Procure no JP

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Campinas assume liderança do Grupo 8 da Segundona

Olá,

O returno da segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão teve início na última sexta-feira, sendo que no sábado à tarde, o JOGOS PERDIDOS entrou em campo para continuar a cobertura dessa sensacional competição. A pedida dessa vez foi viajar até a importante cidade de Campinas, encontrar o amigo do JP, Luciano Claudino e seguir até o Estádio Horácio Antônio da Costa, mais conhecido como Cerecamp, para conferir de perto a partida Campinas F.C. X Barretos E.C.

Esse jogo simplesmente reuniu os dois times com as melhores campanhas do grupo e, a conquista da vitória, significaria dar um passo enorme em busca de uma das vagas à terceira e decisiva fase da competição. Mesmo com todos esses ingredientes, o público campineiro não prestigiou o espetáculo, comparecendo em pequeno número. Foi uma pena, pois a partida prometia muito, com o Barretos disposto a devolver a derrota do primeiro turno e também queria manter a liderança do grupo que estava em seu poder até o início dessa partida.

Ao chegar no estádio, fui muito bem recebido pelas pessoas ligadas ao Campinas e ao Barretos, em especial pelos dois técnicos, Claudemir Peixoto pelo time da casa e Deto Pereira dos visitantes. Após um agradável bate papo, fui para o gramado para fazer as fotos oficiais e exclusivas dos times e da arbitragem que estão abaixo:


Campinas F.C. - Campinas/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Barretos E.C. Barretos/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Luciano da Silva Lalucce, seus assistentes Carlos Augusto Nogueira Júnior e Edvanio Ferreira Duarte, além do quarto árbitro Vinícius Furlan acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

A bola começou a rolar e de imediato o Campinas tomou iniciativa de ir para o campo de ataque, não permitindo ao Barretos sair do seu campo de defesa. O primeiro lance de real perigo aconteceu a favor do time da casa, logo aos 7 minutos, numa cobrança de falta executada por Diego que mandou a bola contra o travessão do goleiro Renan.


Bola indo de encontro ao travessão em cobrança de falta pelo Campinas. Foto: Orlando Lacanna.

O time campineiro continuou forte no ataque, tanto que aos 16 minutos, chegou ao seu gol inicial, marcado pelo zagueiro Bruno de cabeça, aproveitando rebote do travessão, em lance que começou com a cobrança de mais uma falta.


Pelota no fundo do barbante barretense no primeiro gol do Campinas. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo com a vantagem, a "Águia" campineira insistia no ataque, tendo criado e desperdiçado ótima chance com Reinaldo aos 20 minutos. Aos 30 minutos, em outra cobrança de falta pelos donos da casa, a bola se chocou contra o poste esquerdo da meta do Barretos. Até os trinta minutos, os visitantes pouco realizaram em termos ofensivos e somente aos 37 minutos chegaram com real perigo, em mais um lance de bola parada, numa cobrança de falta executada por Bruno Iauca que obrigou o goleiro Fagner a realizar espetacular defesa.


Defesa espetacular de Fagner evitando o empate do Barretos. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos minutos, as equipes tocaram mais a bola e, dessa forma, o placar mínimo a favor do Campinas foi mantido até o fim do primeiro tempo. Com o reinício da partida, deu para notar que o "Touro do Vale" havia voltado com uma postura completamente diferente, saindo com determinação para o campo de ataque, tendo chegado perto do gol de empate aos 7 minutos, em mais uma cobrança de falta que explodiu no travessão de Fagner.


Bola quicando no chão após explodir no travessão em cobrança de falta pelo Barretos. Foto: Orlando Lacanna.

O Campinas assimilou o golpe e foi para cima, tanto que aos 8 minutos, chegou ao seu segundo gol, marcado por Generozo aproveitando rebote do goleiro Renan que foi infeliz no lance, pois rebateu a bola para frente que acabou encontrando o meia campineiro que não teve dificuldade para marcar.


Momento exato da marcação do segundo gol campineiro. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo em desvantagem de dois gols, o Barretos não desanimou e foi para cima, criando algumas oportunidades, até que aos 29 minutos, chegou ao seu gol, marcado por Diego Bianchini que mandou uma bomba da intermediária, surpreendendo o goleiro campineiro e diminuindo a diferença. Após esse gol, o Barretos quase chegou ao empate, numa outra boa jogada de ataque, porém a conclusão não foi boa e a chance foi jogada para fora. Nos últimos quinze minutos a partida assumiu um ritmo de equilíbrio, podendo uma ou outra equipe chegar ao gol e, quem chegou mais perto, foi o Campinas, através do atacante Jaú que mandou a quinta bola na trave em mais uma cobrança de falta, aos 42 minutos.


Luta intensa pela bola junto à lateral. Foto: Orlando Lacanna.

Partida encerrada com o placar indicando Campinas 2 - 1 Barretos que colocou o time da casa no topo da tabela de classificação do seu grupo com 14 pontos. Mesmo com a derrota, os visitantes se mantiveram no G2, assumindo a segunda posição com 12 pontos. As duas equipes mostraram nesse jogo porque estão tão bem colocadas, sendo que somente um desastre tirará a classificação dessa equipes à terceira fase.

Tão logo o árbitro trilou o apito pela última vez, comecei o retorno para São Paulo para aproveitar o resto do sábado descansando, pois no domingo cedo, a jornada iria continuar com a cobertura de mais uma partida pelo JP, agora valendo pela Copa Paulista de Futebol, mais isso é conversa para depois.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário