Procure no JP

terça-feira, 4 de setembro de 2007

Classificação milagrosa do Bragantino na Série C

Olá, amigos!

No último domingo, rumei à capital da linguiça, Bragança Paulista, onde encontrei meus amigos David, Victor, Jurandyr e Míton, para mais uma partida válida pelo Campeonato Brasileiro da Série C, em sua sexta e última rodada da segunda fase. Também esteve presente o amigo Fernando Correa. Em campo, o CA Bragantino apostava suas últimas fichas contra o C Esportivo de Bento Gonçalves/RS, líder do grupo e já classificado.

Mas os olhos, ou melhor, os ouvidos, estavam voltados para a outra partida do grupo, em Maringá, onde o Roma Apucarana não poderia conseguir uma vitória, diante do já eliminado Democrata de Governador Valadares/MG. O time paulista deveria vencer de qualquer maneira, e aguardar o fracasso paranaense.


CA Bragantino - Bragança Paulista/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


C Esportivo de Bento Gonçalves - Bento Gonçalves/RS. Foto: Estevan Mazzuia.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Marcelo de Souza Pinto (RJ), os auxiliares Marcelo Van Gasse (SP) e Marcelino Tomaz Neto (SP) e o quarto árbitro e velho conhecido do JP Guilherme Cereta de Lima (SP). Foto: Estevan Mazzuia.

Apesar do nervosismo da partida, o Leão alvinegro apresentou-se de forma bem superior à do domingo passado, em jogo relatado aqui no JP. Parecia ter a vaga já garantida, e jogou para o gasto, pra fazer o dever de casa e aguardar o outro resultado do grupo.

Apesar disso, os gaúchos mostraram muita qualidade e valorizaram o esforço bragantino. Jaberson, por exemplo, levou muito susto ao gol de Fábio logo aos 17 minutos da etapa inicial. Mas era o Bragantino que produzia mais chances de gol.


Lance da etapa inicial. Foto: Estevan Mazzuia.

E aos 27 minutos, a pressão se consolidou em vantagem no placar: Wanderlei, pós cruzamento, cabeceou para as redes. Antes do apito final, o Braga perderia mais um gol, através de Thiago.


Cruzamento na área gaúcha e Wanderlei (3) calcula o tempo certo para fuzilar o goleiro Ademir. Foto: Estevan Mazzuia.

Com o clima agradavelmente fresco, não houve tanto desespero em busca de hidratação, durante o intervalo. Aproveitamos para reunirmos e colocar as fofocas JP em dia. Na volta para o segundo tempo, mal tivemos tempo de nos concentrarmos novamente na partida, e Thiago ampliou para o Leão, em lance de grande oportunismo em que a bola ficou sozinha para ele na pequena área.

A esta altura da partida, o Braga poderia fazer mais 1000 gols, que de nada adiantaria. Para tristeza da torcida, o Roma vencia seu jogo, pelo placar mínimo.


Escobar (8) esquecendo-se momentaneamente da bola. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 19 minutos, o Esportivo diminuiu a vantagem alvinegra com Alexandre, convertendo pênalti. Desespero geral. sofrendo o empate, restaria ao Bragantino aguardar o fim de jogo e lamentar os seis pontos incrivelmente perdidos nas últimas duas partidas.




Alexandre converte penalidade máxima e diminui vantagem bragantina. Foto: Estevan Mazzuia.


Veio então o melhor lance da partida, ocorrido a quilômetros das 4 linhas. Através das ondas do rádio chegava a notícia do empate mineiro. Não foi preciso estar com o aparelhinho nos ouvidos. A comemoração da torcida, tal qual comemoração de campeonato, falou por si só.

Daí para o fim da partida, o Esportivo pouco fez. O Bragantino até se animou e criou mais chances. Mas ficou nisso, Bragantino 2-1 Esportivo. O trilo final do árbitro, entretanto, só serviu para os gaúchos retirarem-se de campo. Sob um dilúvio torrencial, toda a equipe paulista permaneceu em campo, assim como os torcedores nas arquibancadas, agaurdando o momento de soltar o grito da garganta.


Enfim, a comemoração da vaga, debaixo de muita chuva. Fotos: Estevan Mazzuia.

A espera valeu a pena. Após cinco minutos veio a notícia: a tarefa paranaense havia sido frustrada pelo empenho mineiro, e Bragança Paulista seguirá representando o futebol paulista na Série C! Muita comemoração na cidade, e entre os membros JP, que aguardam ansiosamente a possibilidade de acompanhar o fantástico octogonal final que se anuncia. Avante Bragantino!!!

Até a próxima!

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário