Procure no JP

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Bragantino assume liderança na Série C

Olá,

Após retornar no domingo pela manhã de Araraquara, onde acompanhei ao jogo Ferroviária x Linense, no domingo à tarde, novamente debaixo de muita chuva, voltei para a estrada e me desloquei até a bela e aconchegante cidade de Bragança Paulista, indo até o Estádio Marcelo Stéfani, local da partida entre C.A. Bragantino x Atlético C. Goianiense, válida pela última rodada do primeiro turno do octogonal final do Campeonato Brasileiro da Série C.

Durante a viagem cheguei a ficar preocupado se o jogo seria realizado ou não em razão das fortes chuvas que teimavam em não parar e, para minha surpresa, o estado do gramado do Marcelo Stéfani estava em boas condições e a bola rolou normalmente. A partida estava cercada de grande expectativa, pois envolvia o Bragantino, o único time invicto no octogonal e o Atlético que estava com apenas dois pontos menos na tabela de classificação e, portanto, esse era o jogo típico de seis pontos.

Nessa oportunidade, também não poderiam faltar as tradicionais fotos dos times e da arbitragem que posaram para as lentes do JOGOS PERDIDOS com EXCLUSIVIDADE, que apresento abaixo:


C. A. Bragantino - Bragança Paulista/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Atlético C. Goianiense - Goiânia/GO. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Rogério Pereira da Costa (MG), seus assistentes Paulo Sérgio Durães Fernandes (RJ) e Ricardo Maurício Ferreira de Almeida (RJ), além do quarto árbitro Phillippe Lombardi (SP). Foto: Orlando Lacanna.

A partida começou e logo foi possível perceber que os goianos iriam tentar levar um pontinho para casa, pois se postaram sem nenhuma cerimônia no seu campo de defesa com seus zagueiros chutando a bola para qualquer lado, em especial o nº 3 Rafael, que passou quase o jogo todo dando chutões para o lado que estava virado. Com isso, o jogo ficou feio, com muita força e marcação e sem lances agudos de ataque, até porque o "Massa Bruta" não estava numa tarde inspirada, criando pouco e com dificuldades para chegar ao ataque.


Raro momento ofensivo do Braga no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.


Avante do Bragantino cercado por defensores do Atlético. Foto: Orlando Lacanna.

O fato mais importante que aconteceu na primeira etapa foi uma confusão generalizada ocorrida aos 38 minutos, cujo início se deu num lance na lateral do campo, envolvendo o zagueiro Cris do Bragantino e o atacante Marquinhos do Atlético que se estranharam e aí o bicho pegou, com todo mundo praticamente entrando na briga. No fim de tudo, o árbitro expulsou os dois brigões iniciais e o goleiro reserva Carlos Carioca do Braga. Depois dessa lambança, nada de importante ocorreu e o jogo foi para o intervalo com o placar em branco.


Confusão geral envolvendo atletas das duas equipes, com o policiamento entrando em ação. Foto: Orlando Lacanna.

Após um intervalo que passei me abrigando da chuva, vi um segundo tempo completamente diferente, com o Bragantino voltando muito mais disposto, indo com tudo para o campo de ataque e com o firme propósito de decidir o jogo, tanto que, aos 12 minutos abriu o placar por intermédio de Thiago Vieira aproveitando rebote do goleiro Márcio que não conseguiu segurar uma bomba de Davi em cobrança de falta.


Comemoração pelo primeiro gol do Bragantino aos 12 minutos do segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Depois desse gol, o Braga continuou mandando na partida e aumentou o placar aos 22 minutos num belo gol de cabeça de Davi aproveitando cruzamento de Paulinho que realizou ótima jogada pela ponta direita.


Bola no fundo do gol do Atlético, após cabeceio de Davi. Foto: Orlando Lacanna.

Os goianos absorveram o golpe e saíram em busca de diminuir a diferença e, com isso apertaram um pouco a defesa do Bragantino e conseguiram colocar uma bola no travessão do goleiro Gleguer assustando os donos da casa. Aos 35 minutos, o alvinegro liquidou a fatura com a marcação do terceiro gol através de Somália que aproveitou ótima jogada de Niander pela direita. A partir daí, o Atlético se ligou que esse jogo já era, aceitando a superioridade bragantina e guardando forças para o jogo de volta que será realizado em Goiânia na próxima quinta-feira.


Mais um lance de ataque do Bragantino. Foto: Orlando Lacanna.

Partida encerrada com o resultado de Bragantino 3 - 0 Atlético Goianiense que colocou o time paulista na liderança do octogonal com 15 pontos e com amplas possibilidades de conseguir o tão sonhado acesso à Série B em 2.008, pois segundo os matemáticos de plantão, a equipe que conseguir 21 pontos estará garantindo pelo menos a quarta vaga e como o Bragantino já tem 15 pontos, só faltariam 6 a serem conseguidos em 21 que serão disputados.

Após o apito final do árbitro, iniciei o retorno para São Paulo com o espírito preparado para enfrentar o costumeiro congestionamento monstro da Rodovia Fernão Dias, o qual pelo menos dessa vez não ocorreu. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário