Procure no JP

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Empate em Mauá entre Grêmio e Brasilis pela Segundona

Fala pessoal!

Mais um final de semana com coberturas únicas aqui no JP. No sábado cedo, caí da cama para mais um jogo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Com a carona do seu Natal, e indo por caminhos nunca antes visitados, seguimos até a cidade de Mauá para uma visita no Estádio Municipal Pedro Benedetti, palco da partida entre o Grêmio Mauaense e o Brasilis. Chegamos cedo e já encontramos o pessoal da Rede Vida, sempre simpático conosco. E com aqueles cumprimentos sempre presentes nas nossas rodadas por aí, aguardamos os times para as fotos oficiais. Ah, e elas são exclusivas.


GE Mauaense - Mauá/SP. Foto: Fernando Martinez.


Brasilis FC - Águas de Lindóia/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Marcelo Rogério e os auxiliares Rogério Gomes da Silva e Osny Antonio Silveira posam para o JP com os capitães da partida. Foto: Fernando Martinez.

O jogo foi entre dois times que lutam pela classificação para a próxima fase dentro do grupo mais equilibrado dessa segunda fase. Tirando a Ranchariense, todas as outras cinco equipes tem chances de conquistar essa vaga. E jogar em casa pode ser um diferencial bastante grande. Debaixo de um sol insuportável, fiquei firme e forte para acompanhar o primeiro tempo.

Mas o Mauaense não conseguiu aproveitar de forma objetiva o fator "casa". O time até criou chances e dominava territorialmente o jogo, mas o Brasilis se defendia bem. O time da casa levou perigo em uma ou duas chances, e os chutes de longe não estavam bem calibrados.


Saída do goleiro do Brasilis para afastar o perigo em cobrança de escanteio. Foto: Fernando Martinez.

Graças a isso, quem acabou marcando primeiro foi a equipe visitante. Depois de uma bobeada pela direita aos 25 minutos, a bola foi cruzada na cabeça do atacante Thomas, que sozinho colocou no canto esquerdo do goleiro, abrindo o placar para o Brasilis. Festa dos poucos torcedores que torciam para o time laranja em Mauá.


Chute que levou perigo ao gol do time visitante. Foto: Fernando Martinez.


Mais um escanteio para o Mauaense que não foi aproveitado por seus atacantes. Foto: Fernando Martinez.

O Mauaense sentiu o gol, e continuava perdendo chances por talvez uma afobação maior dos atacantes. A defesa do Brasilis deu alguns espaços que o time local não soube aproveitar. Enquanto o jogo rolava eu torcia para o primeiro tempo acabar logo, pois estava de olho num lugar na cabine de imprensa do estádio... na sombra!

No intervalo, a vantagem era mínima para o time visitante. Saindo do campo encontramos pessoal amigo e que sempre nos dá boas vindas em Mauá. Muita conversa (e muita água) nos quinze minutos de descanso dos times.


Mais uma chance, agora pela direita, de gol do Mauaense. Foto: Fernando Martinez.

Já protegido na sombra das cabines de imprensa, o segundo tempo voltou com o Mauaense jogando da mesma forma, mas com o Brasilis jogando bem melhor. O time laranja dominava a partida e via muitas chances de gol a seu favor. As mais claras aconteceram em lances que a zaga do Mauaense tirou a bola em cima da linha. O jogo ia passando sem que alguém pudesse ver chance de empate para o time de Mauá. Se tinha algum time perto de marcar um gol, esse time era o Brasilis. Mas no futebol o inesperado sempre pode acontecer. E exatamente aí foi aonde o Mauaense garantiu o empate.


Um dos lances em que a zaga do Mauaense tirou a bola em cima da linha. Foto: Fernando Martinez.

Já no final do jogo, o goleiro do Brasilis foi fazer uma graça e ao invés de deixar a bola sair pela linha de fundo, simplesmente a cabeceou. Mas ela foi parar na pequena área, nos pés de um jogador do Mauaense. A bola então foi chutada, passou por baixo do goleiro, e sobrou livre para o jogador Betinho empatar o jogo. Isso aconteceu aos 33 minutos. Ninguém no estádio entendeu o que o goleiro quis fazer, mas a torcida do Grêmio Mauaense ficou muito grata a ele, pois caso não acontecesse essa falha, dificilmente o time da casa chegaria ao empate.


Falta que poderia ter levado perigo ao gol do Brasilis. No final das contas, nada aconteceu. Foto: Fernando Martinez.

E daí até o final, nada mais foi alterado. Final de jogo: Mauaense 1-1 Brasilis. Empate precioso para o time da casa, enquanto podemos dizer que o Brasilis perdeu dois pontos certos. Nesse grupo, muita coisa ainda pode acontecer, e com certeza emoção não faltará. E depois que saímos de lá, fomos encontrar o Orlando, para a nossa segunda partida do dia, e num jogo do mesmo grupo.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário