Procure no JP

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

JP em Embu-Guaçu para mais um time novo na Lista

Fala pessoal!

Começando os posts do último final-de-semana, o JP (na presença do que vos escreve com a indefectível carona do seu Natal) esteve num lugar jamais visitado aqui na história do blog. Viajamos cerca de 70 quilômetros pela Zona Sul paulistana, Régis Bittencourt e estradas vicinais da Grande São Paulo até chegarmos na cidade de Embu-Guaçu. Tudo para ver um jogo do Campeonato Paulista sub-20 da 2ª divisão. A partida em questão foi entre o CA Embu-Guaçu e o Elosport, no Estádio Municipal Bento Pires de Morais. Foi a chance de colocar mais um time na Lista, no caso os locais, voltando ao futebol depois de 17 anos parado.


Nas famosas letras de pedra espalhadas pelo estado de São Paulo, a entrada de Embu-Guaçu. Foto: Fernando Martinez.

A equipe jogou profissionalmente cinco campeonatos paulistas, entre 1986 e 1991, e a velha guarda do JP já tinha visto o time em campo, mas a jovem guarda ainda não. Juntar time novo, estádio novo e um jogo perdido sempre é uma ótima pedida para nós. Chegamos cedinho, a tempo de curtir o bom sanduba do bar do estádio. Também conversamos com o presidente do Elosport, Irineu Rodrigues. Sempre simpático, agradeceu nossa presença para mais uma cobertura do time. Bom, o blog foi a tempo também das fotos oficiais do jogo, e como acontece algumas vezes, essas são exclusivas.


CA Embu-Guaçu (sub-20) - Embu-Guaçu/SP. Foto: Fernando Martinez.


Elosport CB (sub-20) - Capão Bonito/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem da partida com os capitães do Embu-Guaçu e do Elosport. Foto: Fernando Martinez.

A partida foi válida pela sétima rodada da primeira fase. Até então, o Elosport era o líder do seu grupo, enquanto o Embu-Guaçu estava na penúltima colocação. Mas conforme relatos de amigos que estiveram lá ultimamente, o time amarelo sempre jogou bem, e os números da tábua de classificação não condiziam com a realidade. O árbitro apitou o início da peleja e eu fiquei atento ao que acontecia dentro das quatro linhas. Os visitantes começaram melhor, e marcaram seu primeiro gol logo aos 6 minutos, com o jogador Ismael chutando nas redes após rebote do goleiro. Depois do gol o Elosport ainda dominou o jogo por algum tempo, mas rapidamente o time da casa passou a ter os seus melhores momentos.


Chance para o Embu-Guaçu no começo da partida, e ótima intervenção do goleiro. Foto: Fernando Martinez.

Os locais criaram ótimas oportunidades para igualar o placar, mas todas foram desperdiçadas. Mas para surpresa de todos, numa ofensiva que parecia que não daria em nada, veio a chance do empate. Num cruzamento da direita, o zagueiro do Elosport interceptou com a mão. Pênalti marcado e cartão amarelo para o zagueiro. Na cobrança, o camisa 7 Lucas bateu no canto esquerdo, e mesmo com o goleiro tocando na bola não teve jeito. Empate justíssimo no placar.


Jogada pela direita do ataque dos donos da casa. Segundos depois, um pênalti seria marcado. Foto: Fernando Martinez.


Empate do Embu-Guaçu nos pés do camisa 7, Lucas. Foto: Fernando Martinez.

Durante o resto do primeiro tempo o Embu-Guaçu continuou melhor e com as melhores oportunidades para marcar o segundo. O Elosport porém se defendia muito bem e levava relativo perigo nos contra-ataques. Mas o placar não teve mais alterações no final dos seus primeiros 45 minutos. No intervalo fui conversar com o preparador físico do Embu-Guaçu, Adriano, para mais informações do clube.

Descobri que realmente há o interesse na volta do time ao profissionalismo, e o investimento para que isso aconteça em 2009 é bem grande. Ele também falou sobre o que acontece no time sub-20, com os jogadores ganhando ajuda de custo e tudo mais, caso raro nesse campeonato. Resta a nós torcer para que essa volta aconteça mesmo, e que o time possa disputar logo a segundona.


Detalhe preciso do esforço dos jogadores do Embu-Guaçu e do Elosport dentro de campo. Foto: Fernando Martinez.

Para o segundo tempo esperava um jogo ainda melhor e realmente foi isso que aconteceu. Os dois times alternavam ótimos momentos e chances claras para os dois lados foram criadas. Mesmo com o jogo interrompido dos 12 aos 21 minutos, em virtude da ambulância ter ido levar um atleta no Elosport no hospital, o jogo não diminuiu seu ritmo. Aos 24 minutos uma ótima chance para os anfitriões com o jogador Jean saindo livre na frente do goleiro, mas chutando em cima dele.


Agora no segundo tempo, mais uma chance do time amarelo. Foto: Fernando Martinez.

A partida continuava em aberto, mas o empate insistia em permanecer no placar. Mas aos 40 minutos, mesmo com o Embu-Guaçu melhor em campo, o Elosport marcou seu segundo gol. Num cruzamento pela esquerda, a bola era mais para o goleiro, mas o zagueiro Clayton foi mais ligeiro e cabeceou para o fundo as redes do time da casa. Festa no banco de reservas do time de Capão Bonito e dentro de campo. Mas será que o time do Embu-Guaçu teria forças para buscar novamente o empate? A resposta foi rápida. Logo no minuto seguinte, numa bela cobrança de falta para o time amarelo, o goleiro Paulo deu rebote nos pés do camisa 2 Jean, que chutou forte no canto esquerdo. 2 a 2 no placar e de novo tudo igual.


No último momento do jogo, chance para o Elosport garantir os três pontos. Mas nada aconteceu. Foto: Fernando Martinez.

Daí até o final do jogo mais emoções ainda seriam vistas em campo. Aos 49, o Elosport quase chegou ao gol da vitória, em chutaço à queima-roupa que o goleiro Romário dependeu de forma brilhante, meio que se redimindo do segundo gol dos visitantes. Já com um frio absurdo, o jogo acabou mesmo em Embu-Guaçu 2-2 Elosport. O resultado mantém o time azul invicto na competição, com quatro vitórias em sete jogos. O Embu-Guaçu, mesmo atrás na classificação, mostrou um time bem armado e muito raçudo. Com certeza o time ainda dará muita alegria a sua torcida.

Depois do jogo vi os figuras Jurandyr e Fernando Correia, mas infelizmente eles foram embora sem dar aquele famoso "oi" para o que vos escreve. Bom, então eu e o seu Natal ainda voltamos pelo caminho longo, no melhor esquema "take the long way home", com agradecimentos de Roger Hodgson e Rick Davies, já pensando na rodada do domingo.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário