Procure no JP

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Santos sai na frente nas semifinais do Sub 20

Fala pessoal!

Vamos começar agora com os posts dos jogos desse último final-de-semana, completamente festivo pelos gramados paulistas. A minha rodada começou sábado cedo quando segui para o Estádio do Pacaembu junto com a carona sempre precisa do seu Natal. A pedida era o primeiro jogo das semifinais do Campeonato Paulista Sub 20 da 1ª Divisão, num clássico entre Corinthians e Santos.

E mais uma vez, com a devida autorização da administração do Pacaembu e do trio de arbitragem, que afinal de contas reconhecem que fazemos um trabalho sério e não apenas trabalhos ocasionais, entrei no gramado sagrado do Paulo Machado de Carvalho para as fotos oficiais e EXCLUSIVAS da partida.


SC Corinthians P (Sub 20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Santos FC (Sub 20) - Santos/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Cristiano Nalesso, os auxiliares Gustavo Henrique de Miranda e Fábio Luiz Freire, o quarto árbitro Guilherme Porfírio e os capitães dos times posam de forma exclusiva para o JOGOS PERDIDOS. Foto: Fernando Martinez.

O jogo reuniu dois times sedentos pelo título do campeonato, já que o Corinthians não é campeão desde 1997 e o Santos nunca conquistou o título, desde que o campeonato de juniores foi criado com essa denominação a partir de 1980 (e que só mudou para paulista sub-20 em 2000). E com as campanhas dos times mostrando boas equipes, o jogo prometia bastante.


Zaga do Santos tenta afastar o perigo do ataque corintiano. Foto: Fernando Martinez.

O jogo começou bastante equilibrado, com os dois times estudando bastante o adversário. Mas aos poucos o Corinthians se soltou um pouco mais, buscando reverter a vantagem santista de dois empates no confronto. Mas justamente quando o Corinthians tentava mais, o Santos acabou saindo na frente. Numa bobeada da zaga do Parque São Jorge, a bola foi entregue nos pés do camisa 7 Wesley, que entrou na área e tocou na saída do goleiro.


Chance de ouro perdida pelo ataque corintiano, em boa saída do arqueiro santista. Foto: Fernando Martinez.

O Corinthians sentiu o gol e sentiu dificuldades para chegar novamente dentro da área do Santos. Já o time santista tentava ampliar em bons contra-ataques, mas o primeiro tempo terminou mesmo com a vantagem mínima para o Santos.

Na volta para o segundo tempo, logo no começo do jogo ficou claro o que os dois times fariam durante os 45 minutos finais: o Corinthians se lançaria com tudo ao ataque e o Santos ficaria se defendendo... o Corinthians então dominou completamente a partida, não dando nenhum espaço para o time praiano.


Falta no comecinho do segundo tempo para o Corinthians que passou pertinho do gol. Foto: Fernando Martinez.


Tentativa frustrada de bicicleta no ataque corintiano, em que a bola acabou indo encontrar o que vos escreve. Foto: Fernando Martinez.

O Corinthians promoveu mesmo um massacre dentro da área santista, mas pecava sempre no último toque, perdendo ótimas chances para tentar o empate. O lado esquerdo do ataque alvinegro se mostrava deficiente e várias jogadas morreram por ali. Durante esse tempo todo o Santos não passava do meio-de-campo, sofrendo muita pressão.


Mais uma chance de gol corintiana cortada pela zaga santista. Foto: Fernando Martinez.

Mas o Corinthians desperdiçada todas suas chances e com isso via a chance do empate ir para o espaço. E até o final do jogo realmente ficava claro que pelo menos o empate seria o resultado mais justo. Mas ao mesmo tempo ficar durante 45 minutos e não fazer o gol também mostra que o time pecou em momentos que não poderia ter pecado.


Chegada corintiana pela esquerda no final da partida. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Corinthians 0-1 Santos. Agora o Santos pode até perder por um gol de diferença na partida de volta, nessa próxima quarta-feira, que ainda assim conquista a vaga na Final. Só resta ao alvinegro do Parque ganhar por dois gols, para conseguir jogar contra XV de Piracicaba ou São Bento buscando o título.

Depois do jogo voltei para casa então para me preparar para o último capítulo da saga rubro-verde na Série B em casa desde 2003.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário