Procure no JP

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Guarulhos vence o Barretos e ainda respira na Segundona

Fala pessoal!

Nesse último final-de-semana vi apenas um jogo in loco, graças a compromissos profissionais que tomaram minhas madrugadas. Então mesmo cansado e caindo de sono, segui no sábado à tarde, com frio e chuva, para a cidade de Guarulhos para um jogo decisivo do Campeonato Paulista da 2ª divisão. No Estádio Antônio Soares de Oliveira, o jogo entre Guarulhos e Barretos tinha ares de decisão.

Mas antes de falar do jogo, logo quando entrei no estádio vi que as obras para a ampliação do local estão muito bem encaminhadas. Como já tinha um mês que não pintava por lá, me espantei com o estado atual da quarta arquibancada. Ela já foi quase toda concluída e com certeza antes de 2009 teremos o estádio inteirinho fechado. Acredito que na próxima Copa São Paulo, o pessoal de Guarulhos já tenha a chance de ver o estádio pronto.


Detalhe do estado atual da quarta arquibancada do Antônio Soares de Oliveira. Vai ficar bonito... Foto: Fernando Martinez.

Mesmo com uma chuvinha que não parava fiquei dentro do campo para as fotos oficiais da partida. O mais legal é que o Barretos não jogou de branco, e sim com as suas cores originais, lembrando a sua origem, resultado da fusão dos times do Barretos FC (preto) e do Fortaleza (verde):


AD Guarulhos - Guarulhos/SP. Foto: Fernando Martinez.


Barretos EC - Barretos/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e os auxiliares Alessandro Pitol Arantes e Eduardo de Jesus Conceição posam para o JP com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

O jogo era decisivo pelo simples fato de que se o Barretos empatasse a partida ele estaria classificado para a terceira fase e ainda por cima eliminaria o Guarulhos da Segundona. Para o time azul, só restava ganhar para ainda ter chance na última rodada dessa fase. Com certeza os jogadores do Guarulhos não queriam que o campeonato acabasse já.

De dentro do campo vi o Guarulhos começar a partida melhor do que o Barretos e jogando com uma raça incrível. Pressionando o adversário no campo de defesa, o time da casa marcou o primeiro gol logo aos 7 minutos. Depois de falta pela esquerda, o goleiro deu rebote nos pés de Henrique, que apereceu para colocar o Guarulhos na frente.


Escanteio perigoso para o Barretos durante o primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Mais uma chegada do Barretos, com os operários ao fundo fazendo uma parada para ver um pedaço da partida. Foto: Fernando Martinez.

Mesmo com esse gol, o Guarulhos não deu espaços ao time visitante e criou mais chances para marcar. Mesmo com uma equipe inferior tecnicamente, os donos da casa fizeram o Barretos suar a camisa para não sofrer mais gols. Nesse meio tempo a chuva apertou, e fui obrigado a procurar abrigo nas tribunas de imprensa.

Tribunas de imprensa que por sua vez tem cada vez menos imprensa, com um pessoal que sai das arquibancadas na maior para ficar protegidos por lá. Até acho que todos deveriam ter lugares protegidos da chuva, mas atrapalhar as nossas anotações e eventuais fotos em situações assim é complicado. Diretorias dos clubes tudo bem, mas com terceiros por lá é difícil.


Mais um chute para o Barretos no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Tanto que vi o jogo até o final do primeiro tempo meio de lado, quase em cima do equipamento da rádio de Barretos. Graças a isso, quase perco o gol de empate do time visitante, na primeira chance de gol da primeira etapa para eles. Numa cobrança de falta da esquerda, o goleiro do ADG não saiu e o zagueiro Bira só relou na bola para empatar o jogo.


Cobrança de falta que originou o gol de empate do Barretos no jogo. Foto: Fernando Martinez.

Dali para frente só deu Barretos até o apito final do primeiro tempo. O time verde perdeu chances claras para virar o placar, e o Guarulhos só torcia para os 45 minutos encerrarem logo. Mas o time verde realmente não conseguiu virar o jogo e a partida foi no 1 a 1 para seu intervalo. No intervalo consegui um lugarzinho na tribuna, e nem consegui sair para tomar algo. Segurei meu lugar com unhas e dentes, já que a chuva apertou e não tinha como ficar com a máquina nas arquibancadas.

Voltando para o segundo tempo o jogo melhorou ainda mais. Os times faziam uma partida equilibrada com chances de gol para os dois lados. Um jogo muito agradável de se ver, mas que não interessava em nada para o Guarulhos, que com esse empate estaria eliminado. Mas aos poucos o time azul foi passando a dominar o jogo e levar mais perigo ao gol do Barretos.


Visão geral do jogo com a nova arquibancada em plena conclusão. Foto: Fernando Martinez.

Por volta dos 20 minutos o jogo ficou todo para o time da casa. A equipe se lançou definitivamente ao ataque buscando o gol que deixaria o time ainda com chances na segundona. O Barretos levava perigo em contra-ataques, mas se preocupava mais em garantir o empate. Definitivamente o Guarulhos merecia o segundo gol, mas somente no final da partida ele veio.

Aos 37 minutos, numa jogada ótima de todo o ataque guarulhense, a bola foi cruzada pela direita. O jogador Henrique cabeceou meio sem direção, mas na pequena área o zagueiro Bira tocou na bola e tirou completamente o goleiro da jogada, jogando a pelota para dentro das próprias redes. Guarulhos 2 a 1.


De dentro do gol, a última imagem do jogo, um ataque do Barretos ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Daí até o apito final, os locais ainda tiveram chance de marcar o terceiro. O Barretos também até tentou o empate, mas o dia era mesmo do time da casa. Final de jogo: Guarulhos 2-1 Barretos. Esse placar adia a definição da segunda vaga do grupo. Basta ao Barretos vencer o Guarujá em casa, mas o Guarulhos, vencendo o Lemense em Leme, torce contra o time verde para buscar essa milagrosa classificação.

Mesmo na chuva, voltei para casa dormindo legal dentro do ônibus já me preparando para encarar entrar no serviço em plena madrugada. Isso me deixou sem condições de ver algum jogo no domingo. Mas semana que vem tem mais.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário