Procure no JP

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Força se classifica e vai brigar pelo acesso

Buenas!

Rodada final da segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão e o JOGOS PERDIDOS saiu em busca de vários joguinhos. Como não poderia deixar de ser, eu fui acompanhar a partida Força x Jabaquara, em jogo que valia uma disputa direta pela vaga para a terceira fase da competição. Dessa vez o Fernando e o seu Natal também marcaram presença na partida. Então, vamos logo com as fotos oficias da partida:


Força E.C. - São Paulo / SP (mandando os jogos em Caieiras / SP). Foto: Emerson Ortunho.


Jabaquara A.C. - Santos / SP. Foto: Emerson Ortunho.


Trio de arbitragem, formado pelo árbitro Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e pelos assistentes Vicente Romano Neto e Alberto Poletto Masseira, junto com os capitães das equipes. Foto: Emerson Ortunho.

O jogo começou muito bom e logo de cara o Jabuca, que só podia pensar na vitória para se classificar, foi pra cima. A equipe jogando bem aberta, acuou o Força no seu campo de defesa e começou a criar boas chances de gol.


Disputa de bola na área do Força. Foto: Emerson Ortunho.

Não demorou muito e o gol do Jabaquara saiu. Dedé pegou a bola na lateral direita levou para o meio de campo e chutou de longe para marcar um golaço, sem chances de defesa para o goleio do Força. Depois do gol o Jabaquara contiunou jogando bem e ainda nessa perdeu pelo menos mais uma três chances e gol.


Goleiro do Força tenta afastar o perigo de sua meta. Foto: Emerson Ortunho.

Como quem não faz toma, o Força chegou ao empate numa inteligente cobrança de falta de Diego. Todos esperavam um cruzamento para a área e ele resolveu bater direto para o gol, encobrindo o goleiro jabaquarense. O empate foi um balde de água fria na partida, que seguiu morna até o intervalo.


Cobrança de falta da equipe do Força. Foto: Emerson Ortunho.

No segundo tempo, o Jabaquara não voltou com o mesmo futebol da primeira etapa, e o Força que quase não havia jogado, começou a gostar do jogo. O jogo ficou bastante equilibrado com chances para ambas equipes.


Disputa de bola na lateral do campo. Foto: Emerson Ortunho.

Com o jogo se encaminhando para o final, começou a prevalecer a tradicional catimba. Todas as bolas dos gândulas sumiram e o Força que tinha o empate na mão, fazia tudo para segurar o jogo. O Jabaquara tentou algumas vezes chegar ao segundo gol, mas o forte calor e um abatimento geral antes do final da partida acabou baixando sobre a equipe, que rendeu muito pouco nessa etapa. Com isso, o jogo ficou fácil para o Força, que só precisa do empate na partida.


Todo mundo de olho na bola durante a boa partida. Foto: Emerson Ortunho.

Final de jogo: Força 1 x 1 Jabaquara. A equipe do Força joga um futebol redondo, não tem estrelas, mas tem um time coeso. E se chegou até a fase final com esse futebol, pode com certeza brigar pelo acesso. O Jabaquara fez uma campanha como há tempos não fazia, começou como sempre do zero e sob o comando do técnico Aarão e do coordenador Manoel Maria, se transformou numa equipe forte.

A primeira fase foi tão boa que vários jogadores saíram contratados por outras equipes. O técnico conseguiu remontar a equipe e fazer um ótima segunda fase, mesmo perdendo ainda o excelente meia Bruno Agnelo para o futebol árabe. Apesar de tudo, a classificação acabou não saindo, mas fica o parabéns aos jogadores e a toda comissão técnica e diretoria pela boa campanha.

Depois do jogo em meio aos rojões da torcida do Força, nós retornamos a São Paulo no Rádio Táxi do seu Natal.

Abraços!

Emerson

Nenhum comentário:

Postar um comentário