Procure no JP

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Fantasma da Mogiana larga na frente na luta rumo à Série A3

Olá,

Continuando a grande cobertura do final de semana, no domingo pela manhã, caí da cama bem cedinho e voltei a botar o pé na estrada, sendo que dessa vez o meu destino foi o Estádio Salvador Russani, localizado na festiva cidade de Atibaia, local da realização da partida S.C. Atibaia x Batatais F.C. que valeu pela rodada inaugural da terceira e decisiva fase do espetacular Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

Em mais essa oportunidade, os participantes da partida posaram para as lentes do JP e, as fotos apresento abaixo:


S.C Atibaia - Atibaia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Batatais F.C. - Batatais/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem composto por Márcio Roberto Soares, seus assistentes João Bourgalber Nobre Chaves e Hilton Francisco de Melo, além do quarto árbitro Roney Prado Bustamante. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo com o forte calor, a partida começou com muita luta e disposição e logo aos 8 minutos, aconteceu o primeiro lance polêmico da partida, quando Ronaldo abriu o placar a favor dos visitantes, numa jogada rápida pela intermediária que culminou com um chute forte à meta atibaiense. Esse gol gerou muitos protestos por parte dos atletas e torcida locais. Alguns minutos depois a Atibaia chegou ao gol de empate, porém a arbitragem o considerou ilegal por impedimento, gerando com isso mais protestos e reclamações por parte do time local.


Saída para o ataque do Atibaia. Foto: Orlando Lacanna.

O Batatais que não tinha nada com isso, foi desenvolvendo seu jogo de forte marcação e saídas rápidas em contra-ataques e quase ampliou o placar no final dessa etapa. Mesmo com os problemas com a arbitragem, o Atibaia, apesar de ter mais posse de bola, ficou devendo e o placar ficou mesmo no 1 a 0 para os visitantes.


Desarme pela defesa do Batatais. Foto: Orlando Lacanna.


Escanteio cobrado pelo Atibaia. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo a corrida foi em busca do precioso líquido e, enquanto consumia alguns copos de água, pude sentir mais uma vez o carinho e a admiração que os torcedores locais e de Batatais têm com o JP, pois quase não consegui dedicar a atenção a todos em virtude do grande número de pessoas que vieram ao meu encontro. Valeu pelo carinho e um grande abraço a todos.


Outro cruzamento defendido por Naldo do Batatais. Foto: Orlando Lacanna.

Na segunda etapa, o Falcão de Atibaia voltou com o firme propósito de mudar o resultado saindo com tudo para o campo de ataque e, com isso acabou deixando sua defensiva exposta aos perigos de um contra-ataque. Para piorar as coisas, o seu meia Paulo Henrique foi expulso aos 11 minutos por ter dado um tapa no adversário, recebendo o cartão vermelho direto. A partir daí, o Batatais que é um time mais experiente, reforçou a marcação desde o meio de campo e não deu espaço para os donos da casa criar jogadas perigosas.


Tentativa de ataque do Atibaia pela direita no segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos dez minutos o jogo ganhou em emoção, pois o Atibaia jogou todas as suas fichas, indo com tudo para tentar o empate, mas aí esbarrou na boa atuação do goleiro Naldo que praticou pelo menos duas boas defesas.


Lance perigoso na área do Batatais no final da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Final de jogo com o placar de Atibaia 0 - 1 Batatais que serviu para o time do interior assumir a liderança do seu grupo na luta para ascender à Série A3 e que acabou gerando muitas reclamações por parte dos dirigentes locais junto à arbitragem. Como ainda faltam cinco rodadas para a definição das equipes a serem promovidas, muita coisa ainda poderá acontecer.

Após o jogo almocei em Atibaia e em seguida segui até Bragança Paulista para acompanhar o meu terceiro e último jogo do final de semana, cuja história será contada pelo meu colega e amigo Fernando Martinez em outro post. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário