Procure no JP

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Vitória coloca Itapirense na zona de classificação

Olá,

Dando continuidade à minha jornada tripla do fim de semana, no domingo pela manhã, segui até a cidade de Campinas, indo até o majestoso Estádio Moisés Lucarelli, pertencente à Ponte Preta, para acompanhar a mais uma importante partida do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Dessa vez o confronto foi S.E. Itapirense x C.A. Lemense que valeu pela sétima rodada da segunda fase da competição.

Essa partida foi realizada em campo neutro em razão da Itapirense ter perdido um mando de jogo, cumprindo decisão do TJD da FPF por conta dos problemas que ocorreram em Itapira por ocasião do jogo contra o Sumaré, quando um torcedor local agrediu um atleta do time visitante após o término da partida.

O jogo era aguardado com grande interesse, pois era a chamada partida de seis pontos, envolvendo duas equipes que brigam diretamente pelas duas vagas do Grupo 9 à terceira fase. Como tem sido tradição no JOGOS PERDIDOS, começo apresentando os protagonistas do confronto nas fotos abaixo:


S. E. Itapirense - Itapira/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C. A. Lemense - Leme/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem composto por Marcelo Rogério e seus assistentes Maurício Machado Ferronato e Tércio Roberto Thomson Nogueira com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

O primeiro tempo começou equilibrado com as duas equipes se alternando em períodos curtos de domínio e, num desses períodos, a SEI aproveitou uma bobeira geral da defesa do Lemense e abriu o placar aos 15 minutos por intermédio de André, em jogada que começou na meia direita e foi concluída com um chute cruzado e rasteiro sem muita força.


Disputa de bola junto ao bico da grande área. Foto: Orlando Lacanna.


Defesa do goleiro Ivan do Lemense. Foto: Orlando Lacanna.

Esse gol deu mais tranqüilidade à Itapirense e ao mesmo tempo perturbou o time do técnico Édson Abobrão que passou a demonstrar afobação na execução das jogadas e com isso as ações ofensivas ficavam mais complicadas. Apesar da luta dos dois times, o placar de 1 a 0 a favor da SEI foi mantido até o fim do primeiro tempo.


Zagueiro da SEI intercepta tentativa de ataque do Lemense. Foto: Orlando Lacanna.

Ao longo do intervalo tive o prazer de conhecer e conversar longamente com o Presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (CEAF/SP), o Ten Cel Marcos Marinho sobre os critérios de trabalho junto aos árbitros, bem como sobre os planos que visam alcançar a excelência em qualidade nas arbitragens. Foi um papo agradável e esclarecedor. Um abraço ao Cel Marinho.

Retornando à partida, a segunda etapa foi arduamente disputada com o Lemense tomando a iniciativa de ir para o ataque, mas esbarrava no bem armado esquema defensivo da Itapirense que não permitia lances de maior perigo à sua defesa.


Saída para o ataque do Lemense, acompanhado de mais 12 jogadores. Foto: Orlando Lacanna.

Com o passar do tempo, o Lemense foi percebendo a dificuldade que teria para igualar o placar e com isso, saiu mais para o ataque, deixando grandes espaços no seu setor defensivo que poderiam ser utilizados pela Itapirense que só estava esperando um erro do adversário para dar o golpe de misericórdia.


Itapirense tentando definir a partida. Foto: Orlando Lacanna.


Defesa do goleiro da SEI evitando ataque do Lemense. Foto: Orlando Lacanna.

No final da partida, a SEI encaixou um contra-ataque numa bola esticada em direção à área, que foi mal interceptada pelo goleiro Ivan, que acabou entregando a bola de presente ao atacante Faísca que só teve o trabalho de tocar por cobertura com o gol vazio e ampliar o placar aos 44 minutos.

Final de partida com o placar indicando Itapirense 2 - 0 Lemense que colocou o time de Itapira na zona de classificação e ao mesmo tempo tirou o time de Leme da segunda posição, muito embora nas três últimas rodadas, muita água ainda vai rolar por debaixo da ponte. Tudo indica que a definição dos dois classificados à terceira fase ocorrerá na última rodada em razão do equilíbrio entre pelo menos cinco equipes dessa chave. Essa disputa promete.

Após o apito final, na saída do estádio encontrei o Prefeito de Itapira, o Sr. Antônio Hélio Nicolai, mais conhecido como Toninho Bellini, que mandou um abraço a todos os integrantes do JP e afirmou que ainda guarda com carinho a placa comemorativa entregue por nós à SEI. Depois desse papo rumei até o centro de Campinas para almoçar e, entre uma garfada e outra, rascunhar esse post, além de iniciar os preparativos para acompanhar o terceiro e último jogo do fim de semana, mas isso é papo para depois.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário