Procure no JP

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Depois de ressurgir das cinzas a Fênix Bragantina alçou vôo à série B

Olá amigos!

Neste domingo pude matar a saudades das boas e velhas rodadas duplas com a galera JP, menos frequentes já que agora moro no litoral. Depois de vibrar com a quarta conquista profissional do C.A. Juventus, segui com meu amigo David à cidade de Bragança Paulista. Pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, no Estádio Marcelo Stefani, mediram forças as equipes do C.A. Bragantino, e o campeão piauiense do ano, o Barras F.C.. Seguem as fotos oficiais:


C.A. Bragantino - Bragança Paulista/SP. Foto: Fernando Martinez.


Barras F.C. - Barras/PI. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Depois de passar muito sufoco para avançar à terceira e à quarta fases, o Leão chegou ao final do campeonato com gorduras pra queimar, e precisava de um simples empate para conseguir o acesso à segunda divisão do futebol brasileiro, fechando um ano excelente para a equipe, que já havia chegado às semifinais do Paulistão, dando muito trabalho ao Santos, que seria campeão.

A tarefa tinha tudo pra ser fácil, diante de um já eliminado Barras, time fundado em 2004, cuja participação no octogonal já foi motivo de muito orgulho.


Apesar da fragilidade adversária, Gléguer tomou alguns sustos na primeira etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

Depois de encontrar o Fernando e nos acomodarmos nas cabines de imprensa, apreciamos um jogo bastante movimentado, com 3 gols em cinco minutos: André gaspar cobrou falta com muita habilidade, colocando David na cara do gol. De cabeça, este desviou para as redes, abrindo o placar aos 13 minutos.


Detalhe do primeiro gol do Bragantino, com a bola viajando antes de entrar no gol. Foto: Fernando Martinez.

O filme se repetiu no minuto seguinte, mas do lado inverso: após cobrança de falta da direita, Pantico aproveitou, despretensiosamente, um rebote. A bola desviou em um companheiro seu, tirando o arqueiro Gléguer da jogada, e empatando a partida.


Empate do Barras, assustando de leve a torcida presente no estádio. Foto: Fernando Martinez.

Mas aos 18 minutos, David fez bela jogada, invadindo a área, livrando-se do zagueiro e cruzando para Somália, sozinho, desempatar. Mesmo com a desvantagem, o Barras não se intimidou diante da grande torcida adversária, e conseguiu criar duas boas chances, arrepiando os cabelos do goleirão bragantino.

Aos 35 minutos, no entanto, o Bragantino consegiu marcar o terceiro gol, mas a comemoração foi interrompida com a anulação pela arbitragem, e o jogo foi para o intervalo com placar de 2 a 1 para o time da casa.


Lance da marcação do terceiro gol alvinegro, rapidamente anulado pela arbitragem. Foto: Estevan Mazzuia.


David observou atentamente a partida. Foto: apoio de mão da cabine.

Na segunda etapa, o jogo foi de um time só. O Bragantino abusou de perder gols e, não fosse pela fragilidade adversária, poderia ter se complicado. Aos 20 minutos, Vanderlei cruzou da direita para Valdir Papel, mas a bola foi cortada para escanteio, pelo zagueiro Totonho. Na cobrança, André Gaspar colocou a redonda na cabeça do próprio Vanderlei, premiado com o gol do acesso, pela jogada anterior.


Agora sim, o Bragantino marcou o terceiro gol, e conquistou o acesso. Foto: Estevan Mazzuia.

O Bragantino ainda teve umas poucas chances de ampliar, mas ficou mesmo esperando o tempo passar, enaquanto os visitantes agradeciam pelo placar magro. Fim de jogo, Bragantino 3-1 Barras, e o Braga voltará a disputar a Série B do Brasileiro em 2008. O último ano em que o time jogou a Segundona Nacional foi em 2002, desde então o time se encontrava em condição complicada no cenário paulista, renascendo esse ano com ótimas campanhas na Série A1 do Paulista e agora no Brasileiro.


Jogadores comemorando o acesso dentro de campo. Foto: Fernando Martinez. [180511]


Após o final da partida, os atletas saíram em carro de bombeiros pela cidade para comemorar junto com a população de Bragança Paulista. Foto: Fernando Martinez.

Nós do JOGOS PERDIDOS só temos que parabenizar o Massa Bruta pelo acesso. E seja bem-vindo novamente à Série B do Campeonato Brasileiro.

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário