Procure no JP

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Guariba Campeão Paulista sub-20 da Segunda Divisão

Olá,

Em mais um final de semana com decisão de título, novamente deixei a capital paulista e me mandei para o querido interiorzão para ver de perto a mais uma decisão de competição promovida e organizada pela FPF. A pedida dessa vez foi ir até a cidade de Guariba, distante 340 km de São Paulo, mais precisamente ao simpático Estádio Domingos Baldan para acompanhar a partida de volta entre Guariba E.C. x Campinas F.C., válida pela fase final do Campeonato Paulista de Futebol Sub 20 - Segunda Divisão.

Apesar da distância, a viagem foi muito agradável, pois tive a companhia de um velho amigo do JOGOS PERDIDOS o Luciano Claudino, que me deu uma carona de Campinas até Guariba. Um abraço e meus agradecimentos a ele.

Mesmo não querendo ser repetitivo, não dá para deixar de comentar a recepção calorosa dedicada ao JP quando da minha chegada ao estádio, pois novamente vários torcedores me reconheceram e fizeram questão de me cumprimentar e parabenizar o blog pelo trabalho realizado. Além dos torcedores, o Presidente do Guariba, o gentil Léo da Lavoura e o Prefeito local, o Sr. Cazéri também fizeram questão de demonstrar carinho e respeito por todos os integrantes do nosso grupo. Saindo do âmbito social e retomando o foco futebolístico, apresento os participantes do espetáculo nas fotos que estão abaixo:


Guariba E.C. (Sub 20) - Guariba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Campinas F.C. (Sub 20) - Campinas/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem formado por José Roberto Marques e seus assistentes Alexandre Basílio Vasconcellos e Daniel Paulo Ziolli com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.


Troféus destinados ao Campeão (dourado) e Vice-Campeão (prateado). Foto: Orlando Lacanna.

Como na primeira partida o Campinas venceu por 3 a 1, o Guariba só tinha a opção de sair logo de cara para cima do adversário, até porque tinha que vencer por dois gols de diferença para levantar o título e, foi o que de fato ocorreu, pois logo aos 45 segundos o time da casa abriu o placar por intermédio de Alisson, escorando de cabeça cruzamento em cobrança de falta pelo lado direito.


Logo aos 45 segundos, bola no fundo do gol do Campinas. Foto: Orlando Lacanna.

Após esse gol, aumentou o entusiasmo da torcida local, mas em contrapartida, o time do Guariba se encolheu e permitiu um maior domínio das ações por parte dos campineiros que não eram objetivos nas conclusões.


Ataque campineiro que morreu nas mãos do bom goleiro Samuel. Foto: Orlando Lacanna.


Disputa acirradíssima pela posse da bola. Foto: Orlando Lacanna.

Aos 22 minutos, na sua segunda ação ofensiva, o Guariba conseguiu encaixar uma boa jogada pelo lado direito do seu ataque e acabou marcando seu segundo gol através de André que bateu de primeira aproveitando rebote da defesa. Com 2 a 0 nas costas, o Campinas não tinha outra alternativa ao não ser tentar diminuir a diferença que acabou acontecendo aos 48 minutos num belo gol de João Paulo que realizou boa jogada individual pela meia esquerda, levando para o intervalo o placar de 2 a 1 para o Guariba que dava o título aos campineiros.


Detalhe do primeiro gol do Campinas marcado por João Paulo. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo, na busca de algum líquido, uma vez que o calor era infernal, saí do gramado e fui transitar no meio da torcida local e pude observar que havia um certo temor com o quê poderia acontecer no segundo tempo, pois o gol do Campinas, em cima da hora, acabou preocupando o pessoal da casa.

Logo no início da segunda etapa, foi possível notar que o Campinas voltou melhor e apertava a defensiva do Guariba, deixando a sensação de que a qualquer momento os visitantes poderiam empatar, mas aos 9 minutos, o zagueiro guaribense Vitor marcou o terceiro gol acertando um belo chute no canto esquerdo do goleiro campineiro em jogada que nasceu na meia direita.


Lance que antecedeu o terceiro gol do Guariba, com passe ao zagueiro Vitor que está com esparadrapo no nariz. Foto: Orlando Lacanna.

Depois desse gol, o jogo ganhou dramaticidade, uma vez que o Campinas foi com tudo para o campo de ataque, mas aí apareceu a excelente atuação do goleiro Samuel que foi perfeito tanto em baixo do gol quanto nas saídas cortando os cruzamentos. O Guariba se defendia com muita raça, mas não deixava de dar algumas estocadas na defesa do Campinas, o que tornava a partida cada vez mais emocionante.


Mais uma defesa de Samuel evitando o perigo à sua meta. Foto: Orlando Lacanna.

Término de partida com o marcador indicando Guariba 3 - 1 Campinas que evitou a quarta conquista dos visitantes que levantaram o título em 1.998, 2.003 e 2.006, mas que premiou uma equipe dedicada e que demonstrou muito espírito de luta, além de ter realizado uma boa campanha. O título foi merecido e ficou em boas mãos, dando ao Guariba a satisfação pela conquista e a certeza de que a base para a disputa da Segundona em 2.008 está montada.

Tão logo o árbitro encerrou a partida, teve início uma festa muito bonita envolvendo atletas, comissão técnica, dirigentes e torcida que extravasaram a alegria pela conquista. Houve entrega dos troféus e medalhas, além da tradicional volta olímpica. Foi uma cerimônia simples, mas muito emocionante e aproveito para em meu nome e dos demais integrantes do JP, parabenizar a "Serpente dos Canaviais" pela importante conquista.


Atletas do Guariba cumprindo promessa após a conquista. Foto: Orlando Lacanna.


Capitão do Campinas, com cara de velório, com o troféu de Vice-Campeão. Foto: Orlando Lacanna.


Entrega do troféu à equipe Campeã. Foto: Orlando Lacanna.


Volta olímpica dos Campeões. Foto: Orlando Lacanna.

Após a festa, começamos o retorno a São Paulo, via Campinas, agora com a presença do repórter fotográfico Nivaldo Prado que acabou tornando a viagem mais divertida, com muitos testes de memória e conhecimentos geográficos do interior paulista. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário