipes. Foto: Estevan Mazzuia.

O jogo começou disputado, porém sem reais chances de gol, exceto logo aos 3 minutos, quando Araújo quase marcou para os anfitriões, após cruzamento de Kanu. O anunciado clima de tensão era notado tanto na presença dos fiscais da federação, quanto na postura do árbitro, que não se intimidou em mostrar um amarelo pra cada lado, nos primeiros 20 minutos.


Ataque do Red Bull no primeiro tempo. Foto: Estevan Mazzuia.

O primeiro tempo seguiu truncado, as principais chances surgiam de falhas do setor defensivo de ambas equipes. A melhor chance dos visitantes ocorreu no finalzinho da etapa inicial, através de Luizinho, depois de bela jogada de Paulo César pelo meio.


Ataque do Taboão da Serra ainda na primeira etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

No começo da segunda etapa o CATS perdeu Leandro, por ser advertido pela segunda vez. Quando as coisas pareciam se complicar para os donos da casa, foram os visitantes que resolveram se postar duramente na defensiva, mostrando-se satisfeitos com o empate fora de casa.


Um dos raros ataques do Red Bull no segundo tempo. Foto: Estevan Mazzuia.

Então, começou a polêmica, e o clima de tesão, que parecia ter sido esquecdo, voltou a surgir. Aos 20 minutos, a torcida local reclamou a não marcação de um suposto gol após cabeçada de Araújo. Para a arbitragem, a zaga tirou em cima da linha. Pouco depois, nova chance para o Taboão, com Kanu. Aos 36 minutos, novo lance duvidoso: anfitriões reclamaram muito, alegando que a defesa azul teria colocado a mão na bola dentro da área. Mesmo com um a menos, e indepedentemente dos lances polêmicos, o Taboão fazia por merecer a vitória. Mas como se diz, futebol é uma...

Aos 44 minutos, Felipe, do Red Bull, sofreu uma pancada na cabeça, que preocupou a todos, e foi substituído. Mas quem se abalou com a lesão foram os donos da casa, que viram os visitantes chegarem bem perto de marcar, com Bruninho e Paulo César. E veio o golpe fatal, aos 46, com Luizinho se aproveitando de bobeira da defesa vermelha na área.

Aí o clima esquentou de vez. Mas era um problema do Taboão com a arbitragem. Aos 48 minutos, o que todos esperavam aconteceu: um daqueles pênaltis estranhos... Bom, quem sou eu pra julgar. O fato é que Araújo bateu e empatou.


Em cobrança de pênalti o empate do Taboão da Serra. Foto: Estevan Mazzuia.

Bom, como já não havia mais tempo pra mais nada, o árbitro apontou o centro de campo, e aí o bicho pegou. O time do Red Bull foi pra cima dele, e o time do Taboão aproveitou pra tomar as dores do árbitro e descontar a raiva que estava engasgada. A confusão foi geral, infelizmente. Dentro e fora do campo.


Após o final do jogo, confusão dentro e fora do campo. Fotos: Estevan Mazzuia.

Placar final: Taboão da Serra 1 x 1 Red Bull. O resultado, infelizmente, praticamente eliminou a querida equipe da Grande São Paulo. O Red Bull também mantem a esperança para a última rodada, semana que vem, que promete muito.

É isso aí! Aquele abraço,

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário