Procure no JP

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Juventus larga na frente na decisão da Copa FPF

Olá,

Dando continuidade à idéia de cobrir partidas decisivas das diversas competições promovidas pela FPF nesse quase final de temporada, encarei novamente uma baita distância (442 Km) e me mandei até a simpática cidade de Lins para acompanhar ao vivo e em cores a primeira partida da fase final da Copa FPF - Heróis de 32. O confronto em questão foi realizado no Estádio Gilberto Siqueira Lopes, e reuniu as equipes do C.A. Linense x C.A. Juventus que não se enfrentavam em partidas oficiais há exatos 50 anos, pois o último encontro aconteceu em 1.957, ainda na elite do futebol paulista.

Ao chegar no estádio, deu para perceber de cara a hospitalidade das pessoas ligadas ao Linense para com o JP, começando pelo seu Presidente e passando pelo Presidente do Conselho Deliberativo, pelo médico, pelo técnico Wilson Tadei, por outras pessoas da comissão técnica e atletas, em especial pelo capitão Rocha.

Além de toda essa atenção, vários torcedores me reconheceram por conta do nosso programa exibido pela Rede TV quando o Linense enfrentou o Flamengo em Guarulhos. Faziam questão de falar comigo, sempre com palavras de agradecimento e elogios, além de um aperto de mão. Confesso que fiquei emocionado com tamanha manifestação de carinho e aproveito para agradecer e mandar um abraço a todos. Bem, agora voltando a atenção para o futebol, começo fazendo a apresentação das equipes e da arbitragem nas fotos abaixo:


C.A. Linense - Lins/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C.A. Juventus - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem composto por José Henrique de Carvalho e seus assistentes Marcelo Carvalho Van Gasse e Maria Eliza Correia Barbosa com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Com bola rolando, logo no início foi possível perceber que seria um jogo de muita luta e disposição, principalmente por parte do Linense que contava com o incentivo e entusiasmo dos seus quase 9.000 torcedores que compareceram ao estádio e, logo aos 10 minutos Serginho abriu o placar para o "Elefante da Noroeste" marcando um golaço num tirambaço de fora da área com a bola batendo no travessão antes de entrar.


Jogada ofensiva do ataque do Linense com marcação juventina. Foto: Orlando Lacanna.

O gol inaugural animou ainda mais os torcedores locais que não paravam de incentivar o time que continuou em cima do Juventus, criando pelo menos mais duas oportunidades não aproveitadas.


Oportunidade desperdiçada pelo ataque do Linense. Foto: Orlando Lacanna.

Com o passar do tempo, o bom time do "Moleque Travesso" foi equilibrando as ações e aos poucos foi criando perigo para a meta do bom goleiro Gilberto, tanto que aos 35 minutos perdeu excelente chance de empatar, porém aos 40 minutos não teve jeito e a igualdade no marcador foi decretada com um belo gol de Valdir que recebeu lançamento pelo meio da defesa do Linense, dominou e driblou o goleiro e tocou para o gol vazio, levando para o intervalo o placar igual em 1 a 1.


Jogada ofensiva do ataque do Moleque Travesso. Foto: Orlando Lacanna.


Marcação cerrada da defesa do Juventus ao atacante Serginho do Linense. Foto: Orlando Lacanna.

No reinício da partida notou-se um equilíbrio com jogadas alternadas dos dois ataques, mas com o Juventus jogando com mais tranqüilidade e demonstrando muita personalidade, acabou conseguindo marcar seu segundo gol aos 21 minutos por intermédio do artilheiro Márcio que escorou cruzamento rasteiro vindo da esquerda após excelente jogada individual de João Paulo. Esse gol deu maior tranqüilidade ao time avinhado que começou a tocar mais a bola, deixando o tempo passar.

O Linense não desanimou e foi em busca de um melhor resultado, sempre incentivado pela sua espetacular torcida que não parava um minuto de incentivar, mas apesar do esforço, tudo morria no setor defensivo do time da Capital e nas mãos do ótimo goleiro Marcelo.


Zagueiro do Juventus dificultando a ação do atacante do Linense. Foto: Orlando Lacanna.


Cobrança de escanteio que morreria nas mãos do goleiro juventino Marcelo. Foto: Orlando Lacanna.

Término de partida com o placar apontando Linense 1 - 2 Juventus que acabou deixando o time grená em excelentes condições para conquistar mais um título em sua história e isso só não ocorrerá se for derrotado por dois gols de diferença na partida que será realizada no próximo domingo pela manhã em São Paulo. A conquista do título dará ao Campeão uma vaga à Copa do Brasil e, portanto, o Juventus poderá conseguir tal conquista e ainda brigar por uma vaga no Brasileirão da Série C de 2.008, dependendo do seu desempenho no Paulistão da Série A1 do ano que vem. Quanto ao Linense, nada está perdido, mas é claro que ficou mais difícil a conquista do título.

Tão logo o árbitro encerrou a partida, depois das despedidas de praxe, segui para o Terminal Rodoviário de Lins e numa praça próxima, tive a oportunidade de saborear um excelente espetinho de carne feito numa barraquinha armada por conta de uma festa religiosa. Além da iguaria, tive a oportunidade de ouvir a canção "Lampião de Gás" brilhantemente tocada por uma banda local. O espetinho ganhou fácil o selo de qualidade JP. Depois da comida e da música, o lance foi encarar mais de seis horas de estrada para finalmente desfrutar de um merecido descanso. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário